segunda-feira, 27 de julho de 2009

Cabos e Sargentos da PMERJ

Prezados leitores,
Esta postagem está sendo publicada aqui em razão de não termos ainda o Blog do Comandante Geral da PMERJ.
Logo estará ativo.

Toda promoção é conseqüência de mérito.
Quando não é fraudulenta, claro.
Sistemas de controle podem ser burlados.
Alguém, desses que costumamos chamar “espertalhões,” podem encetar simulacros e enfiar-se em meio àqueles que verdadeiramente merecem ser promovidos.
Isso acontece no meio civil e militar.
Na PM, particularmente, há pelo menos três formas de promoção por mérito.
1. O mérito “normal”, colhido no exercício da profissão consoante o ingresso em determinadas condições satisfatórias, que fazem o profissional alçar um degrau na carreira e é conhecida por promoção por tempo de serviço. O tempo de serviço é uma consideração essencial, mas não única, pois exige outras em que se leva em consideração, por exemplo, as situações judiciárias e militar e o Quadro Profissional onde o PM se insere.
2. O “mérito especial”, aquele em que o PM conquista e permite-lhe alçar um degrau da profissão antes de outros com tanto ou mais tempo de serviço do que ele. Isso ocorre nas chamadas promoções por merecimento. Nesses casos, todas as outras condições expressas anteriormente são satisfeitas, mas, além disso, a Corporação reconhece qualidades profissionais nos seus integrantes que o credenciam à promoção naquele tempo, antes de outros.
3. Há também as promoções por bravura, com critérios especiais onde o tempo de serviço não conta tanto, mas, sim, a ação encetada, além da satisfação de algumas condições, como a situação judiciária do aspirante (no sentido amplo) à promoção.
Não vou levar em consideração outras possíveis formas de promoção, embora haja.
Também esclareço que essa foi a forma pedagógica que encontrei de fazer com que os leitores deste blog, na maioria civis, saibam como mais ou menos funcionam as promoções.
Não há, pois, promoção que não seja por mérito, a não ser que haja crime, falsificação, simulacro.
A promoção por tempo de serviço é uma promoção por mérito também.
Claro que é.
Reconheço isso.
Todavia, a carreira de Sargento é excepcionalmente importante para uma instituição militar, de modo que não que não pode ficar relegada a um ponto secundário, rebaixada de sua condição e estatura; tratada como paliativo remuneratório e instrumentalização política.
O Sargento da PMERJ tem uma importância muito grande para nossa instituição.
E para a sociedade principalmente!
Ele é, como se diz no universo das Forças Armadas, o elo entre o comando e a tropa.
Sargentos têm a obrigação de conhecer bem sua profissão; os aspectos jurídicos, militares, sociológicos, administrativos, tanto para aplicação no ambiente interno quanto no ambiente externo no contato com o público.
Infelizmente, o sistema criado no passado se naturalizou como único possível.
Mas há saída e ela deve ser buscada.
É hora de agregar valor à carreira de todas as formas possíveis.
Há excelentes Cabos e Soldados ansiosos por concursos internos para Sargentos; estudiosos, cultos, trabalhadores nas escalas e nos indesejados e estressantes “bicos”, que, mesmo com todas as dificuldades, se entregariam de corpo e alma aos estudos por uma vaga num CFS.
E isso vale para os Cabos também!
Para o CFC, sim!
Cabo PM não é só um compasso de espera. Cabo PM é uma graduação de COMANDANTE.
Cabos são comandantes de guarnição e guarnição PM!
Promoções meritórias com fundamento principal no tempo de serviço, e não no lustro profissional, não pode ser a marca da PMERJ.
Vejam o desestímulo dos nossos Praças cursados!!
Foram sendo ultrapassados nas promoções, deixados de lado, esquecidos no receio comum de quem enfrenta grandes problemas causados por outros. Não foram nossos últimos Comandantes Gerais que criaram tal situação, mas terá que ser resolvida.
Cabo PM e Sargento PM são graduações profissionais de conhecimento além de braços de combate.
São graduações de saber, de interpretar, de escrever bem como escreve a Mônica, do blog Praças da PMERJ; como escreve o CB Verdade, do mesmo espaço; como escreve e argumenta bem o Praça Mário Taqueus e outros que têm escrito para mim com críticas e sugestões.
Tenho dito, e repetido, que nossa Corporação tem que ser um corpo militar com regras claras que promovam equanimidade e justiça.
Somos uma Polícia Militar com mais de 37.000 valorosos homens e mulheres que quer e deve ser respeitada pelo que fazem e pelo que sabem.
Chega de especialistas “de fora”. Nossos CABOS é que devem ser especialistas em segurança pública. Nossos SARGENTOS é que devem ser reconhecidos como especialistas em segurança pública ainda mais.
Sonho com o dia em que instruídos e bem remunerados, Cabos, Sargentos e Subtenentes da PMERJ possam comparecer aos debates nas universidades e outros espaços democráticos de socialização do saber, para deixarem suas marcas de profissionais conhecedores na clareza das idéias e domínio cognitivo sobre seu universo de trânsito profissional; muito, muito além de meros repetidores ou “operadores do sistema”.
Não me ofendo Mônica, se você diz que mando uma bola fora.
Sua crítica é bem-vinda.
Quer saber, eu também pensaria e diria o mesmo muito provavelmente até conhecer o todo do que se pretende.
Vou mandar muitas bolas fora simplesmente porque estou arriscando acertar; só arriscando o chute podemos acertar.
Já sei, de antemão, que não vou agradar na maior parte do tempo e não anseio isso, mas o que está estragado deve ser consertado.
Outros tentaram e falharam.
Nossa chance agora é maior porque vamos consertar juntos.
Daí a comissão de círculos que vai integrar o estudo.
Vai sugerir, argumentar, se comprometer e fomentar a decisão.
Vai ser um grande trabalho de muitas mãos, de muitas patentes, de muitas graduações.
Vai ser um trabalho lento, gradual, nada será decidido sem muita reflexão e participação de todos.
Toda promoção é meritória, mas em honra à importância da graduação de Cabos, Sargentos e Subtenentes, vamos construir, juntos, uma carreira na qual não haja qualquer dúvida disso.
Somos uma Corporação de Bravos.

182 comentários:

Anônimo disse...

Precisamos mudar também a forma de seleção. Vejam:
1-PM DF
Português, Atualidades, Raciocínio Lógico, Informática, Noções de Administração e Psicologia, Noções de lei Orgânica do DF, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Leis Extravagantes e Direito Penal Militar.
2-PM Amazonas
Português, matemática, Geografia e História do Brasil e Amazonas.
3- Brigada Rio Grande do SUl
Português, Matemática, Direitos Humanos, Legislação Aplicada, Conhecimentos Gerais e Informática.
4-PM Santa Catarina
Portugues, Interpretação de Textos, Matemática, HIstória Geral e do Brasil, Assuntos Institucionais.
5-PM Paraná
Matemática, Português, Química, Biologia História, Geografia, Estatuto da Criança e Adolescente.
6- PM Sergipe
Matemática, Português, Geografia, História, Noções de Direito Noções de Informática
7-PM Espírito Santo
Conhecimentos Gerais, Matemática, Português, Geografia e História do Brasil.
8- PMERJ, por incrível que pareça:
Português, Matemática e Redação.
Por que não cobrar?
-Direito: Constitucional, Administrativo, Processual Penal, Penal, Penal Militar e, principalmente, Direitos Humanos;
-Informática;
-Atualidades;
-História e Geografia.
É só uma Opinião.

Anônimo disse...

ZERO UM, não faça isso, que tenha até prova, mais deixa como esta por tempo de serviço, existe DECRETO-LEI, se preocupe em pedir aumento, SERGIPE e BAHIA, já estão a nossa frente com menos de 200 anos, e já alcançaram a sua valorização, o senhor não fez tanta prova para chegar aonde chegou foi o famoso (QI) que indicou, para exercer este cargo, com várias gratificações, que seram incorporados quando deixar este cargo, então, faça a sua parte defendo os nossos salários e para de filosofar, digo, demagogia... o que queremos é salário, pega a famosa estatística e vê que o policial é merecedor, some a quantidade de armas apreendidas, drogas e pessoas, só este ano, vai ver o que faremos com um salário digno, isso com só 60% de dedicação a corporação, pois os outros 40%, esta dividido em segurança e família...

Anônimo disse...

Bem acho justo o policial ter que estudar, mas o que falar sobre os policiais militares com o RGs 53 a 55 mil, todos estes policiais foram injustiçados ficando de 13 a 14 anos sem a chance de fazer uma prova para cabo ou sargento, será que esqueceram o que aconteceu com 1992, onde todos que fizeram a inscrição para o concurso do CFS foram aproveitados, até mesmo aquelas com média abaixo de 5,0. Como ficaria este Policiais Militares, que hoje estão completando 20 anos ou prestes a completar, será que mais uma vez seriam deixados de lado por nossa coorporação. Bem como já foram muito prejudicados nesta Policia, posso esperar novamente ser arrebentado.
Porém quero dizer, que no tempo que não tive oportunidade de estudar na PMERJ, pois quando saiu prova para o CFS, em 92 tinha que ter 03 anos de policia, eu só tinha 02 anos, quando saiu prova para o CFS em 98, só poderia fazer a prova CB cursado ou com divisar confirmada, eu era cabo porém não tinha confirmado a minha divisa, por culpa da PM, em 2002 novamente teve a prova para o CFS porém novamente por culpa da PM eu ainda não tinha confirmado a minha divisa, só conseguindo reunir os requisitos para ser inscrito em 2004, porém os concursados de 2004sairiam Sargentos em 2005 (novembro) porém eu iria sair Sargento junto com o CFS/05, pergunto a vcs, valeria a pena...
Bem fica aqui meu desabafo, durante 19 anos de policia eu e os outros irmãos destes RGs, foram totalmente colados de lado, por nossa PMERJ.
Obs: Durante este periodo que não pude estudar estava fazendo bico, pra dar condições aos meus filhos pra estudarem!!

Sub Ten PM RG XX.XXX disse...

Boa noite Cmt. Minha continência. Gostaria de lhe dizer que muito tem me alegrado saber que podemos ter um canal de comunicação entre o comando e seus comandados, sem interferências de ninguém. Sei que ainda não é o ideal, aquilo que gostaríamos que fosse, pois ainda estamos escrevendo em sua maioria anonimamente, resquícios de uma política de punições e perseguições que esperamos ver acabada muito em breve. Espero que não demore chegar o dia em que possamos escrever aqui ou no blog oficial do Cmt Geral e expor nossas idéias, sugestões, propostas e críticas e nos identificar com nome de guerra e Rg sem medo de sofrer nenhuma represália, por parte de absolutamente ninguém. Esse dia será quando for dado a todos indistintamente o livre direito de expressão. Como já disse em um comentário anterior, desculpe se pareço impaciente, mas é que as mudanças nos instigam a querer cada vez mais, o que é muito natural. Agradeço-lhe por ter respondido a meu comentário anterior e quero lhe dizer que estarei sempre aqui comentando, sugerindo, criticando e aguardando respostas e soluções para os nossos problemas que não são poucos.
Cmt saiba que hoje em dia não acredito que a grande maioria dos leitores deste blog sejam civis, use-o para se comunicar com seus comandados, para informá-los de suas ações, planos e intenções.Saiba também que é preciso muita coragem para arriscar e inovar em uma instituição que tem 200 anos de tradição, mas que está ávida por mudanças, principalmente por mudanças que a humanize mais e façam com que os direitos dos seus integrantes sejam respeitados. Esperamos por isso há muito tempo.
Lembre-se que mudanças sempre desagradam a alguns, e que estes farão de tudo para desestabilizá-lo, mas que a grande maioria está depositando muitas esperanças em suas ações. Cmt, tenha fé em Deus e os pés no chão, olhe pra frente mas não se descuide da retaguarda, e principalmente ouça a todos, ouça muito, principalmente as camadas mais sofridas, os praças, pois estes é que sabem melhor como é o dia-a-dia da prática de um PM. Lute por seus anseios e nunca sucumba a outros interesses que não a melhoria da segurança pública desse estado que certamente começa com a melhoria das condições de trabalho e benefícios dos responsáveis por ela.
Continuamos aguardando por novidades, e parabéns por acabar com as penas restritivas de liberdade (coisa dos tempos da escravidão).
Que Deus lhe abençôe e lhe oriente em suas decisões.

Anônimo disse...

Caro Comandante, apesar de não fazer parte das fileiras da PMERJ, é com grande satisfação que vejo V. Sa. assumir um dos cargos mais difíceis da atualidade. Como disse Rousseau "O homem é fruto do meio em que vive", o Sr. sabe disso muito melhor do que eu, pois sou apenas um curioso, a "má fé" ou "falta de caráter" está relacionada a comportamentos da nossa sociedade, todos sabemos que o impasse é social, e na cadeia hierárquica do poder público a Polícia é tratada como "bode espiatório", condenada por ações errôneas publicamente por seus superiores, tentando responsabilizar "A" ou "B" pelos fatos, o que na minha opinião é assinar um atestado de imcompetência, pois creio que se trata de uma Corporação, e sabemos que são falhas estruturais e ocorrem de "cima para baixo". Resido no Jardim Novo - Realengo, um lugar esquecido de jurisdição do 14º BPM, onde uma das maiores felicidades dos moradores foi ter um PPC, coisa que nunca havia acontecido, logo retirado como um doce que sai da boca de uma criança, acredito eu, por ordem do Sr., que aposta numa política de patrulhamento móvel das ruas, porém no nosso bairro não aconteceu, pois os delitos e óbitos não costumam ser capa de Jornal, como Tijuca etc..A presença da polícia aumenta a sensação de segurança, prova de que a Corporação sobrevive a todos os bombardeios diários, no entanto, V. Sa. sabe o que está fazendo, todos nós desse humilde bairro esperamos não ser esquecidos pelos senhores. Força, coragem e sorte nesta difícil missão.

JOSÉ SANTOS - 1º Sgt PM Ref disse...

Muito bem Sr Comandante, digo com toda certeza, o Sr está começando a comandar de uma forma correta, clara e justa, pois o policial militar, principalmente os cabos e sargentos devem ser o primeiro defensor da sociedade e representante incondicional do comando. Em pleno século XXI não de pode colocar nas ruas, homens exibindo bonitas e numerosas divisas, sem um conhecimento pleno da sua missão, muitas das vezes servindo de chacota para o cidadão, por não saber desenvolver muitas das ocorrências cotidiana. Eu, apesar de não ser um intelecto policial militar, na humildade sempre gostei de pesquisar, estudar e aprender o máximo possível para exercer de forma capaz a minha missão. E concluo dizendo, só com estudo a Polícia Militar chegará a um patamar maior. Aprovo com toda certeza o incentivo aos novos policiais a buscarem uma carreira através dos bancos escolares. Parabéns, estais neste momento marcando um gol olímpico. Bom comando e tenha uma boa noite.

Sônia Andarilha disse...

Prezado comandante e conterrâneo, não entendo muito de patentes, mas creio que acionei um cabo da PMERJ, aproximadamente às 11h do dia 20 p.p., porque passei por uma situação extremamente constrangedora na esquina das Ruas S. João e Vde. do Rio Branco, no centro de Niterói. Para mim, que talvez seja "quadrada", AQUILO era um atentado ao pudor. Entretanto, o policial militar que vinha passando na hora, falando ao celular com alguém chamado "amor", sequer olhou e deu o diagnóstico: "é doente mental, senhora, chama o bombeiro..." Eu não sabia que a PM trabalhava com psiquiatras fardados percorrendo as ruas. Mas sou chata, admito, principalmente quando se trata de salvaguardar meus direitos de cidadã. Insisti com o policial (creio que era um cabo, porque trazia duas coisinhas daquelas na manga da farda; desculpe-me, não sei o nome daquilo: acaso é galão?), cujo nome é Franklin e que deve pertencer ao 12º BPMERJ, para que ele fizesse alguma coisa e ele me disse que já havia respondido a processos "por meter a porrada em caras como aquele"(sic). Praticamente empurrei-o para que agisse e, no exato momento em que o policial fortão, de olhos claros, talvez verdes, e até bonitão, aproximou-se do indivíduo indecoroso (fiquei parada, vendo o que ele ia fazer), não é que o indecente agarrou uma garota que por ali passava???!!!... Diga-me, caro Comandante, agi corretamente insistindo com o policial para que ele tomasse uma atitude? Tenho diversos amigos e até parentes nos quadros da PMERJ, não condeno os policiais que matam para não morrer, sei que a maioria expressiva da corporação é formada de homens e mulheres dignos, íntegros, corretos, merecedores do meu respeito. No entanto, o "modus operandi" daquele policial não me pareceu muito correto. Para ele, quem devia resolver o problema era EU, sim, EUZINHA... Bem, mas quando viu o homem com a genitália exposta agarrando uma moça, ele decidiu dar-lhe alguns tapas nas costas e empurrá-lo até onde minha vista não mais os alcançavam. Desejo-lhe sinceramente êxito nesta nova, árdua e espinhosa missão que ora inicia. Sucesso!

Sônia Andarilha disse...

Prezado comandante e conterrâneo, não entendo muito de patentes, mas creio que acionei um cabo da PMERJ, aproximadamente às 11h do dia 20 p.p., porque passei por uma situação extremamente constrangedora na esquina das Ruas S. João e Vde. do Rio Branco, no centro de Niterói. Para mim, que talvez seja "quadrada", AQUILO era um atentado ao pudor. Entretanto, o policial militar que vinha passando na hora, falando ao celular com alguém chamado "amor", sequer olhou e deu o diagnóstico: "é doente mental, senhora, chama o bombeiro..." Eu não sabia que a PM trabalhava com psiquiatras fardados percorrendo as ruas. Mas sou chata, admito, principalmente quando se trata de salvaguardar meus direitos de cidadã. Insisti com o policial (creio que era um cabo, porque trazia duas coisinhas daquelas na manga da farda; desculpe-me, não sei o nome daquilo: acaso é galão?), cujo nome é Franklin e que deve pertencer ao 12º BPMERJ, para que ele fizesse alguma coisa e ele me disse que já havia respondido a processos "por meter a porrada em caras como aquele"(sic). Praticamente empurrei-o para que agisse e, no exato momento em que o policial fortão, de olhos claros, talvez verdes, e até bonitão, aproximou-se do indivíduo indecoroso (fiquei parada, vendo o que ele ia fazer), não é que o indecente agarrou uma garota que por ali passava???!!!... Diga-me, caro Comandante, agi corretamente insistindo com o policial para que ele tomasse uma atitude? Tenho diversos amigos e até parentes nos quadros da PMERJ, não condeno os policiais que matam para não morrer, sei que a maioria expressiva da corporação é formada de homens e mulheres dignos, íntegros, corretos, merecedores do meu respeito. No entanto, o "modus operandi" daquele policial não me pareceu muito correto. Para ele, quem devia resolver o problema era EU, sim, EUZINHA... Bem, mas quando viu o homem com a genitália exposta agarrando uma moça, ele decidiu dar-lhe alguns tapas nas costas e empurrá-lo até onde minha vista não mais os alcançavam. Desejo-lhe sinceramente êxito nesta nova, árdua e espinhosa missão que ora inicia. Sucesso!

sub zero disse...

SR COMANDANTE Boa noite,até estava me empolgando com suas ideias e diretrizes que estão revolucionando a nossa PMERJ,confesso que já estava se acendendo em mim aquela vontade voluntariada de voltar a trabalhar na rua ,haja visto que dela estou fora já fazem 2 anos,foi quando eu cai na real de que o certo era o errado e o errado era o certo,as vezes depois de muitas ocorrências de grande vulto,onde se tinha muitos presos;armas;resgate de vitimas,ficava decepcionado com meus superiores oficiais,poís não me davam nem parabéns e se quer um elogio,mas também como poderiam fazer isso,eu não era um de seus homens de confiança"gat;patamo;aptran ou mptran,não os procuravam às sextas para apertar-lhes as mãos,ou até mesmo fazia aquelas festinhas particulares em sitios onde só entra pm e puta,mas isso ja está superado deixa para lá é o sistema.Porque o SR já estava resgatando em mim aquele desejo enorme de combater a criminalidade que só me lembro te tido nos 5 primeiros anos de polícia

Mário Sérgio de Brito Duarte disse...

Prezados comentaristas

É natural que saiamos em defesa urgente de nossas necessidades e, o tema proposto, "valorização via promoções", seja compreendido como potencialmente perigoso.
Nos acostumamos a isso por muito tempo: julgar preciptadamente.
É assim mesmo, isso é esperado.
Mas, depois, quando saímos da caverna de nossas acomodações descobrimos que o que parecia inaplicável foi justamente a solução que se tateava nos escuro.
Estou seguro quanto a capacidade de análise de todos, oficiais e praças, como estou certo da reação contrária de primeiro momento antes das análises mais profundas.
Sobre a conduta do policial aqui narrada por Sonia Andarilha, garanto-lhe que irás encontrar outros cem policiais militares dos quais terás muitos motivos para elogiá-los.
Como eu mesmo, nós erramos e acertamos e espero que a conduta desviante do policial que não atendeu a senhora como deveria, não se repita por uma vontade dele mesmo, consciente da dimensão de sua graduação e sua profissão.
Abraços a todos.

sub zero disse...

continuaçã:Agora vem o SR querendo dificutar a nossa única forma de receber um aumento sem depender diretamente de um governador,SR CMT,pelo amor de DEUS se coloque em meu lugar,estou na PM hà 12 anos e meio,durante meus 10 primeiros anos de polícia não houve nenhum concurso para sgt ou cb,minha turma sofreu muito pelo descaso de vários CMT´s que naõ achavam que era necessário estudar para crescer profissionalmente,não fomos nós os culpados,hoje minha situação é a seguinte:sou cabo por tempo,recebo 1.670 r$ bruto e 900 r$ liquidos,sou toltamente dependente da minha segurança,o SR acha que vou querer estudar "fazer flandu,maracanã,op praia,carnaval" ...por um ano para depois ganhar só mais 200 r$ prefiro reformar como cabo velho,sem confirmar a divisa para não perder o bico,SR CMT se coloque no nosso lugar por favor,abraço e boa sorte.

Mário Sérgio de Brito Duarte disse...

Prezado subzero

Pense na hipótese de cursos à distância, ok?

Anônimo disse...

Prezado Comandante Geral, Venho por meio desta, sugerir um idéia. Já que estamos com poucos policiais nas ruas, e muitos também já estão se aposentando, porque não convocar os candidatos inaptos na redação por décimos do concurso anterior de 2008, ao invés de aguardar os aprovados do próximo concurso ainda?
No concurso do ano de 1999, diminuiram a média do exame intelectual, e porque não nesse concurso de 2008, fazer uma nova convocação desses 3500 canditados inaptos na redação?
desde já agradecido, Bruno.
ADSUMUS

Anônimo disse...

SENHOR COMANDANTE;
SOU PRAÇA. NÃO USO O WORD PARA ESCREVER E MUITO MENOS CONFIRO SE ESQUEVI DIREITINHO OU MESMOS SE ERREI UMA LETRA, MAS GOSTARIA DE LER AQUI OU EM QUALQUER OUTRO LUGAR UMA EXPLICAÇÃO MELHOR SOBRE SUA PROPOSTA, FALOU MUITO DOS PRAÇAS, MAS E QUANTO AOS OFICIAIS? SERÁ QUE PELO FATO DE NÃO ESTAREM NAS RUAS A FRENTE DE BATALHA SUAS PROMOÇÕES PODEM SER POR TEMPO, ELES NÃO PRECISAM DE MAIS NADA ALE´M DE ESPERAR O TEMPO?
NÃO ENTENDI SUA FILOSOFIA.

reflexão e participação de todos.

Toda promoção é meritória, mas em honra à importância da graduação de Cabos, Sargentos e Subtenentes, vamos construir, juntos, uma carreira na qual não haja qualquer dúvida disso.
Somos uma Corporação de Bravos.

SERÁ QUE OS OFICIAIS NÃO TEM HONRA Á IMPORTÂNCIA, POR ISSO CONTINUARÃO A SER PROMOVIDOS SEM AUMENTAR O INTERTICIO?

POR FAVOR, SOMOS PRAÇAS, FICAMOS NA LINHA DE FRENTE, BALA DE FUZIL NÃO SE DESVIA DOS INTELECTUAIS, MAS ACERTA NOS LINHA DE FRENTE. ESSES CURSOS E FICANDO MAIS TEMPO COMO SOLDADO VÃO DAR CORAGEM? POIS PARA SUBIR MORRO TEM QUE SER HOMEM DE VERDADE. COM A PALAVRA O SENHOR CAVEIRA 37.

SUB ZERO disse...

AGORA SIM,COMANDANTE,MUITO OBRIGADO PELA RESPOSTA.

Anônimo disse...

Sim comandante!! Seria uma boa ideia o curso a distância!! Pois tbm sou um prejudicado, por administrações passadas, onde fiquei 13 anos impossibilitado de fazer concurso interno! Ora nao tinha completado 3 anos, ora era Cabo mas não tinha divisa confirmada, e depois ficou este periodo sem concursos!! Eu era um Cabo de fato e respondia como tal, mas nao tinha nenhum direito...

Rafael Cardoso disse...

Bem...

Acredito que muitos aqui já tenham ouvido falar da PEC300.

Uma emenda constitucional, que visa equiparar todos os salários de Policias Militares e Bombeiros de todo o Brasil, com a PM do distrito Federal (algo que gira em mais de R$2.000)

No entanto, para que se faça valer isso, caso realmente saia do papel, é necessário aumentar muito o nível intelectual do concurso da PMERJ. E também, dos que já fazem parte da instituição.

Amigos, estou prestes à entrar na instituição (Concursado de 2008) e acho justo que a PMERJ ganhe muito mais, porém, é preciso termos pessoas mais capacitadas, estudadas que justifiquem o salário.

Claro que o dia a dia de um PM do RJ, já o faria merecer R$10.000 mensais... Mas, a questão é capacidade intelectual...

Já vi muitas vezes um Sgt, Cb ou mesmo soldado parar um carro numa blitz, e o motorista , mesmo errado, se achar mais do que o Policial Militar, simplesmente por cursar uma faculdade de direito, ser filhinho de papi e etc.

CHEGA! Vamos moralizar a PMERJ de vez... Quanto mais capacitados os nosso combatentes forem, MAIS TERÃO MOTIVOS E ESTARÃO RESPALDADOS À COBRAR SEUS DIREITOS!

Eu, que se Deus quiser, em breve estarei no meio disso tudo, dou meu apoio, e vou procurar ao máximo estudar e adquirir meus direitos!

Reflitam, pensem no amanhã, e vejam o quanto é importante o investimento, acima de tudo, no homem...

ROBELOBLOG disse...

Com inusitada satisfação acabo de ler essa postagem! Em meus quarenta anos de sargento, sempre estive imbuido do espírito de que esse importante segmento da nossa corporação carecia de ser valorizado. Na ativa dei minha sólida contribuição, participando do grupo que elaborou o ante-projeto do vigente RPP, cuja originalidade veio a ser banalizada com o acesso por tempo de serviço, obtido de forma canhestra e deplorável.
Hoje muitos incompetentes, despreparados ostentam divisas, sem saber usá-las. Aos antigos dê-se ganhos compatíveis. Aos competentes, dê-se a ascesão.
Oxalá, soprem novos ventos na administração da PMERJ e o bolor e o marasmo seja passado a limpo, e novos rumos saudáveis e promissores estejamos a conquistar.
A propósito, vamos melhor aproveitar os "VETERANOS", que podem perfeitamente executarem o "POLICIAMENTO INVISÍVEL", propiciando grande aporte aos companheiros da ATIVA, nesse imponderável "FRONT", que estamos envolvidos.
DEUS AJUDE AOS VERDADEIROS HOMENS DE BEM, QUE VESTEM NOSSO GARBOSO UNIFORME, A SOLDO DE VIL PROVENTO.
ROBELPA

Anônimo disse...

Vejam a pérola registrada no Blog do Jornal Extra- Casos de Polícia

Leia os comentários:

Metas e gerencialismo: como reduzir números e não resolver problemas
O estabelecimento de metas para as polícias no Rio de Janeiro foi comemorado com um certo exagero e nada de novo no front. Estabelecer metas e premiar as unidades já foi feito no Rio de Janeiro, quando as AISP foram implantadas, sem que os resultados tenha>...
Enviado por Ana Paula Miranda - 7/7/2009 - 10:40

Exibir comentários.


Apelido: bondjamesbond - 7/7/2009 - 16:23
Ao menos o Coronel Mário Sérgio ainda não existe uma mácula para sujar seu lindo uniforme de gala.

Principalmente de sangue humano.

A sua antecessora Professora Ana Paula Miranda, escutou o (GALO CANTAR) a respeito de segurança pública. Deu um golpe no seu criador o DA SILVA, colocou uma patotinha de amiguinhas e amiguinhas no ISP. Foi unha e carne com Garotinho e sua Rosinha.

Posteriormente tentou se aproximar da cúpula do PMDB via seu outro mestre o KANT (UFF). A, i se deu com os burros na água e saiu por ai tal qual uma doida dando porrada no Sérgio Cabral e Beltrame.

Agora dizer que ela é uma deusa! Só se for felliniana hahahahah!


Defecou no prato que comeu seu carguinho de 7 mil reais!

O Brasil precisa de médicos, biólogos, matemáticos e físicos. Essa camarilha de pesquisadores, antropólogos e sociólogos, astrólogos, policiólogos, etc. devem dar AULA! Já basta!


Este comentário é ofensivo ou inapropriado?
Denuncie aqui

Mônica (Praças da PMERJ) disse...

Sr. Comandante a bola fora a que me refiro não são as chances de ascenção para quem estuda, isso é mais que justo, só que oito anos para sair cabo já é um tempo longo, sendo que esse cabo ainda tem que confirmar a divisa que "ganhou" em curso. O que nos deixa chateados é que o senhor sabe que um aspirante não faz confirmação de nada para chegar até capitão no mesmo tempo, oito anos. Para sargento a mesma coisa, não falo por mim já que há algum tempo galguei a graduação de 3º Sgt por tempo, mas pelos que faltam um ano ou dois para sair cabo. Quem estuda e se esforça tem todo o direito de subir mais rápido, mas não é justo cortar as asas dos que entraram na polícia pensando que sairiam, pelo menos, como 2ºSgt. Repito, para subir por tempo tem que se confirmar divisa e é nesses cursos que o cabo e sargento aprendem o que é sua nova graduação, ou deveriam ser, se esses homens não fossem empregados em outros fins que não o didático, acredito ser de seu conhecimento que nos cursos somos empregados mais tempo em faxinas e Maracanã do que em salas de aula. O senhor, por enquanto, ainda é o melhor que sentou na cadeira de comandate da PMERJ. Mas sou praça e penso muito diferente do senhor que é oficial, que foi a capitão sem ter de fazer nada, no mesmo tempo que eu cheguei a cabo já que no tempo não haviam provas para minha ascenção.

Anônimo disse...

Sr. Cel Mário Sérgio, gostaria de saber o que o Exmo Sr Governador e o Ilmo Sr Secretário de Segurança disseram ao Cmt para convencerem a assumir o comando geral da PMERJ?

E qual foi a sua resposta?

E se o senhor acha que pode comandar uma instituição que já deu várias provas de entrega, inclusive com a própria vida, para essa sociedade e ainda assim criticada pelos políticos de carreira como os nossos, já citados acima?

E como pensa obter respeito e subordinação de oficiais e praças se até o momento só fomos enganados por essas pessoas que nos comandam dentro e fora da PMERJ?

Não acredito que o senhor ainda acredita em papai noel!!!

Se pensa resolver os problemas da PMERJ mudando os móveis de lugar e não oferecendo salários condizentes num curto prazo, vai parecer que é mais um marionete do governo, posto ai para segurar a tropa por algum tempo.

Queremos saber de algo concreto a curto prazo!

SALÁRIO DIGNO!!!!!!!!!!!Chega de gratificaçãozinhas para poucos, bonus para outros poucos e pecúnias para alguns mais chegados em épocas pretéritas.

Acabe com esse problema de alguns espertos ganharem a malfadada pecúnia por bravura, por moral, por administração e outros nomes dados, tem PM que naquela época estava com seu nome em todas as ocorrências e hoje parece que morreu!!!!nem se ouve falar!!!

Dê pecúnia para todos os que não tem.

ASS. Policial Militar.

Anônimo disse...

Sr. CMT GERAL:
Meu comentário nada a ver tem com o que o Sr. postou...mas aqui vem um pedido de uma FEM para o sr:

Gostaria que o sr. desse uma atenção especial à discriminação contra FEMs na PMERJ. Pois existem comandantes que não gostam de trabalhar com fems e que quando assumem um comando, retiram as fems dos serviços aos quais elas desempenham à anos (e desempenham com maestria), única e exclusivamente para dar lugar à homens. Isso é um absurdo que deve ser combatido, ou então aqui vai um pedido ao sr., que não se abra mais concurso para fems, uma vez que nós sofremos muita discriminação, uma discriminação disfarçada...velada. Aqui vai um pedido para o sr., não de uma fem, mas sim de uma dona de casa, esposa, mãe, que merece ser respeitada, todas nós...sem excessão, da mais moderna recruta a mais antiga Oficial.
Desde já agradeço
SD PM FEM

Anônimo disse...

Com meus respeitos, Sr. CMT!!!
É louvável as intenções de V.Sa. em qualificar a tropa.
Por experiência própria, digo o seguinte: fui cabo e sou sargento, ambos por concursos, sendo aprovado sempre nas primeiras provas e concluindo sempre com ótimas colocações. Sou vibrador e amo o que faço, pois sou militar desde os 16 anos, onde ingressei nas FFAA por concurso.
Pena, que nossa realidade atual é diferente. Conheço SGT de concurso que aguardam por até 12 (doze) anos na mesma graduação para ser promovido, chegando ao ponto de um Cabo de tempo ultrapassá-lo e ficar mais antigo que o concursado. Farei 03 (três) anos na graduação de 3.º SGT e não tenho a mínima idéia de quando serei promovido, apesar do Regulamento de Promoção de Praças (RPP) dizer que são 06 anos, podendo ser a metade, caso haja vaga (atualmente há vagas).
Quando soldado ganhava aproximadamente 05 (CINCO) salários mínimos nacionais. Hoje, na condição de Sargento, ganho menos que 04 (QUATRO) salários mínimos.
Na certeza de que deixei minha singela sugestão, me despeço desejando-lhe uma excelente gestão frente a nossa tropa.

Anônimo disse...

SrºCMD Máro Sérgio,
ingresei na PMERJ como soldado em 1999, com a decisão de entrar na APM D. João VI, estudei muito, mesmo tendo que fazer segurança, chequei a ser chamado de "maluco" por meus amigos, enfim, várias injustiças foram feitas, algumas pessoas qua não tinham direito entraram,( se não me engano 2003) pois só porque haviam feitos os exames se acharam no direito de brigar pela vaga e o desgoverno garotinho autorizou a entada deles, houve concursos que eram de 120 vagas mas só entraram 60 alunos pois não houve reclasificação( eu era o 150 colocado, como + ou - 60 foram reprovados, resolvera não chamar mais ninguém.
Já houve concurso para APM que no edital rezava que não iam chamar os excedentes (exemplo do Último) e chamaram mais de 100 acima do edital , há especulação que havia um filho de Cel nesse bolo.
Em fim, hoje estou cansado de ser injustiçãdo, não tenho mais animo de estudar, pois vejo na PMERJ uma madrasta, a prov de sgt foi uma marmelada etotalmente desorganizda,a unica sulução para mim é o empo de serviço, cansei de me esforça, quando vejo os que estão parados gnhando igual a mim
Cb ciclano

Anônimo disse...

Sr Comandante Geral,
Minha continencia. Coronel achei a intençao do senhor até boa em estimular os Praças para estudarem e conseguirem galgar a ascensao profissional. Eu sou SGT de curso CFS/2006 e no atual quadro que nos encontramos, mesmo com o aumento do QDE, só conseguirei ser promovido daqui a 06 anos, pois o almanaque das Praças está super excedente, por erros das administrações anteriores.
Uma sugestão é abrir o CAS a distancia para os companheiros que estão esperando para serem promovidos, só na minha Unidade tem uns trinta 2 SGT nessa situação. E que fosse criado um quadro de Praças promovidos por Decreto e de Praças promovidos por merecimento e antiguidade, sendo assim, poderiamos equacionar o nosso quadro.
Gostaria que o Senhor pensasse com carinho na possibilidade do 2 SGT com CAS, ter a condiçao de fazer prova para o QOA, pois ai sim o Senhor estara dando chances para os que realmente querem estudar, e que fossem realizados todos os anos concursos internos de CFC e CFS.
Apesar de tudo, eu ainda acredito no Senhor, pois o Senhor é sabedor de nossos anseios e creio que juntamente com o Sr CEL Millan, nos ajudara nessa empreitada dificil, que é dar um pouco de dignidade a todos nos Praças.
Um grande abraço, e nos encontraremos no QG, no encontro dos representantes de cada Unidade, onde terei o prazer de dialogar com o Senhor.
Fique com Deus!
Ass.: SGT Esperançoso 69.000

CB PM BARBOSA - DGP disse...

Caro Comandante,confesso que fiquei preocupado quando o Sr. falou em mexer na promoção por tempo,mas lendo sua postagem no blog ,pude entender seu raciocínio.
Sou Cabo, Promovido por tempo e creio que se tivesse oportunidade ,eu não pouparia esforços para hoje ser Sargento de curso.Pois da minha Turma já existe até aluno Oficial.
Quando abriu a prova em 2006 ,eu estava respondendo um CD,onde fui injustamente acusado de um crime que não cometi .Detalhe que eu já havia saído a sentença de Impronunciado .Mesmo sendo provada minha inocência eu ainda estava respondendo um Conselho que durou mais de 01 ano,e na data do Concurso para o CFS 2006 ainda estava respondendo o tal CD.

Anônimo disse...

Cmt, meus parabéns pelas mudanças e pelos projetos. A PMERJ anseia por reformulações. O que me preocupa são os "roda Presa"(elementos que não cogitam a possibilidade de mudança; que só conseguem enxergar o próprio umbigo).Discordo quando afirma que este blog é visitado por maioria civil; muitos PRAÇAS passeiam por aqui. É só mandar a MSG, que "tamo na escuta"

Anônimo disse...

A Promoção Por Tempo de Serviço é comparada a história daquela vaca que foi atirada no precipício. Aquele animal era a unica fonte de sustento de uma familia numerosa; e o que aconteceu com aquelas pessoas que dependiam daquele bendito bovino? O final dessa história é conhecidos por alguns; quem não conhece, pesquise.

Tenente Ferreira - CCI disse...

Comandante, existe um projeto que estuda o aumento das gratificações por conclusão de Cursos de Formação (do CFSd ao CSP). Aumentos significantes. Tal medida promove a vontade de se especializar. Imaginemos utopicamente que a DIFERENÇA do salário de um SD PM para um CB PM seja de R$ 1500,00. Com certeza a procura pelo CONCURSO do CFC irá aumentar de forma considerável. O mais interessante é que tal medida talvez seja economicamente viável ao Estado, tendo em vista que a maior parte de nossa Corporação é de SD PM. Fica a missão do Comando da Corporação em garantir Cursos anualmente, estabelecer critérios e avaliações mais rígidas, estabelecer regras e parâmetros para cada situação (o SD PM não pode fazer o CFC com menos de X anos de formado, por exemplo), dentro outros fatores. Isso proporcionará maior vontade da tropa em se especializar, além de oferecer a real ascensão em qualidade de vida (influenciada pela expectativa de VERDADEIRO crescimento PROFISSIONAL). Outros métodos de recompensa como pós-graduações, cursos, mestrados, doutorados etc; contribuirão ainda mais para a valorização do profissional da PMERJ. Além é claro da maior possibilidade das praças da Corporação atingirem o oficialato e, até mesmo, o círculo dos oficiais superiores. Acho este projeto incrível e viável, porém talvez ainda necessite de alguns dados, facilmente obtidos através da DGP.

Porém tenho que confessar que este projeto não é meu! Mas de um oficial bem próximo do Sr. Mais precisamente no EMG - Administrativo!

Forte abraço! Parabéns!

(*) Não precisa publicar esse comentário

Anônimo disse...

Meu Comandante, vou esperar que o Sr. nos passe mais informações, pois até o momento o que foi informado não agradou pois tenho 12 anos de Polícia e não tive oportunidade em nenhum concurso. Confesso ao Sr. que fiquei muito indignado quando vários PPMM de RG 74 até 80 milhão tiveram a chance de fazer prova e nós não. Hoje temos que aturar vários SGT miojo que não sabem nada do serviço policial. Então pense bem o que o Sr. pretende fazer para não prejudicar varios outro policiais.
Um grande abraço e sucesso.

CB PM JULIO 12º BPM disse...

Senhor Comandante! foram firmes suas palavras quando tratou dos bravos guerreiros de nossa corporação. Sou um Cabo guerreiro que ao longo de treze anos de serviço sempre esteve ao lado da sociedade, da comunidade fluminense, sempre compromissado com o Estado Democrático de Direito e fazendo juz a nobre juramento elencado em nosso estatuto, pois, em todo esse tempo, tanto de folga ou de serviço, sempre tirando das ruas marginais da lei, tais como: Traficantes, homicidas, estelionatários, assaltantes etc. Eu falo e comprovo, é só olhar em meus assentamentos. Eu sei CMT, que tudo o que fiz não passou de minha obrigação, mas o que eu quero dizer é que o PM tem que ser valorizado, incentivado, bem remunerado. Uma coisa eu digo, graças a PMERJ, mesmo com todo sacrifício consegui me formar em Direito, agradeço muito ao Cap Romeu, CMT do GPAE Cavalão na época e ao CEL Marcos Jardim meu CMT no 12 BPM na época, comandantes estes que permitiram essa vitória dando-me autorização para assistir minhas aulas (atraves de memorando), mas reconheço CMT, que muitos colegas tem dificuldades para estudar, nem todos tem CMTs comprometidos com a melhora da instituição, nem todos querem ver PPMM sábios e instruidos e com ampla visão de reconhecimento de causa, longe de mim CMT de fazer criticas ao meus superiores. O senhor está no caminho certo, valorize seu PPMM, estes guerreiros que arriscam a vida para defender a sociedade fluminense. E para terminar CMT, eu e minha guarnição estamos com um processo de promoção por bravura onde travamos um batalha com cerca de 16 traficantes da Grota do Surucucu, estes marginais da lei ao tentarem fugir tomaram como refens um casal que seguiam em seu automovel e voltaram para dentro da favela, imediatamente atentando para segurança dos mesmos e dos moradores, nos arriscamos e mesmo em inferioridade numérica logramos em libertar o casal incólome, com toda e devida proteção, apreendemos grande quantidade de entorpecentes, armas, prendemos dois criminosos e infelizmente tres vieram a sucumbir. As vítimas fizeram elogio de próprio punho enaltecendo a PMERJ, pois, o marginais a todo momento ameaçavam em tirar suas vidas. Diga meu CMT! esse não é um ato de bravura? Termino meu CMT lhe desejando saúde, força e sorte nesse novo desafio de estar a frente dessa gloriosa e bi-secular corporação.

CB PM RG 60.440 JULIO do 12º BPM.

Anônimo disse...

Sr Comandante,sou um SD que ano que vem iria a CB se o sr. não mexesse na promoção por tempo de serviço, fiz prova para SGT e não passei, lógico que isso foi incompetência minha, mas não preguiça. O único meio de aumento é a promoção por tempo de serviço, vai acabar com um fio de esperança de aumento real? Já fiz várias postagens elogiando as vossas atitudes, tais como, aperto nas escalas que prejudicaram um ou outro, me incluo, dar gratificação a quem for apto, sou apto, mas essa de querer acabar com a promoção por tempo de serviço vai atingir a todos, que o sr. faça isso, não promova, mas de o aumento devido de CB a quem completar 8 anos. Meu contra-cheque nem margem tem mais, sei que o sr. não tem nada a ver com isso. Não peço que o sr. nos ajude com salários pois isso é competência do governador que já provou ser um tirano e não está nem aí pra gente, já sabemos, mas que sr. não atrapalhe. Já postei vários comentários no blog praças da PMERJ contra o último CG, mas o sr. é diferente, estava acreditando e continuarei acreditando no sr. A tropa ou boa parte dela está depositando confiança no sr., mas com isso tenho certeza que será um mal que nos causará. Leia os comentários nos blogs e verá a reviravolta que está causando este assunto.

Anônimo disse...

a idéia seria interessante se fosse haver realmente provas, mas com certeza o tempo vai aumentar e as provas não vão acontecer, por isso o praça vai sofrer ainda mais.

Anônimo disse...

Ilmo Sr. Comandate geral, honrado em comprimentá-lo, primeiramente minha sincera continência. goataria de informar ao Sr. que aprovo, esta decisão de ser valorizar o PM, que se dedica ao estudo , pois os 3°, 2º e 1º SGT, estão atuando fora de sua atividades, institucionais, pois como aprendi no CFS/2001, os Sgt(s), devem sempre estarem aprimorados, pois conforme, normais legais, somos empenhados como escrivão em IPM, APF e averiguadores, não desfazendo dos promovidos por tempo de serviço, pude observar no CFAP, os sargentos que estão confirmando divisa, muitos claramentes, não estão preparados para exercerem funções que a graduação exige. Gostaria que vosa senhoria, desse mais atenção aos Sargentos que engresaram na graduação, pelo critério de merecimento intelectual. que o senhor faça cumprir o intertício previsto na RPP, pois não acho justo ser promido pro força do dfecreto nº 2166/96(tempo de serviço. Que Deus lhe abênçoe, lhe dando sabedoria e saude, pois sei que será um caminho difícil para o senhor. Novamente minha continência e permissão para me retirar. 2º SGT André- 4ª DPJM.

anonimo disse...

Espero que minha postagem seja aprovada.

Anônimo disse...

Seria muito bom se a Polícia fosse séria.... Abrem 300 vagas pro CFS. e chamam mais de 2.000! è brincadeira neh...Abraços!!!

Anônimo disse...

Caros amigos!!! Seia muito bom se a Polícia fosse Séria, mais não é! abrem 300 vagas pro CFS/2006 e chamam mais de 2.000!!! Brincadeira neh...Abraços!!!

Flavio disse...

Hoje comumente encontramos aqueles que se postam a criticar uma ação humana, contudo, quando postos a conjugar os fatos por estes praticados, colocando todos em um mesmo grupo por vezes se contradizem.

É comum julgar o homem pela prática de atos comuns em sua vida, porém, dada a instabilidade do indivíduo em seus costumes e opiniões, muito me parece inoportuno oferecer a todos uma ideia bem assentada e lógica. Talvez. Digo! Talvez, uma analise levada ao âmago do proposto i.e., fim das promoções por tempo, e ou, o aumento deste, podemos crer realmente ser uma forma de elevar o grau de “profissionalismo”, ou até mesmo valorizar cada “degrau” na carreira Policial. Em todas as carreiras.

Seria a decisão mais acertada? Quem pode afirmar? O que se sabe hoje, e acredito que há muito tempo, é que a PMERJ traz problemas que, dado o tempo de persistência, pareciam enraizadas na Instituição, mas que agora encontram um ceifador. Mas a que preço?

Bem, a meu ver esta seria (se não é?) a resposta mais difícil, pois como poderíamos afirmar, “hoje”, o que pode ser declarado como uma decisão acertada ou não?
Procurando encontrar a resposta para a pergunta procurei inferir algumas colocações aqui postadas e me vi diante de muito mais perguntas a responder do que respostas a oferecer, levando-me a pensar que, encontrada soluções para tais perguntas acabaria por encontrar uma resposta mais bem assentada a oferecer a todos.
Mas como oferecer uma única resposta a inúmeras pessoas que em suas vidas trazem inúmeras variáveis?

O Policial Militar, a meu ver, vive em um determinismo, onde muitos são os fatores que o leva a agir de determinada forma, sendo um verdadeiro fruto direto do meio. Onde por anos (talvez não só 20 anos) teve que encontrar meios para manter a dignidade de sua família ante as inúmeras e intermináveis necessidades do gênero humano. Muitos procuraram, e procuram ainda hoje, na segurança privada a ajuda financeira necessária a manutenção de sua família, já outros se investem do espírito empreendedor e se lançam nos pequenos negócios, mas ambos, em tese, com um único objetivo. A dignidade.
Muito provavelmente alguns devem estar se perguntando: Qual seria o fator determinante para isso? Fator esse que leva a maioria dos Policiais a recorrerem à necessidade de uma segunda jornada.
Seriam as defasagens salariais? A falta de reconhecimento? Ou uma cultura institucional? O que sei é que Muitos podem ser os fatores que os levaram a isso. E isto é um fato que não podemos negar, assim como, neste momento, mostrar qual é a decisão mais acertada, será uma dificuldade que não podemos ignorar.

Talvez, se encontrássemos juntos uma resposta para esta pergunta possamos oferecer, com certa dose de certeza, respostas sobre quais seriam as decisões mais ou menos acertadas, levando em consideração o ceticismo de nossos Policiais. Tornaram-se assim devido às inúmeras propostas de mudanças, mas que nunca foram efetivadas a contento.

Indivíduos que devido sua postura ceticista colocam-se por vezes a omitir-se e noutras a criticar. O que de certo em nada nos ajudou até hoje.

Comandante, o mais importante de tudo é agir para que possamos tirar as discussões do mundo das ideias e trazê-las para o mundo das realizações, mas sem esquecer nossa realidade.

Flavio Cunha – SDPM.

Anônimo disse...

Sr. Comandante;

Dê uma atenção especial ao caso da discriminação contra FEMS na PMERJ...em especial FEMS PRAÇAS...
Somos mães, esposas (inclusive de Polciciais Militares) e donas de casa...
Merecemos respeito...somos profissionais como os masculinos!

Obrigada desde já
SD PM FEM 84 "milhão"

marcelo disse...

Prezado CMT, fico muito feliz e esperançoso por ter o Senhor a frente de nossa PM, por conhecer o seus pensamentos e suas muitas ideia, ja que fui seu comandado no 22, por isso posto esse comentário sem me ocultar.
tenho visto tamanha mudança em meu Bpm(expediente todo enxugado e etc)e acredito que essa mudança esta estendida em toda Pmerj, isso já deveria ter sido feito a muito tempo. Então eu pergunto? porque não ir alem estender aos policiais que trabalham em presídios, ou os que estão a disposição de algum orgao do estado? teríamos um aumento significativo no efetivo e mais policiamento nas ruas.
Bom sei que o Sr fará tudo que for possível e o que todos nos esperamos.

CB Lorenzo disse...

Por favor Coronel, não temos NADA, e o Senhor ainda quer tirar esse pouquinho que temos? Ninguém é contra a valorizar quem estuda, quem tem nível superior, mas Coronel, a maioria depende dos bicos pra SOBREVIVER, não faça isso, pois um dia o Senhor sai, e então tudo voltará ao normal, e então perderemos um dos poucos benefícios que temos.

Coronel, vários colegas tentam estudar mas são massacrados pela escala, nem quando tem prova somos liberados, ja tranquei 3 faculdades... e cheguei a conclusão que não tem como!!!

Uma coisa eu digo, não posso me dar ao luxo de largar meu bico, que sou obrigado a fazer, infelizmente, para passar aquela temporada no CFAP... de extras, e praias e nada de instrução!!! O que se aprende lá Coronel?

Anônimo disse...

Sr Comandante Geral, as mudanças nos critérios de promoção vão acontecer somente para os praças?
Gostaria de saber se já existe algum estudo para reformulação do critério de promoção para oficiais, já que são observados também alguns equívocos no oficialato, ou seja, oficiais despreparados e descompromissados com o exercício de algumas funções justamente pelo fato das promoções serem automáticas. O sr. não acha que a promoção por tempo de serviço desestimula os bons policiais e comtempla os maus que apenas se escondem e se omitem deixando apenas o tempo passar e nivelando a nossa corporação por baixo?
Um abraço!

DEXTER851 disse...

CMT,COM RELAÇÃO AOS POLICIAIS DE GR 58/59/60 MIL QUE SERIAM PROMOVIDOS POR TEMPO A PARTIR DE 2010,NÃO SERIAM NOVAMENTE PREJUDICADOS POIS POR UM LONGO PERIODO OS MESMOS NÃO PUDERAM PRESTAR CONCURSOS INTERNOS.

SD PM FREZE disse...

Ilmo. Sr. Comandante Geral
Sr. Cel PM Mario Sérgio de Brito Duarte.
Venho através deste, parabenizar pela assunção de Comando, que de certo há muito trabalho para ser realizado, com relação a vários assuntos que diariamente devem ser trazidos ao vosso conhecimento.
Bem, o que me traz aqui na verdade, é poder expressar minha idéia sem ter que me esconder, por que sei que o Senhor é aberto a idéias e o fato de propor uma escolha de militares, que devem ser eleitos pelos seus pares, a fim de servir de elo de ligação entre V. Sª. Comandante Geral e a tropa, demonstra ser vossa pessoa o líder para nos comandar.
Me identifico com V. Sª. quando diz que a qualificação que busca implementar a nós subordinados, é no intuito de ver policiais militares com nível intelectual elevado, discutindo e colocando idéias próprias, conciliado às da Instituição em prol da população.
Quanto a última notícia, já provoca muitos rumores, sendo o aumento do lapso temporal anunciado para as promoções. Quando vi no Jornal "O Dia", me senti um tanto que ameaçado. Isto porque, não é pela nova condição que é proposta, mas sim pela idéia atual que se tem com relação às promoções. Veja o Senhor, que estou há 04 anos na PMERJ, e até hoje não pude fazer nenhum concurso para ascensão profissional.
Ficam indagações:
1)Serão abertos concursos regularmente para ascensão profissional?
2)Haverão vagas suficientes para todos os que passarem nos concursos?
3)Haverão mecanismos controladores do "funil" para que haja o fluxo regular de ascensão funcional?
4)Será pensado uma escala que favoreça os estudos dos PPMM, que por muitas vezes se vêem investidos em outra profissão, para complementar renda? Normalmente são aqueles que possuem dependentes é que se encontram nessa situação.
5)Os serviços extras serão continuamente exigidos ao policial militar cumprir?
6)Haverá o retorno da gratificação de habilitação profissional aos Soldados e Cabos que se especializarem, retirado de forma castradora de direitos, que certamente era um incentivo para o militar buscar estudar e principalmente, permanecer na tropa?
7)A qualificação teórica, principalmente na área do direito, não poderia ser implementada, a fim de clarear situações que lidamos nas ruas, que muitas vezes se traduz em excessos?
Bem, quando pensamos em qualificar o policial, deve ser pensado em todos os sentidos, não somente visando a promoção, mas a remuneração. O Senhor já deve estar cansado de ouvir pedidos de aumento. O fato é que colegas que fazem o bico, teriam condições de concorrer em concurso em pé de igualdade?
Ao mesmo tempo que acho excelente a iniciativa de exigir a qualificação do profissional de segurança, através de concursos, etc, vejo também por outro lado, que a adequação da escala de serviço juntamente com a qualificação, pode não se ajustar, trazendo transtornos a ascensão profissional.
Hoje, infelizmente, a ascensão funcional é uma forma de se obter aumento, que se for pensado em tempo, 08 anos é muita coisa para se obter um ganho financeiro. É uma realidade horrível, mas que se faz presente.
Sr. Comandante Geral, Sr. Cel PM Mario Sérgio de Brito Duarte, tomei a liberdade de encaminhar essas minhas dúvidas, que certamente estamos muito ansiosos em ajudar na busca de soluções para nossa profissão, que tanto nos honra.
É com muito entusiasmo que me despeço do Senhor Comandante, e que depositamos muitas esperanças em V. Sª. para as mudanças que necessita esta Instituição PMERJ, família maravilhosa, para a glória de seus Policiais Militares que estarão imbuídos numa luta, se nos sentirmos realmente apoiados em realizar nosso trabalho policial militar, trazendo para a sociedade a segurança que é necessária para o convívio entre todos.
Sem mais para o momento, e certo de estarmos ingressando em nova era na Polícia Militar, despeço-me,
SD PM RG 81.308 Rodrigo FREZE Panuccio.

Anônimo disse...

SARGENTO DE CURSO

CMT, MINHA CONTINÊNCIA....ALEGRO-ME EM VER Q O SENHOR CONSEGUIU ENXERGAR UM GRANDE ENTRAVE NO DESENVOLVIMENTO DA NOSSA POLICIA MILITAR...OS BRAVOS GUERREIROS DEVEM SIM TER SEU TEMPO DE BATALHA E EXPERIÊNCIA COM ELA SER LEVADA EM CONTA...PORÉM N SE EXIGIR ESFORÇO INTELECTUAL PARA AS PROMOÇÕES NOS LEVA AO RISCO DE N EVOLUÍRMOS COMO PROFISSIONAIS...CONHECER DE SUA CONDIÇÃO É PRIMORDIAL NO AVANÇO DE TODOS...NÃO DÁ PRA FICAR ESPERANDO DIVISA VIR NO MALOTE...ESTAMOS PERDENDO ÓTIMOS POLICIAIS POR FALTA DE UMA POLÍTICA INTERNA DE VALORIZAÇÃO DE QUEM, ALÉM DE COMBATER TBM BUSCA EVOLUIR...PARABÉNS MEU CMT PELA SÁBIA DECISÃO DE REFORMULAR ESSE EQUÍVOCO Q ERA O NOSSO SITEMA DE PROMOÇÕES...COMO O SENHOR MESMO DISSE...É MEXER NUM VESPEIRO..MAS POR FAVOR, N DESISTA, SEI Q CONSIGUIRÁ...N FAZ SENTINDO EMPERRAR AS PROMOÇÕES PQ OS QUADROS SE MISTURAM E OS DE TEMPO IMPEDEM A ASCENÇÃO DOS Q ESTUDAM TBM...ESSES QUADROS N PODEM SE CRUZAR... ACABE COM O INTERTÍCIO, CMT E EXIJA PROVA PARA CADA MUDANÇA DE GRADUAÇÃO...TEMOS 680 VAGAS DE SEGUNDO SARGENTO Q N PODEM SER ASSUMIDAS PQ N TEM TURMA COM 6 ANOS DE INTERTÍCIO DE 3ª...ISSO N PODE ACONTECER...SE HÁ VAGAS Q SEJAM PREENCHIDAS...NO MAIS..FORÇA CMT...O SENHOR É NOSSO TIMONEIRO...

cunha disse...

Sr. Comandante, a resposta do Senhor ao Sub-Zero foi "CURSO À DISTÂNCIA"?. Posso dizer em nome de todos os praças, É O NOSSO SONHO, estamos cansados de passar pelo CFAP simplesmente para que sejamos usados em POG, MARACANÃ, OPERAÇÃO PRAIA, OPERAÇÃO PAPAI NOEL, REVEILLON COPACABANA, SAMBODROMO.....; CFAP é lugar de curso é escola e não lugar de ter uma "TROPA DE PRONTO EMPREGO".
Estou me identificando somente pelo nome, haja vista,que o senhor se lembrará da minha pessoa,passei pelo senhor no corredor da SESEG ainda quando era do ISP, lembra? confio muito no senhor porque conheci quando ainda era TNT, conheci sua HONESTIDADE seu IDEAL. Nas conversas no local de trabalho, no circulo de Sgt, faço meus comentários de defesa para aqueles que não te conhecem.
Para os demais continuarei no anonimato.BOA SORTE!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Sr.Comandante,sei que investir em conhecimentos é valido,tudo isso é essencial,mas nada adianta se o homem que sai de sua casa deixando sua familia vai para rua desmotivado, é o que vemos hoje em dia,pois nada adianta o conhecimento quando a moral esta baixa,tenho uma filha e fico pensando no futuro dela, pois provavelmente não poderá freqüentar uma boa escola,possivelmente não terá um bom atendimento médico,pense ,no que adianta eu ser um SGT,um CABO ou OFICIAL. Sr. Comandande sei que sua familia não deve passar o que minha passa,mas é muito triste.Sei que sua iniciativa é muito importante, mas acho que deveriamos primeiramente dar atenção as condições salariais do policial, ai sim, motivados partimos para o estudo de nossas carreiras, sem familia não a homem que resista.REFLITA SOBRE ISSO,MINHA CONTINÊNCIA.Ass. SGT 59

cunha disse...

Sr. Comandante, a resposta do Senhor ao Sub-Zero foi "CURSO À DISTÂNCIA"?. Posso dizer em nome de todos os praças, É O NOSSO SONHO, estamos cansados de passar pelo CFAP simplesmente para que sejamos usados em POG, MARACANÃ, OPERAÇÃO PRAIA, OPERAÇÃO PAPAI NOEL, REVEILLON COPACABANA, SAMBODROMO.....; CFAP é lugar de curso é escola e não lugar de ter uma "TROPA DE PRONTO EMPREGO".
Estou me identificando somente pelo nome, haja vista,que o senhor se lembrará da minha pessoa,passei pelo senhor no corredor da SESEG ainda quando era do ISP, lembra? confio muito no senhor porque conheci quando ainda era TNT, conheci sua HONESTIDADE seu IDEAL. Nas conversas no local de trabalho, no circulo de Sgt, faço meus comentários de defesa para aqueles que não te conhecem.
Para os demais continuarei no anonimato.BOA SORTE!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

caro Cel. sou , ou era do 4 CPA e hoje estou largado dentro do QG perdendo compromissos e falhando com minha familia por não poder prever os dias de meus serviços , ouvi da boca do sr. que isso seria resolvido, só que até agora nada ,pesso que atente para esse problema, somos vistos como administrativos só que nesse meio está o FAT antigo GEETAM e operações da p/2 cade os adms ????

Anônimo disse...

Possibilidade de cursos à distância, sim. Aumentar o intertício sem aumento de salário, não. Como cobrar intelecto de um pai de família que labuta 12h ou 24h e no seu horário de descanso complementa a renda com segurança. Primeiro dê condições, depois cobre.

"Certezas


Não quero alguém que morra de amor por mim...

Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.

Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...

Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...
E que esse momento será inesquecível...

Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.

Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.

Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...

Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...e não brinque com ele.

E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.

Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe...

Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.

Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas...
Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.

Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros... Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão...
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena."

Mário Quintana

Deus, dai-me a serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar, coragem para mudar as coisas que eu possa, e sabedoria para que eu saiba a diferença.

Anônimo disse...

Caro comandante, como seriam as promoções? Estão incluídas também as promoções dos oficiais? Hoje um 2º tenente recebe duas promoções em oito anos, enquanto o soldado, neste mesmo tempo só recebe uma. Isso é justo?
Coronel, todos sabemos que deve ser muito difícil comandar uma corporação que já vem se deteriorando ao longo de 200 anos. Mas o fato de retirar as promoções dos praças (disse praças já que até agora nada foi dito quanto a promoção dos oficiais) faz parecer que a culpa de todo esse estado de penúria é culpa desses homens. Coisa que sabemos muito bem não ser.
Hoje o oficial não realiza nenhum concurso interno para ser promovido. Isso continuará assim? Pois ao que parece só irão rever o tempo do interstício dos Praças. Mas por outro lado os oficiais continuarão recebendo promoções atrás de promoções. Desculpe Comandante, mas ao que parece querem mudar a polícia sim, mas rançando o coro do praça, pois até agora tudo continua a mesma coisa. Desculpe falar assim, mas dê uma olhada nos BPMs que irá constatar.
Policial Militar, praça, não tem valor para nossa corporação, pois por maia capacitado que seja (muitos são formados) não recebem nada por isso. Comandante, existe algum plano para Policiais que são formados? Hoje temos soldados e cabos formados nas mais diversas áreas, mas que estão dentro dos batalhões varrendo chão. È esse o valor que merecem? Quais seus planos para esses homens?
Sou formado em química, e nunca me valorizaram nessa polícia, pelo contrário, sempre que um Oficial chega perto de mim falam para eu sair daqui... É isso que a Corporação quer?

CB PM- A. Quaresma

Anônimo disse...

caro Cel. sou , ou era do 4 CPA e hoje estou largado dentro do QG perdendo compromissos e falhando com minha familia por não poder prever os dias de meus serviços , ouvi da boca do sr. que isso seria resolvido, só que até agora nada ,pesso que atente para esse problema, somos vistos como administrativos só que nesse meio está o FAT antigo GEETAM e operações da p/2 cade os adms ????

Anônimo disse...

caro Cel. sou , ou era do 4 CPA e hoje estou largado dentro do QG perdendo compromissos e falhando com minha familia por não poder prever os dias de meus serviços , ouvi da boca do sr. que isso seria resolvido, só que até agora nada ,pesso que atente para esse problema, somos vistos como administrativos só que nesse meio está o FAT antigo GEETAM e operações da p/2 cade os adms ????

Sargento 78 mil Concursado disse...

Sr. Comandante Geral

Concordo plenamente com o senhor, no texto "Cabos e Sargentos", acredito que a única forma de melhorar a nossa instituição é promover somente quem é capaz, só assim nao teremos cabos, sargentos, subten e até oficiais analfabetos e ignorantes;

Nas vagas para o CAS e QOA, uma parte das vagas e destinadas por antiguidades e merecimentos, por que o senhor nao acaba de cara com a antiguidade e deixa só por merecimento????

A sua idéia é ótima, mas tem que haver concursos todos os anos, e mlhorar os salário.... pq enquanto isso eu continuo dizendo...

HOSPITAL: nada mudou;
RIO CARD: não chegou;
ESCALA: piorou;
EXPEDIENTE: piorou;
CORREGEDORIA: acabou;
VIATURA: arranhou, pagou;
FARDAMENTO: não chegou;
SEGURANÇA: detonou;
AUMENTO: fracassou;
RANCHO: azedou;

Anônimo disse...

Senhor comandate gereal,
Parabens pela proposta de melhoria na promoção dos praças, mas a de oficias tambem tem que haver concursos.
Mas gostaria de saber o pensamento do senhor quanto ao fim do racho e o rio card???

desde já agradeço a sua resposta,
boa sorte

Anônimo disse...

É a realidade salarial das polícias militares do Brasil:

http://www.salariospm.xpg.com.br/index2.htm

Por que não reservar metade das vagas para Academia D. João VI as praças da PMERJ e a outra metade aos civis, como é feito para ingresso na AMAN

Anônimo disse...

SR CMT, MINHA CONTINENCIA, O SR.TEM QUE VER; EXISTEM 2º SGT COM MAIS DE 25 ANOS DE SERVIÇO SEM O CAS ISSO É UM ABSURDO, ISSO NÃO OCORRE COM OFICIAIS.
PELO AMOR QUE O SR TEM A DEUS E A NOSSA CORPORAÇÃO LIBERE O CAS À DISTANCIA PARA OS SGT COM MAIS DE 25 ANOS DE SERVIÇO.
ISSO É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS E PARA A NOSSA CORPORAÇÃO.

ASS. SGT PM SANTOS

Anônimo disse...

NÃO HÁ MAIS ESPERANÇA,INFELIZMENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

BOA NOITE CMT:
NÓS 2º SGT PM COM MAIS DE 25 ANOS DE SERVIÇO, SEM PROCESSOS CRIMINAIS E ETC... CONTAMOS COM O SR. PARA QUE LIBERE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL O CAS A DISTANCIA, CMT JÁ SOFREMOS MUITO NESSA PMERJ, FORAM INÚMERAS NOITES SEM DORMIR TRABALHANDO LONGE DA NOSSA FAMÍLIA, DOS NOSSOS FILHOS, SERÁ QUE NEM NESTE FINAL DE CARREIRA O SR.VAI AFAGAR ESSES SGT CANSADOS DE TANTA LABUTA PARA A SOCIEDADE.
SABEMOS QUE O SR. É HUMANO E QUE VALORIZA OS SGT PM, ESTÁ NAS SUAS MÃOS O SR. DECIDE, AGUARDAMOS COM ANSIEDADE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.
QUE DEUS LHE ABENCOE.
2º SGT PM

Anônimo disse...

SR. CMT GERAL MARIO SERGIO:

A DEI ESTÁ COM O CAS A DISTANCIA PRONTO, O QUE ESTÁ FALTANDO PARA O SR. LIBERAR O TÃO ESPERADO CURSO, SOU 2º SGT COM 27 ANOS DE SERVIÇO PRESTADO A CORPORAÇÃO, APTO,SERÁ QUE O SR. NÃO VAI AJUDAR ESSES HOMENS MASSACRADOS PELOS FAMÉLICOS SALÁRIOS, O SR. PODE, É UM REAJUSTE INDIRETO QUE O SR. PODE AJUDAR ESSES SGT TÃO SOFRIDOS. NAS NOSSAS FOLGAS SE DEDICANDO A UM BICO PARA A INICIATIVA PRIVADA PARA LEVAR UM POUCO MAIS PARA A FAMÍLIA.
QUE DEUS ILUMINE A SUA MENTE, E AJUDE ESSES VALOROSOS SGT TÃO SOFRIDOS.
SGT PM JUNIOR.

JOSÉ SANTOS - 1º Sgt PM Ref disse...

Sr Comandante:
Sempre preocupado em colaborar para que o senhor faça um comando de excelência, gostaria de apresentar uma sugestão, pois como todos sabemos, o senhor está interessado em colocar verdadeiramente a PM cumprindo a sua missão que é a de polícia ostensiva, conforme o previsto na CF, aqui vai uma singela sugestão:
Certos cargos na PM são meramente burocrático, apesar da sua importância, portanto sugiro que a DIP, Unidade que cuida dos inativos, seja dirigida por um Oficial Superior inativo, preferencialmente da RR, liberando o Oficial Ativo para a operacionalidade, assim como, a DAS e DEI. Claro que esse Oficial Inativo seria consultado previamente através de convite e de modo voluntário. Pense na idéia!. Boa noite e bom comando.

Anônimo disse...

Cmt. boa noite! Gostaria de sugerir uma idéia para amenizar a falta de contingente. Sou reformado podendo prover e ouvi falar por alto sobre o aproveitamento dos que estão nessa condição(reserva e reforma), mas nada muito claro. Sei que o ideal seria estar-mos descansando, mas à verdade é que muitos ainda trabalham e o que é pior em segurança informal. Se houver transparência no contrato de trabalho e uma remuneração justa poderia-mos ainda ajudar muito, por exemplo em serviços internos. Que não seja esse um motivo para nos negar os direitos já adquiridos, mas sim uma oportunidade legal de trabalho. Creio que todos seriam beneficiados, pois o trabalho justo mantem o homem vivo e à PMERJ precisa de pessoal qualificado para pronto emprego.
Grato pela atenção.
PM REF Paulo Roberto.

Anônimo disse...

Caro Comandante Geral, gostaria de dizer ao Sr. que a "Polícia" sobrevive de estatística. Hoje em dia é normal ver CB e SD (antigão) comandando Patamo, VTR, DPO e etc.
O Sr. não acha que esses GUERREIROS, aqueles que verdadeiramente produzem com apreensões de armas, drogas, marginais, entre outras, teriam tempo para estudar? Eu sou um desses BRAVOS, possuo dezenas de ELOGIOS (+ de 60) da Briosa e de autoridades, Distintivo de Lealdade e Constância, nunca respondi nada na PM e Justiça comum. Com o salário de CABO com vou sustentar a minha família sem a verba da segurança?
Com todo o respeito Comandante em 1.° lugar o Sr. deveria reivindicar melhores salários, já que nem o CABO e o SD (antigão) apesar de comandarem Patamo, VTR, DPO e etc, não ganham nenhum tipo de GRATIFICAÇÂO DE COMANDO.
FAÇA UMA PESQUISA COM OS CB’s E SD”s (PATAMOS, VTR’s, GAT’S) SOBRE O AUMENTO DO INTERTICÍO.
PELO QUE EU SEI O SR. MEXEU NA PARTE ADMINISTRATIVA DA PM, NA TURMA RUIM DE JOGO COM A TROPA. TUDO PRA ELES TÁ RUIM.

PSICOPM disse...

Caro CG espero que entenda o motivo de tantas retaliaçoes e discordias dentro da pmerj, sei que o senhor tem inteligencia suficiente para entender que tudo isso é fruto de baixos salarios aliados a escalas sugadas e falta de valorizaçao do policial militar que acabou perdendo o animo para qualquer discussao a respeito de possiveis melhorias para a classe.
Se me permiti farei aqui um breve comentario a respeito da nova proposta de promoçao, entendo eu que essa é a melhor maneira de dar o comando de fraçoes a quem realmente tem condiçoes de comandar, algo que hoje revolta aqueles mais modernos que estao bem intencionados e sao obrigados a receber ordens de cabos e sargentos despreparados e nao imbuidos da missao policial militar o que coloca um recem-formado a perder todo seu brio, se tornando mais um numero dentro da PMERJ, fato que transformou esta em um cancer na segurança publica de nosso estado.
como já dito, sou totalmente a favor dessa medida comandante, o que nao posso aceitar é que essa medida seja anterior a uma revisao salarial pois se torna impossivel que o policial atual aceite ideias inovadoras com um salario tao arcaico como o atual.
O senhor está com otimas ideias e todos sabemos disso mas infelismente fica dificil tratar qualquer assunto com a remuneraçao de nossos praças e oficiais.
De o valor que esses guerrilheiros merecem e veras o resultado, aqui tem excelentes profissionais só falta a eles o basico.
Sabemos que o senhor nao pode resolver o problema salarial sozinho, mas como um bom comandante de equipe sabemos que pode pleitear junto aos governantes melhores salarios para sua tropa mesmo que o Sr coloque em risco o seu comando.
Pense nisso!

Anônimo disse...

mais uma vez solicito que seja revisto o policiamento no meier,continuamos com as blistz de veiculos,os policiais somente solicitam o dut do veiculo e carteira de motorista,nada mais.enquanto isso continuamos em media com 10 policiais na av amaro cavalcante e suburbana uns outros 10 em cada local temos duas viaturas paradinhas.sera que este comandante do 3ºBPM não encherga?os assaltos nas ruas transversais a Rua Dias da Cruz continuam soltos.na semana passada uma senhora acompanhada por uma criança sofreu um assalto efetuado por dois vagabundos armados de moto em plena luz do dia (16:05)na rua magalhães couto esquina com santos titara,quando é que teremos um policiamento eficaz no MEIER?acho muito estranho esses policias ficarem das 08 as 17 hoas fazendo este serviço.É UM ABSURDO.RECENTEMENTE FALEI COM UM DESSES POLICIAS QUE SOLICITOU QUE EU ENCOSTACE O VEICULO ,O QUE ME FOI PEDIDO FOI DIC DO CARRO E IDENTIDADE,ISTO OCORREU DUAS VEZES NO MESMO DIA PELA MESMA EQUIPE.ENTÃO PERGUNTEI DE NOVO?PQ VCS ESTÃO AQUI REALIZANDO ESSE SERVIÇO SE OS ASSALTOS NO MEIER ESTÃO COMENDO SOLTO?ENTÃO O MESMO RESPONDEU RECLAME NO BATALHAÃO POIS SÃO ORDENS DO COMANADANTE,EU FALEI É ISSO AÍ,SABES QUANDO VAIS PRENDER ALGUM ASSALTANTE NESTAS BLITSZ VICIADAS NUNCA,E COMECEI A RIR PARA NÃO CHORAR.CHEGA DE PARADA DE CARROS PARA O NADA senhor comandante bota o bloco na RUA.

JOÃO TEIXEIRA DA SILVA PEREIRA
MORADOR DO MEIER A 60 ANOS.

28 de Julho de 2009 02:20

Anônimo disse...

SR.COMANDANTE GERAL,SOU PAI DE UM HOMEM HONESTO, VIBRADOR,CUMPRIDOR DE SEUS DEVERES E HONRADO.ENTRETANTO ELE E MAIS ALGUNS COLEGAS DE FARDA,FORAM JOGADOS NA FOGUEIRA EM CHAMAS SEM MOTIVO,SEI QUE A INSTITUIÇÃO MILITAR TEM SEUS PROCEDIMENTOS COMO TAMBÉM TEM NA VIDA PRIVADA,ENTRETANTO NO MEU ENTENDER,TEMOS QUE MUDAR ALGUMAS ATITUDES DA CORREGEDORIA DE POLICIA MILITAR DESTE ESTADO.NÃO PODEMOS JULGAR ANTES DE REALIZARMOS UMA AVERIGUAÇÃO DECENTE.ENQUANTO ISSO FICAM ESSES HOMENS QUE TENHO CONVIVIDO A DEUS DARA,SEM ARMAS E SEM CARTEIRA,MAS SÃO DIGNOS DE SEU TRABALHO E DIGNOS DE UTILIZAREM SUAS FARDAS,MAS ESTÃO ENCOSTADOS APESAR DE NADA, MAS NADA MESMO TER SIDO PROVADO CONTRA ESSES HOMENS.ESPERO QUE O GRANDE ARQUITETO TENHA LUZ E ENVIE A CORREGEDORIA E A ESTE COMANDANTE GERAL BONS FLUIDOS.POIS COMO PAI E SABENDO DE TUDO ME SENTI HUMILHADO.

QUE O GRANDE ARQUITETO O ILUMINE E O PROTEJA COM A NÓS TAMBÉM.

Anônimo disse...

comandante não vem com a historia do mito da caverna,pois o que osenhor esta querendo fazer é prejudicar as praças, porque o senhor não começa arrumar de cima para baixo,pois para limparmos uma escada devemos começar de cima para baixo e o senhor esta começando do lado errado, nossas esperanças por uma PMERJ melhor esta indo embora,pois vemos que como sempre os culpados são os praças, quando na realidade muitasdas coisas que acontecem são culpa de oficiais corruptos que colocam praças para roubarem, extorquirem , etc... para eles e tenho notadoque em alguns comandos o senhor tem colocado alguns corruptos, e não mevenhacom historinha deque não sabe, pois o senhor conheçe a PMERJ tão bem quanto eu, e tambem sabe que o que escrevo é a mais pura verdade, li a reclamação que um praça fez sobre a unidade dele não ter feito a eleição dentro dos circulos e tambem li a sua resposta e me decepcionei com ela, pois o senhor tentou0 colocar panos quentes no comando que não cumpriu as suas determinações, se fosse um praça que deixasse de cumprir a ordem ja estaria preso por não ter cumpridoa ordem recebida,ou seja para os oficiais tudo para os praças o rigor da lei, quando se trata de promoção sempre tem vaga para os oficiais, quando chega a vez das praças nunca tem, os policiais que estudaram e foram aprovadosemconcursos vivem sofrendo com a faltadevagas, faltas estas por culpaunica e exclusiva dos comandantes geraisanteriores queforam arbitrarios em concursos anteriores e quando o problema foi levado ao judiciario este deu ganho de causa aos PPMM e assim os quadros lotaram , incharam e faltam vagas hoje por culpa unica e exclusiva de oficiais intransigentes e metidos a conhecerema administração e assim causaram enormesprejuizos aos cofres publicos eaos PPMM.
E agoravemosenhorquerer acabarcom o minimoque ospraças conseguiram de melhorias, em nome de uma falsa hierarquia,ou seja varios companheiro passaram para a reserva remunerada como soldados como era antigamente,grande evolução o senhor vai fazer para os praças,muito obrigado por nada.
Como vivemdizendo sempreosoficiais são osdonos daempresachamada PMERJ e ospraças são os funcionarios, basta ver o tratamento dadoaos poucos oficiais que vem de praçaos QOA, são sempre marginalizados pelos coroneis, e passam longos tempos no mesmo posto e ninguem resolve tal problema,mais para os oficiais que saem da academia as promoções ate major saem dentro do tempo certo e depois quer nos fazer acreditar que trata todos de umaforma igual,pura mentira. Pare de demagogia e passe a comandar para todos e não somente para o seu grupo os 31.000 e 40.000

Jony disse...

acho a idéia muito boa, mas acho que teria quer diferente.

Continuaria a promoção por tempo de serviço, mas ao invés de 12 anos, o senhor poderia fazer assim:

de SD para CB - 10 anos
de CB para 3°SGT - 9 anos
de 3°SGT para 2°SGT - 8 anos


Assim o policial que nao estudasse em 30 anos de policia, só chegaria a 2° Sargento

e em paralelo a promoção por tempo de serviço, faria a promoção por provas, sendo que:

Prova para CB - 4 anos como SD
Prova para 3°SGT - 2 anos como CB
Prova para 2°SGT- 2 anos como 3°SGT
Prova para 1°SGT- possuir o CAS
Prova para Subten- 2 anos como 1°SGT
Prova para 2°TEN QOA - 2 anos como SUBTEN

Vou fazer uma proposta melhor elaborada e entregarei ao senhor na reuniao com os círculos

Sargento Concursado

3ºSGT/ 8ºBPM disse...

SR.Comandante geral, bom dia!
Sou 3ºSGT concursado e é com grande esperança que vemos os esforços realizados pelo senhor e por sua equipe em reconstruir a dignidade da nossa tropa,já cansada e desmotivada pelos vários anos de esquecimento e maus tratos. Com relação a "politica de promoçôes" sei que fará o possível para valorizar o policial promovido através de concurso interno, tendo em vista que acabamos por ser prejudicados nas promoções, principalmente a partir de 1ºSGT, sem prejudicar os policiais promovidos pelo decreto, lembro ao senhor que nosso QDE tem mais de trinta anos e se o mesmo for revisto tomando por base o número atual de Batalhões e o efetivo da PMERJ hoje, já abrirá um clarão no quadro de promoções.
Tenho acompanhado também a mobilzação para recuperação do efetivo, enxugando o expediente, acabando com os PPC's e com outros tantos postos de trabalho, será que não é o momento ideal para se falar no fim do Rancho e no pagamento da etapa integral, seja ela em ticket ou somada aos vencimentos do policial, já que esse é um anseio muito antigo da tropa e que recentemente alguns Deputados lançaram debate sobre o assunto mas logo foi esquecido?
Senhor comandante, obrigado por me ouvir e espero sinceramente que o senhor consiga completar a sua jornada colocando em prática seus projetos, conte com nosso apoio!

3ºSGT 8ºBPM

Anônimo disse...

O coronel Mário Sérgio preenche os requisitos fundamentais para ser um comandante à altura do cargo. Afirmo minha esperança, sem a intenção de ser injusto com os que o antecederam, de que será o melhor de todos. Sente-se que ele está disposta a travar uma luta muito dura, não apenas contra a criminalidade, à qual sei que não dará tréguas. Mas seu pior inimigo são as instituições públicas viciadas na corrupção. Este é o combate mais difícil. Torço pelo novo comandante, pois nossa segurança, como cidadãos, depende em maior parte de uma ação proativa da Polícia Militar.

Fernando Batalha ( TC - EB )

Anônimo disse...

O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR

SOLDO (SALÁRIO) DO MILITAR - RJ:

1º Sargento ------------- R$ 461,89
2º Sargento ------------- R$ 419,30
3º Sargento ------------- R$ 381,44
Cabo -------------------- R$ 330,32
Soldado ----------------- R$ 286,78

SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO, PAGO À CATEGORIA, CARACTERIZA UMA OFENSA INDIRETA À CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (INCISO I DO ARTIGO 92).

NUNCA ME ESQUECI DESSES DIZERES...!

“POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral Filho.

“O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (palavras de Sérgio Cabral em 2006)

Anônimo disse...

VEJO MUITOS PPMM RECLAMANDO EM BENEFICIO PROPRIO Ñ TENHO NADA CONTRA PROMOÇÃO POR TEMPO DE SERVIÇO MAS SIM QUANTO A "EMBUSTERAGEM" DOS CURSOS DEVEMOS ESQUECER ESSAS DIFERENÇAS E LUTAR EM PROL DO COLETIVO MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO E ESCALAS DE SERVIÇO PARA ASSIM QUEM QUISER ESTUDAR E GALGAR UM PASSO A MAIS O FAÇA.
Cmt.A SITUAÇÃO DAS VTRs DO INTERIOR ESTÃO PRECARIAS NOS AJUDE A FAZER O NOSSO DEVER A CRIMINALIDADE SÓ TEM AUMENTADO POR FAVOR AUMENTE A AUTO ESTIMA DE SEUS COMANDADOS.

Anônimo disse...

SR. CEL CMT GERAL, CONHECI ESTA BICENTENÁRIA QDO ELA TINHA 177 ANOS, E ACREDITEI NO SISTEMA, QDO PEQUENA OUVIA AS PESSOAS DIZEREM COM RESPEITO "LÁ VEM OS HOMENS"; 23 ANOS SE PASSARAM E HJ OUÇO COISAS QUE NÃO GOSTARIA DE OUVIR. MAS PERCEBO QUE A ADMIRAÇÃO FOI SE PERDENDO; HJ TENHO QUE ESCONDER MINHA IDENTIDADE NÃO APENAS NAS RUAS, ATÉ MESMO AQUI NO BLOG. APRENDI COM MEUS PAIS E AO LONGO DE MINHA VIDA A RESPEITAR OS OUTROS E A TER AMOR PELA MINHA FAMÍLIA E PÁTRIA E PENSO QUE PARA COMANDAR ESTA NAÇÃO, SOMENTE UM HOMEM QUE A AME, E PENSO SER ASSIM EM TODOS OS SEGUIMENTOS DESTA MALÉFICA SOCIEDADE.
SOU SGT DE CURSO, O QUE NÃO ME TROUXE BENEFÍCIO ALGUM, TORÇO POR MEUS COMPANHEIROS JURUNAS E ESPERO VÊ-LOS OBTEREM MELHORIAS.
QUEIRA DEUS QUE O SENHOR SEJA O HOMEM QUE VAI RESGATAR A PMERJ DA LAMA, E NOS TRAZER NÃO APENAS MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO E SALÁRIO, MAS TBEM O RESGATE DO ORGULHO DE DIZERMOS "SOMOS POLICIAIS MILITARES", E ACREDITARMOS QUE O SONHO NÃO ACABOU.
DEUS ESTEJA CONOSCO.
SARGENTO POLICIAL MILITAR FEMININA.

policial militar disse...

acabe com aquela farda ridicula usada no segundo batalhao o 5ºa quando há servico de apoio ao maracanã parece ate um carnaval com varios tipos de farda tem camuflado, tem 5ºa , tem mug, tem mug de boina , mug com cobertura, camuflado verde, ou seja um verdadeiro carnaval de fardas, e a tropa esta extremamente insatisfeita pois alem de ser pessima operacionalmente é horrivel e vagabundo o material da mesma, porque nao voltar o mug?
atenda ao apelo da tropa, aquela farda acaba com qqr auto estima

Tales Borges Jr disse...

Ilmo. Sr. Cel Mário Sérgio de Brito Duarte, Meu Comandante, pela segunda vez posso assim dizer, pois estava no 3º ano do CFO, quando o Sr comandou a APM. Concordo com Sr. quando da valorização dos concursos internos, mas como sabemos hoje nosso policial é mal remunerado, trabalham em escalas desgastantes, e que nem,todos conseguem ter um tempo para seus estudos, confio na competência do Sr. para administrar essa situação, sem preterir as promoções por tempo de serviço. Como sugestão gostaria de levantar a questão dos concursos para a Polícia Militar, pq atualmente temos concursos e mais concursos, mas não de uma forma regular. Ou seja o cidadão que quer imgressar na PMERJ, não sabe quando vai ter concurso um ano tem outro não, ou pode ter até dois em um ano. as vezes com vagas para mulhere outras vezes não. Sempre tive em mente ue o concurso para o CFSd deveria ter sempre uma data estipulada. Apenas como exemplo sempre em Janeiro, todo ano. e para ambos os sexos. o número de vagas após um estudo da DGP e PM/1 seria definido. Assim a formação poderia ser feita sempre no CFAP, e teriamos sempre a previsão de todos os cursos em funcionamento na corporação. com um concurso regular em Janeiro considerando todo o processo de seleção teriamos a incorporação deste novos recutas em abril, quisá todo dia 21 de Abril no dia de nosso patrono teriamos a incorporação dos novos PPMM. Sendo que estes até o fim do ano estariam prontos para a distribuição pelas diversas OPM.

Anônimo disse...

Acho a idéia do sr. muito boa, mas primeiro acaba com o Rancho, dar Rio Card para todos, Muda o RDPM e Estatudo, Dá um aumento de salário, coloca a corregedoria para investigar os corrptos, melhora o HCPM, depois a gente discute isso....
pq tanta pressa em mudar o plano de carreira, pq o sr. nao se empenha em mudar primeiro os problemas acima????

Anônimo disse...

essa proposta de mudanças no plano de carreirar foi discutida nos círculos????
ou o senhor vai começar a demonstrar as garras de ditador???
acho a sua idéia brilhante, mas dicuti-las seria proveitoso

ainda confio no senhor...
abraços

Gustavo disse...

SR. CMT GERAL MARIO SERGIO:

Entrei para a Polícia Militar em 2002 após prestar 05 anos de bons serviços a Pátria no Corpo de Fuzileiros Navais. Da Marinha fui direto para o CFAP aonde permaneci durante 10 meses. Sou morador da Região dos Lagos e não foi nada fácil devido à distância, mas sonho é sonho.
Tudo estava indo muito bem, fiz várias prisões junto aos demais companheiros e apresentei algumas armas. Não tinha tempo ruim, qualquer serviço era desenvolvido com Garra e Honra.
Porém, em 2004, fui acusado de em tese ter praticado o seqüestro da mãe de um bandido estelionatário com mais de 21 processos, uma fuga e vários mandados de prisão em todo o Estado.
Ora, a mãe queria proteger seu filho e foi até a DP com essa finalidade. Essa acusação deu início a um processo e a PMERJ abriu processo administrativo de averiguação sumária. Mais uma vez tive que gastar dinheiro com advogados. O resultado não poderia ser outro. Ganhei o CRD e o Colegiado votou pela minha permanência na corporação. Infelizmente, mesmo assim, em fevereiro de 2006, quando estava de serviço apresentando dois presos na delegacia, recebi a notícia que havia sido excluído por ter denegrido a imagem da corporação. Foi um baque para mim e para toda a minha família. È horrível ser taxado de ex PM. As pessoas e muitos (colegas) até alguns dias atrás me olhavam com repúdio e desconfiança. A minha esposa e meus dois filhos presenciaram tudo isso. Não desejo nem para o pior inimigo.
Em outubro de 2008 peguei minha Certidão de Inteiro Teor, e nela está escrito que fui ABSOLVIDO por INEXISTÊNCIA DO FATO. Em novembro dei entrada na Reconsideração de Ato Administrativo, mas foi negado. Já estamos no final de Julho e ainda não consegui voltar. Gostaria de poder voltar, dar a volta por cima e continuar a minha carreira e a honrar a minha farda. Não guardo ódio nem rancor de ninguém. Entendo que tudo foi permissão de Deus.
Por favor, me ajude, sei que posso contar com o Senhor e com o seu apoio.
Eu e minha família confiamos no Senhor.
Muito Obrigado!

Contato – Gustavops.PMERJ@hotmail.com

Anônimo disse...

Entendo que militarismo e polícia são coisas antagónicas, então acho que o modelo correto de polícia é a única como em algumas cidades dos EUA.
Sei que isso ainda é muito difícil, por ter muitos interesses de muitas pessoas (Coronéis e os que apoiam a manutenção da ditadura na Pmerj, pois é isso que acontece) que lutam contra uma verdadeira moralização, então eu tenho uma ideia e gostaria de compartilha-la com o Sr. e saber a quem compete tal mudança, se na própria Pmerj ou se seria algo relacionado às Leis Estaduais ou Federais.
No meu ponto de vista, em continuando o militarismo na polícia, modelo ultrapassado e arcaico, entendo que temos duas polícias, a dos praças e a dos oficiais, tendo em vista que 90% dos oficiais não estão nem aí para a corporação.
No modelo que acho ser a solução para a Pmerj, a mudança tem que ser drástica, a começar pela mudança na Constituição Federal, onde versa no parágrafo 6º do item IV do art. 144, "§ 6º - As polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do Exército, subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos Governadores dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios". Entendo que as polícias deveriam ser subordinadas ao judiciário, para que as decisões não fossem políticas, visto que polícia e política não combinam.
Outro ponto também não menos importante seria mudar a forma de ingresso na academia de oficiais onde o cidadão teria que entrar como praça e aí galgar os degraus até o oficialato. Desta forma ele daria muito mais valor a corporação e não somente veria o lado pessoal como fez o nosso "ilustre" comandante geral anterior ao Senhor, assim mesmo com letra minúscula, que nos traiu a todos e também não teriam esses moleques que aprendem a ser soberbos lá na ESFO mandando em pais de família como se fossem crianças e fazendo e desfazendo o que querem com as vidas da maioria dos praças, porque assim o regulamento o permite, mas ao contrário teríamos oficiais realmente preparados para estes tão importantes cargos.
Segue abaixo um esboço, pois teria que ser feito um estudo muito a fundo das reais necessidades:
O projeto seria o de entrar por exemplo uma turma de 500 polícias para o curso de soldados, mais que isso não acredito em qualidade no aprendizado. Digamos que após dois anos de polícia essa turma teria que fazer uma prova, onde disputariam 150 vagas para cabo, onde se levaria em conta comportamento, produtividade, etc... e após três anos de cabo, esses 150 teriam a oportunidade de fazer provas para sargento, umas 80 vagas, o que consequentemente abria mais 80 vagas para cabo para os demais soldados desta mesma turma. Esses 80 sargentos após 4 anos teriam a oportunidade de fazer prova para oficial ou teriam que ter curso superior em áreas estratégicas, como Direito, Dministração Pública, Psicologia, etc..., digamos umas 40 vagas para tenente e assim afunilaria até que houvesse somente um coronel full para cada turma e pós digamos 27 a 28 anos de polícia. Assim entendo que nós teríamos oficiais verdadeiramente preparados para assumir o comando de uma tropa e todos os policiais estariam mais motivados. Isso seria um esboço da minha ideia.
Minhas continências e...
Boa sorte.

Anônimo disse...

Ilmo Sr. Comandante, boa tarde. Primmeiramente agradeço pelo senhor tar postado meus comentários, pois como integrante dessa maravilhosa Corporação, gostaria muito de participar, das mudanças que o senhor está propondo, para os graduados que desejam, aprofundar seus conhecimentos,nos cursos de formação e aperfeiçoamento ministrados pela Corporação. Senhor Comandante, como é de conhecimento de Vossa Senhoria, muitos graduados possuidores de cursos de formação e aperfeiçoamento, não estão sendo promovidos confrome previsto na RPP. Isso claramente foi fruto de equívoco cometidos por administrasções anteriores. Gostaria de lhe apresentar uma proposta: como previsto na Corporação os 2º SGT,possuidores de CAS, podem substituir os 1ºSGT e SUBTEN, em funções administrativas, segundo o regulameto de substituição da PMERJ. Diante dos fatos, solicito ao senhor, a possibilidade de intervir, junto a V.Exª, o governador, um projeto,alterando o Art 2º da lei nº 419/81, bem como, acrescentando o 2º SGT, com CAS, ao item IV do Art 12 da mesma lei. Com isso os 2º SGT, possuidores de CAS, poderiam também a concorrer as vasgas oferecidas no QOA. Trazendo uma oxigenação ao referido quadro. Que Deus continue abençoando o senhor e meu muito obrigado. 2º SGT André- 4ª DPJM.

Anônimo disse...

sr. comandante geral! a maioria esmagadora dos praças vê no senhor a esperança de um novo horizonte. seus discursos tem mexido com nossa auto-estima no tocante que parece que so agora alguem consegue enxergar os problemas que a décadas assolam nossa classe.hj nossa classe esta se unindo e a oportunidade única que nos esta sendo dada para uma mudança na qualidade da prestaçao de serviço e valorizaçao como profissinal tem que ser acompanhadas por medidas que valorizem esses homens que a anos atuam nas ruas de nosso rio de janeiro.nao digno nem salarios coisa que nao dependem de vossa competencia.mais humanizaçao dessa tropa que tanto me orgulho.

Anônimo disse...

Olá Sr. Cel. Mario Sergio.
Meu nome é Raul, sou Cabo no 28º BPM, em Volta Redonda, onde o senhor ja foi Sub-Cmt, aqui todos falam bem do senhor, enfim.
O senhor fala em qualificar os Policiais militares, é lovável a pretenção, mas durante esse tempo em que fomos esquecidos pelos CMT's anteriores, alguns de nós, ou melhor, muitos de nós, nos qualificamos por conta própria, eu por exemplo,fiz tres cursos de legislação de Transito ministrado pelo Denatran e participei de vários seminários sobre transito no DETRO, com o Sr. Damaceno, presidente da instituição e grande estudioso do tema com publicações de varias obras e o senhor deve conheçe lo,e não foi facil Cel., foram varios dias consecutivos, eu saía aqui de volta Redonda as quatro da manha e chegava no Centro do Rio as oito e depois que acabava, eu só chegava em Volta Redonda à meia noite, enfim, isso durante cinco dias interruptos e com gastos proprios, não me arrependo de tudo isso, pois trabalhava no transito e queria ser bem mais qualificado que um advogado ou de algum paisano, pois o profissional que fiscalizava era eu, portanto tinha a obrigação de conhecer a legislação, e muito bem, e hoje lhe digo com categoria que sou. Sou também coronel, formado em História e pós graduado em História do Brasil,fiz uma faculdade com muito esforço, e só paguei essa faculdade por causa de um Bico que faço, e com a ajuda de meus CMT s de CIA que me ajudaram, com dispensas, o que mais me entristece é o fato de não poder praticar meus conhecimentos dentro da PMERJ,e sei que tenho muitos colegas que também procuraram alguma forma de se qualificarem e estão ai, esperando alguma oportunidade de praticarem os seus conhecimentos em prol da PMERJ, e a maioria, como eu, não tem coragem de pedir baixa, não pelo fato do emprego e salário estável, por que isso não é um atrativo , o verdadeiro motivo, por mais que nós não tenhamos coragem de dizer, é a vocação,é o prazer de ser policial militar e a esperança de um dia essa sacanagem toda acabar , eu Cel., não tive coragem de dar baixa, apesar de minha familia toda me incentivar a tomar essa atitude.
Coronel, estou aqui, à disposição da PMERJ, ja formado e esperando dar o meu sangue e meus conhecimentos adquiridos, mas estou aqui, também, querendo ser reconhecido pelo sangue que ja dei, e pode ter certeza que tem muitos SOLDADOS formados em varias áreas de conhecimentos que estão a disposição da PMERJ, faça um estudo estatísticos e veja a quantidade de PPMM que ja procuraram se qualificarem e os valorizem.
Outra temática que queria que o senhor desse um atenção, é sobre a nossa História, sei que tem muitos problemas à resolver, mas concomitantemente, poderia dar uma enfase, explorar e divulgar mais a PMERJ e sua História, pois, para que tenhamos um bom futuro, temos que valorizar e conhecer o nosso passado.

Um abraço meu CMT.

CB Lorenzo disse...

Senhor Comandante, de que adiantou acabar com os PPCs da área do 23º BPM, que eram escalas de 24 horas e colocar os PPMM no POG de 14 às 21 horas, de segunda a sexta? Aumentou as despesas dos colegas, pois a maioria mora na baixada, e gasta uns R$ 10,00 por dia de ônibus, tirou o bico dos Policiais, pois com essa escala ninguém consegue fazer segurança.

Outra coisa Senhor Comandante, na área do 15º BPM existe uma Viatura que é baseada 24 horas por dia para ficar tomando conta do ônibus do Detro, em frente a Favela do Lixão, pois antes a Guarda Municipal levava o ônibus, mas agora a Prefeitura conseguiu essa absurdo de ficar uma VTR e dois Policiais em frente uma Favela, velando um ônibus velho, não podem sair nem pra fazer NF, urinar na parede, COMENDO quentinha, Senhor Comandante, esse é o Reforço de Policiamento esperado? 08 POLICIAIS EXCLUSIVAMENTE TOMANDO CONTA DE UM ÔNIBUS VELHO DO DETRO????

Carlos disse...

Sou apenas um 2° Sgt PM.
Como diria um amigo!
Um cursado!!!

Que belo debate Comandante. Desejo a todos um excelente debate. Esta discussão dar uma sensação que será possível transformar e mudar algo de 200 anos de tradição e conservadorismo.
Não pretendo desarmar o desestimular os bravos pensadores e intelectuais que desabrocharam dos gabinetes e mesas dos quartéis da Policia Militar. Apenas apresentar minhas amarguras, assim, narrar que passei vinte e três anos na rua e agora nós chamamos de pista. Combatia o marginal de revólver agora é fuzil. Incursionava favela que hoje em dia é comunidade. Viram! As mudanças aconteceram.
Vejo bravos jovens idealizando uma corporação que está falida. Calma! Vou explicar. A sociedade está doente e esses elementos doentes estão nas instituições. Então é simples a instituição somente irá mudar depois que a sociedade realizar a justiça social e garantir os direitos de seu povo. Esta sociedade hoje está direcionando as instituições à bancarrota.
Mas o recado que eu quero deixar, é dizer: Em 2010 estou indo embora, como diria um amigo ostentador de “breve”; estou ralando, fui!!!! Saudades, somente dos amigos que estavam e estão no campo de batalha. Neste momento nossos sangues estão se misturando e estamos criando uma aliança. Sabe qual é esta aliança bravos pensadores e intelectuais que desabrocharam dos gabinetes e mesas dos quartéis da Policia Militar? Sobreviver e retornar de ônibus para casa de 40 m2°!!

MARCOS disse...

Boa Noite, eu fui na reunião hoje no QG e fiquei com um enorme desejo em colaborar com a reestruturação da nossa PMERJ, PROPOSTA PARA VAGAS NA APM DOS POLICIAS POSSUIDORES DE CURSO SUPERIOR
Na PMERJ existem profissionais formados com nível superior que não são aproveitados corretamente, para os policiais militares que possuem o curso superior em qualquer área deveria existir vagas no Curso de Formação de Oficias com uma carga horária menor já que o aluno pertence a PMERJ e atua em funções policiais, a idéia seria fazer do CFO para policiais militares possuidores de curso superior uma POS GRADUAÇÃO LATO SENSU – ESPECIALIZAÇÃO, com isso a policia economizaria com o tempo de formação de oficiais, aproveitaria os membros que já estão na corporação em diversas áreas de atuação, e incentivaria mais o policial militar que entra na corporação como soldado buscar mais conhecimento, estudar e posteriormente se tornar oficial.
Coronel eu Estudei no colégio Platô e hoje sou Formado em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Salgado de Oliveira, o senhor sabe da carência de professores de Matemática na área do Magistério assim como é no Colégio da Policia Militar, existe uma mão de obra pronta na polícia praças formados em Direito, Administração, Fisioterapia, Engenharia que poderia ser aproveitados na corporação criando os Quadros de Oficias Complementares assim como é nas forças armadas.

MARCOS disse...

Coronel, continuando as sujestões dos policiais de 12º BPM,
PROPOSTA PARA O CURSO DE CONFIRMAÇÃO DE DIVISAS
Nos dias atuais muitos policiais que foram promovidos a cabo estão preocupados com a confirmação de divisa que é concentrado no CFAP, a proposta seria elaborar programas de confirmação de divisa em cada Batalhão assim como é feito o CFSd com isso o batalhão não perde o seu efetivo durante o curso e os policiais não necessitam se deslocar até o CFAP muitas vezes longe de sua residência para confirmar divisa, caso seja inviável montar uma estrutura com instrutores em cada batalhão que seja criado o curso á distância.
Foi entregue na reunião hoje no QG algumas propostas por escrito para que seja analisado pelo senhor, agradeçemos pelo voto de confiança que nos deste. Muito obrigado, uma nova polícia está por vir!!!!

MARCOS disse...

PROPOSTA PARA O EXTRA REMUNERADO
O Governo do Estado pretende aumentar o efetivo da Policia Militar, mas para que o resultado final seja concluído terá que haver o concurso, seleção e curso de formação para os novos soldados. A proposta seria a remuneração do serviço extra de 12 horas para os policiais que hoje além de trabalhar em suas escalas fazem ainda o bico, se o governo oferecer para cada 12 horas de serviço extra um valor de R$ 100,00 com certeza o policial deixaria de ir para a segurança e ofereceria seus serviços para a própria PMERJ com isso o resultado não seria a longo prazo mais de imediato colocaríamos mais de 10.000 policiais nas ruas sem custo e tempo de formação e seleção, aproveitaria-mos os que já estão nas ruas e prontos para o serviço de imediato.

MARCOS disse...

Gostei muito do que foi dito, concordo plenamente, na atual conjuntura não nos importa sómente aumento de salário pois isso é um dos itens, para uma polícia melhor são necessário rever muitos outros paradigmas por exemplo: Condições de trabalho, Carga horária, Hospital com atendimento digno, Rio Card, Reconhecimento profissional na mídia, Estrutura Administrativa, Aumento de salário é apenas um desses itens, não devemos nos apegar sómente nesse assunto.

xxxxxxx disse...

Ilmo sr comandante os policiais que forem ifp, por algum motivo que não seja ato de serviço, terão chances de ter ascenção na carreira fazendo provas ou irão sucumbir em suas patentes e esperar 12 anos para cabo e .....? E essa gratificação que estão comentando que o sr quer dar so para os policiais aptos é verdade?

CB SALAZAR ( PPM/CASC) disse...

Prezado Comandante

Eu estive na reunião hoje, e primeiramente gostaria de agradecer pela oportuninidade que foi dada ,possibilitando-nos manifestar diretamente com o comando.
Devido ao grande numero de questionamentos e o curto prazo para que todos conseguissemos falar não consegui expor ao senhor uma dúvida que me foi incumbida pelos meus iguais, sou cabo especialista do qpm-6 (saúde),assim como eu e meus companheiros gostariamos de saber se o senhor já tem algum plano de ação em relação de como será feito reposição do pessoal do nosso quadro ( desde 1998 que não tem concurso para a área aroximadamente 11 anos),e de como será feito o prenchimento das vagas criadas com o aumento de efetivo para 3º sgt qpm-6 (levando em consideração que hoje temos que esperar 15 anos para nos promovermos por tempo de serviço )desde já agradeço novamente e aguardo contato ou talvez que possamos discutir o assunto na próxima reunião.

Anônimo disse...

Coronel tive na reunião de hoje, parabéns estamos do seu lado
SD esperançoso.

Anônimo disse...

Eu estava na reunião.
Coronel como o senhor falou para a gente se identificar assim eu estava na reunião de hoje e queria dizer que foi muito boa. Como vc disse não devemos acreditar antes de ver acontecer mas como disse o colega cabo lá da frente estamos vivendo um momento histórico. Minha sugestão é para que para que tenha curso a distancia.
Minha continência.

Anônimo disse...

Coronel Mário Sérgio de Brito Duarte, agora já sei seu nome todo, eu etava na reunião de hoje e o senhor conquistou minha confiança.
Queremos salário mas queremos ser reconhecidos como profissionais.
Uma chama se acendeu na minha alma.
Eu minha colegas fem saímos da reunião com um animo novo.

Anônimo disse...

Sr. Comandante.
Não tenho dúvidas de que essas idéias que estão surgindo do senhor, com relação a promoções, não tem como objetivo, como alguns dizem, de prejudicar-nos. Fico muito feliz em saber que policiais que tenham vontade de estudar e se qualificar serão valorizados, sou sargento, e saltei de soldado para esta graduação, graças a concurso. Entretanto, com todas essas idéias, algumas dúvidas assombram meu pensamento: O que vai acontecer comigo quando chegar a subtenebte? Quanto tempo vou esperar ou em quanto tempo poderei fazer prova para segundo e primeiro sargento? Se eu chegar, se tiver oprtunidade para isso, ao QOA,em quanto tempo ficarei esperando promoção ou em quanto tempo poderei fazer prova par tal? Acredito que o senhor tenha respostas para estas dúvidas, pois, sinceramente, vejo verdade em suas palavras quando fala em valorização de nossa classe. Contudo, comandante, peço-lhe que também olhe por aqueles, que por motivos diversos, não puderam ter a oportunidade que tive, muitos acham que nós, que somos SGTs de curso, não queremos que os outros sejam promovidos. Isso é mentira! A única coisa que queremos é o nosso espaço, ou seja, que os quadros se separem ou que o senhor " tire a poeira" que está sobre o nosso QDE e coloque "ordem" em nossas promoções. Com isso o senhor notará uma gr4ande diferença na sua tropa. Comandante, vemos muitos dizendo que "praça é praça e oficial é oficial"! É verdade! Mas todo praça quer ser oficial e, isso também é verdade! Facilite o praça a alcançar o QOA, incentive o praça a fazer prova para a APM, crie um quadro de oficiais, com funções definidas, para os praças que possuam nível superior, reserve um percentual de vagas no concurso para APM para praças e filhos dos mesmos.
Espero, sinceramente, que o senhor seja o melhor comandante que já tivemos, pois capacidade e vontade, não duvido que lhe falte. Porém, meu comandante, não deixe que alguns de seus pares, que colocam sempre à suas frentes o orgulho e egocentrismo e vaidade, lhe deturpem suas idéias e as façam, na verdade, servirem de mais um mecanismo de tolir cada vez mais, nós praças. Boa sorte, MEU COMANDANTE!!!

Anônimo disse...

Sugestão

1º cursos á distância
2º Escala única na PM, assim como na civil ( 24x72 ) ou ( 12x48 )

P.s. apenas para quem estivesse no front com ( Como RP, PATAMO, POG,OCUPAÇÕES ETC..)

Pense nisso CMT e Boa sorte!!

Anônimo disse...

EU NÃO SEI QUAL A UTILIDADE DE FORMAR SGTs NOS MOLDES DAS FAs?

AH! VENDO EMPIRICAMENTE QUE OS SGTs MAIS VALIOSOS, NA VISÃO DOS OFICIAIS, DAS OPMs SÃO JUSTAMENTE AQUELES QUE ANOTAM POR 05 MINUTOS DE ATRASO, POR ESTÁ SENTADO NA VTR, POR ESTÁ DE 3° A COM MEIAS BRANCAS, ETC. JUSTAMENTE AQUELES QUE FAZEM O PAPEL DE CARRASCO NO LUGAR DOS OFICIAIS, ASSIM ESTES NÃO FICAM TÃO QUAEIMADOS COM A TROPA, JOGANDO A ATENÇÃO POR ESSE TIPO DE ADMINISTRAÇÃO FALIDA NOS OMBROS DOS SGTs.

AGORA, CMT GERAL, QUE UTILIDADE TEM ESSE TIPO DE SGT A SOCIEDADE? QUE ESTA DEVERIA SER O NOSSO ÚNICO FOCO!

NO QUE ESSE TIPO DE PROFISSIONAL IRÁ DIMINUIR A CRIMINALIDADE?

O SENHOR FALOU EM MUDANÇAS; COBRANÇAS PARA AS PRAÇAS, ENTÃO DEIXO AQUI MINHA HUMILDE OPINIÃO QUE PODE SER TÃO ÚTIL QUANTOS SUAS IDEIAS E QUE SACRIFICARIA O OUTRO EXTREMO DA PIRIMIDE MILITAR:

PROPOR AO GOVERNADOR REAJUSTE DE R$1,00 AOS CORONÉIS E O REESCALOMENTO VERTICAL DOS SALÁRIOS BRUTOS, ONDE O SALÁRIO DE UM DESSES EQUIVALERIA AO SALÁRIO DE QUATRO SOLDADOS, ATÉ CHEGAR AOS SALÁRIOS DOS TEN CELs MAIS JUSTOS DO QUE TEMOS HOJE, ONDE O SALÁRIO DE UM DAQUELES EQUIVALE A DE OITO SOLDADOS...

SEREI ATÉ MAIS OUSADO EM TEU AUXÍLIO: QUANDO O GOVERNADOR DISSER QUE NÃO TEM DINHEIRO PARA FAZER ISSO, O SENHOR PODE PROPOR MAIS UM SACRFÍCIO, DÊ A SUGESTÃO AO GOVERNADOR DELE CORTAR TODAS AS GRATIFICAÇÕES DE COMANDO; CEHFIA OU SIMILARES QUE SÃO PAGAS AOS OFICIAIS, INCLUSIVE A TUA! NOBRE CMT GERAL!

AÍ PODE TER CERTEZA QUE SE O SENHOR FIZER ISSO, CORTANDO ATÉ EM TUA CARNE, GARANTO QUE NINGUÉM PODERÁ RECLAMAR POR TER PERDIDO UM DOS POUCOS BENEFÍCIOS QUE SE HÁ NESSA FALIDA INSTUIÇÃO.

SD PM.

Anônimo disse...

HORA EXTRA REMUNERADA É UM BOA IDEIA PARA AUMENTAR O EFETIVO. O POLICIAL PRECISA DE SALÁRIO E O ESTADO PRECISA DE POLICIAMENTO. É SÓ JUNTAR O ÚTIL AO AGRADÁVEL.

OUTRA COISA:

SOBRE OS 5% DE GRATIFICAÇÃO PARA QUEM TEM NÍVEL SUPERIOR, PARECE QUE SÓ FALTA O SR. ASSINAR.

Inconfomado disse...

Tendo em vistao inchaco nos quadros de oficiais superiores, e a carencia de oficiais subalternos, a PM poderia investir mais em seus pracas para que cheguemos FACILMENTE ESTUDANDO ao oficialato, fazendo com que no futuro nao haja tanto oficial superior a toa. Que empresa se da ao luxo de ter tantos diretores ao inves de gerentes e peoes? Hoje apos um CAO um oficial ainda produz algo pela PM. E o sargento? Faz CAS pra ir pra casa. O concurso para oficial deve pensar em quantos coroneis e majores serao necessarios, e nao em quantos tenentes serao newcessarios. Obrigado.

Anônimo disse...

Se o policial promovido por tempo de serviço não é qualificado, então para que servia a confirmação de divisão?
Então estão assinando o atestado de burrice ou o que estou pensando...Coisas da PMERJ que indignam os PMs

Arnaldo disse...

Ilustríssimo senhor cmt geral da gloriosa PMERJ, imagino como é difícil aceitar o desafio de comandar a tropa urbana mais observada do país, isso só pode ser de homens com muita força de vontade e idealismo, quero aqui comentar sobre as criticas que o fizeram no blog praças da PMERJ, na verdade errar também é acertar, somente com as diversidades da vida é que podemos saber onde estamos certos ou errados, pensamentos esses que o senhor frisou quando disse “a bola só entra quando se chuta” assim também como pode ser pra fora, eu creio muito em Deus o Altíssimo, pois é ele quem constitui as autoridades na terra, e, certamente o senhor está lá porque ele sabe que o senhor é capaz de fazer, e sei também que o senhor comandante não está sozinho nessa luta, Deus está ao seu lado assim como a sua esposa também, torço pra que sua gestão seja um marco na PMERJ de sucessos e felicidades.
Hoje, o maior sonho da tropa é ter um salário digno, e uma escala de serviço igual ao dos coirmãos Bombeiros, Desipe e PCERJ, os bicos que hoje faz parte da vida do PM, é o reflexo do que ele ganha hoje como servidor público de segurança, e reflete na sociedade um atendimento não de boa qualidade, e muitos outros com problemas de saúde que não tem presa de recuperação, trazendo para os aptos uma carga de serviço ainda maior, todos esses problemas infectados na gloriosa que cresce como um câncer.

Minha opinião:
Não há necessidade da existência de PPCs ou DPOs no interior de comunidades onde a população não conta com a força policial pra resolverem os seus problemas, na minha opinião o poder público que tem que permanecer no interior das comunidades seria a educação, saúde, serviços sociais e outros. A polícia é o braço forte do governo, da população e da justiça. Criar margens de sistema corruptível é fazer com que a matéria prima da PMERJ se acomode com os erros proporcionados por uma sociedade injusta e agressiva.

Sugestão:
Há tempos o concurso público para a Polícia Militar vem exigindo em sues exames intelectuais as matérias de português, matemática e redação. Para o senhor comandante geral que tem a boa intenção de mudar a qualificação do efetivo, porque não mudar no ingresso das fileiras da PMERJ, colocando nos exames intelectuais outras matérias como: Noções de informática, Noções de direito penal e constitucional, Código de Transito Brasileiro, além das que já existem como: português, matemática e redação. Isso faria que o nível do efetivo mudasse definitivamente e valorizava a instituição e melhores condições de atendimento a sociedade, além de ter a oportunidade de ter melhores reivindicações de salários e gratificações por merecimento.

Fica na Paz do Senhor Jesus.


Arnaldo da Fonseca Braga

arnaldobraga7@oi.com.br

Pablo Peres Personal Trainner disse...

Coronel, Primeiramente quero desejar muita sorte e felicidades no desempenho nessa nobre função, fazendo votos de muitas realizações confiando em sua capacidade e competência.
Coronel gostaria de saber sobre como anda o projeto de Lei que versa sobre a alteração da altura mínima para candidatos do sexo masculino para o concursos da PMERJ? Esse projeto tem autoria do Dep. Wagner Montes e encontra-se na espera na ALERJ.
Sabemos a até 1986 se não me engano a ltura mínima era de 1,60m e foi mudadde sem justo motivo, sabemos também que 8cm não rião fazer melhores policiais.
Atenciosamente agradeço a vossa atenção e aguardo ancioso por respostas.

Anônimo disse...

Bom dia 01,minhas continências ao Sr,tenho muitas esperanças com o Sr comandando nossa briosa corporação,pois legitimamente o Sr foi nomeado Cmt.Geral pelo excelente trabalho que foi realizado pelas unidades em que o Sr passou,particularmente não conheço o Sr,mais tenho amigos no BOPE que falam muito bem do Sr,queria fazer alguns comentários a respeito da mudança no critério de promoção:Como vários policiais já postaram algo sobre o fato de ter que trabalhar na folga,nós temos pouco ou nenhum tempo pra estudar(porque se assim o tivesse talvez não estaria mais aqui)apesar de amar muito essa corporação,fica difícil pois tenho que trabalhar(bico),preferia que não fosse assim mas preciso por causa do nosso baixo salário.Acho que pelo menos enquanto não se melhorassem os salários,acho que o Sr deveria manter do jeito que está,outro ponto é com relação as escalas,por exemplo amigos do BPChq-RONAC me falaram que a escala lá ia mudar de 12x48 para 12x24/12x48 uma inconstância(visto que já foi 12x60-GETAM,12X24/12X48,12X48-RONAC)atrapalha no nosso bico, sabemos que a PMERJ é prioridade mas acho que deveria ser melhor observada essa situação pois com essa escala nós vamos mais vezes para o quartel e nem Riocard nos recebemos,porque não a escala 24x72,peço que o Sr puder ler esta postagem,por favor reveja essa situação,pois sou Cristão e creio que foi o Nosso Senhor Jesus que o colocou aí."Quando se multiplicam os justos, o povo se alegra,
quando, porém, domina o perverso, o povo suspira".Provérbios 29,2.

Anônimo disse...

Senhor Mário Sérgio,gostaria de fazer um protesto qto ao bolsa formação,só pq nós policiais q ganham acima de 1700 n podemos ter direito ao bolsa formação(PRONASCI)QUEREMOS TER O DIREITO SIM DE RECEBER ESTE BENEFÍCIO. PQ SOMOS EXCLUÍDOS?,SE É P CAPACITAR E FORMAR POLICIAIS,ENTÃO NÓS Q GANHAMOS UM POUQUINHO ACIMA NÃO SOMOS CONSIDERADOAS POLICIAIS??SÓ SOMOS POLICIAIS P SUBIR MORROS , ENFRENTAR BANDIDOS,ATENDER A OCORRÊNCIAS ???O SENHOR ESTÁ QUERENDO FAZER COM QUE POLICIAIS ESTUDEM P CONSEGUIR A PROMOÇÃO,EU ESTUDEI P CHEGAR A 1ºSGT,E POR CAUSA DISSO N TENHO DIREITO A RECEBER OS 400 REAIS DO PRONASCI,SERÁ Q ESTUDAR É CASTIGO,PQ SE FOR QUEM VAI QUERER ESTUDAR P CONSEGUIR A GRADUAÇÃO,E PERDER O BOLSA FORMAÇÃO?ACHO QUE NINGUÉM!!!PQ COM OS NOSSOS SALÁRIOS TÁ DIFICIL CHEFE ESTAMOS ESTRESSADO E DESMOTIVADOS,NÓS POLICIAIS TEMOS FAZEMOS QUE FAZER BICOS DE SEGURANÇA P COMPLEMENTAR NOSSA RENDA PQ SE N CHEGA N FINAL DO MÊS SE BOBIAR A GENTE PASSA FOME,NOSSA ESPERANÇA ESTÁ NO SENHOR,SEI QUE IRÁ NOS AJUDAR,POIS O SENHOR É UM DE NÓS,E COMPREENDE O Q ESTAMOS PASSANDO,GOSTARÍAMOS MUITO DO ACAUTELAMENTO DE ARMAS,DO FIM DO RANCHO,CONDIÇÕES MELHORES P TRABALHARMOS,AQUI NO 10ºBPM SÓ RECEBEMOS SUCATAS,COMO AGORA TALVEZ IREMOS RECEBER VIATURAS DE CABO FRIO,TEMOS PATAMOS QUE ESTÁ PARADO PQ O BATALHÃO N TEM DINHEIRO P COMPRAR PEÇAS,ESTAMOS PRECISANDO DE MAIS POLICIAIS TANTO MASCULINO QTO FEMININO E N TEMOS O QUANTITATIVO SUFICIÊNTE,E CADE NOSSO RIO CARD,QUE ATÉ AGORA NADA,POR FAVOR SENHOR COMANDANTE OLHAI POR NÓS AQUI DO INTERIOR,PQ ESTAMOS NOS SENTINDO REJEITADOSATÉ AQUI QUEM MUITO NOS AJUDOU FOI CORONEL JURANDY,MAS ACREDITO QUE O SENHOR TAMBÉM IRÁ NOS VISITAR BREVE,DESDE DE JÁ O BRIGADO DOS POLICIAIS DO 10ºBPM.

Renata disse...

SENHOR COMANDANTE O SENHOR SABERIA ME DIZER SE A PMERJ IRÁ REALIZAR OUTRO CONCURSO P MULHERES ESTE ANO OU ANO QUE VEM?POIS GOSTARIA MUITO DE ENTRAR P A PMERJ,E INFELISMENTE SÓ DISPONHO DE 2 ANOS,UMA VEZ QUE ESTOU COM 28 ANOS.AGUARDO ANSIOSA POR UMA RESPOSTA,OBRIGADA SUA FÃ RENATA.

Paulo Sempre disse...

"Quando o superior pune, uma só emoção deve vibrar na sua voz: o desgosto que sente de se ver obrigado a recorrer a esta estremidade" (Paul Simon)

Foi um prazer conhecer este blogo. Obrigado.

Paulo

PORTUGAL

Anônimo disse...

caro comandante: aproveitando este momento historico;acho mt valido uma mudança no quadro de promoçoes.porém sou cabo 58mil tenho 14 anos de policia e divisa confirmada como ficaria a nossa promoçao a sgt ao qual fazemos juz. seria afetada? desde ja agradeço a oportunidade.e desejo mt sucesso nesta ardua empreitada. minha continencia. cb esperança

Sub Ten PM RG XX.XXX disse...

"Considere seus soldados como suas crianças e eles o seguirão até o vale mais profundo; trate-os como filhos queridos e eles ficarão com você até a morte." Sun Tzu - A Arte da Guerra

Sr. Cmt mantenha sua tropa informada sobre seus planos, antecipe-nos suas intenções. Precisamos saber porque lutamos e onde vamos chegar.
Esta tropa esta cansada de ser enganada e está muito esperançosa no seu comando. Se tiver que perder o comando por estar lutando pelos seu comandados, principalmente pelos menos favorecidos, os praças, não hesite. Mostre a que veio, mostre que veio para fazer a diferença. Nunca vi um momento de tantas esperanças nessa Pmerj. Não demore para dar boas noticias a seus comandados, estamos impacientes e ansiosos. Cuidado, muita conversa pode parecer embromação, e esperamos que essa não seja a sua política.
Comande pela sua autoridade e não pelo poder que te deram, e farás história na corporação.
Minha continência espontânea.
Grato.

Anônimo disse...

fiquei sabendo através da imprensa que sera colocada no elevado paulo de fronteim e viaduto da perimetral uma torre de observaçao de dois andares.segundo a imprensa as mesmas nao tem blindagem.atençao sr.cmt geral peço encarecidamente que atente para esse detalhe.marketing politico pondo em risco a vida de nossos soldados é preocupante aja visto que em nossas estatisticas a historicos de policiais atacados nesses locais.agradecendo pela oportunidade de se manisfestar a respeito.reitegro os votos que o sr. tenha mt sucesso.

Anônimo disse...

fiquei sabendo através da imprensa que sera colocada no elevado paulo de fronteim e viaduto da perimetral uma torre de observaçao de dois andares.segundo a imprensa as mesmas nao tem blindagem.atençao sr.cmt geral peço encarecidamente que atente para esse detalhe.marketing politico pondo em risco a vida de nossos soldados é preocupante aja visto que em nossas estatisticas a historicos de policiais atacados nesses locais.agradecendo pela oportunidade de se manisfestar a respeito.reitegro os votos que o sr. tenha mt sucesso.

Anônimo disse...

fiquei sabendo através da imprensa que sera colocada no elevado paulo de fronteim e viaduto da perimetral uma torre de observaçao de dois andares.segundo a imprensa as mesmas nao tem blindagem.atençao sr.cmt geral peço encarecidamente que atente para esse detalhe.marketing politico pondo em risco a vida de nossos soldados é preocupante aja visto que em nossas estatisticas a historicos de policiais atacados nesses locais.agradecendo pela oportunidade de se manisfestar a respeito.reitegro os votos que o sr. tenha mt sucesso.

sub ten arlindo disse...

carissimo cel pm mario sergio é sou policial reformado faço consultas na ubs lif onde se encontram excelente profissionais lá me sinto em casa pois conheço a todos os policiais que trabalham por lá e estou sempre conversando com eles e a grande preocupação deles é com um sargento ifp sina que esta tirando serviço na guarda do quartel do lif e é com enorme tristeza que venho relatar sobre as arbitrariedades que estao acontecendo no laboratorio industrial farmaceutico da PM vejam que se colocaram ifp sina para tirar serviço de guarda do quartel alem de colocar varios ifps com restricção ao serviço sob a batuta de ameaça de transferencia dos quais tendem a cobrar seus direitos, aonde vamos parar com atitudes destas nossos policiais merecem respeito e o respeito devevir a partir do comandante da unidade pois é respeitando que se é respeitado. abraço e continue lutando pelos seus ideiais!

JOSÉ SANTOS - 1º Sgt PM Ref disse...

Sr Comandante Geral
Fico feliz em sempre mandar sugestões, obviamente sem críticas, porém não me contive em fazer uma observação: O que está havendo com os Oficiais?, não vejo nenhum comentário, nenhuma sugestão ou manifestação. Será que a PMERJ é composta apenas de Praças?. Claro que ninguém está obrigado a manifestação, assim como todos podem usar a livre expressão, de modo respeitoso, porém alguma coisa estranha está ocorrendo.
Sugiro aos colegas que postam no blog do Comandante Geral, que se possível identifique-se, pois ANONIMATO não é um bom sinal.
Bom Comando e parabéns pelas mudanças iniciais e garanto que todos os policiais militares íntegros e honrados saberão reconhecer todos os benefícios que lhes forem concedidos e outros que serão.

SOLDADO PMERJ disse...

SR CMT, CONFESSO QUE ESTIVE ESPERANÇOSO QUANDO O SR ASSUMIU O COMANDO. INFELISMENTE ESSA ESPERANÇA ACABOU QUANDO O SR INICIOU ESSA PRETENSAO DE AUMENTAR O INTERTICIO. EXISTEM COISAS MAIS INPORTANTES DO QUE PREJUDICAR DIRETAMENTE O PRAÇA, QUE POR NÃO TER TEMPO PARA ESTUDAR, POIS TABALHA EM UMA ESCALA SUGANTE, SEM UM SALARIO DIGNO, MAIS MESMO ASSIM DA SEU SANGUE EM PROL DA SOCIEDADE.
COM CERTEZA A IDEIA DE AUMENTAR O INTERTICIO DOS OFICIAIS NÃO PASSOU PELA SUA CABEÇA. O PRAÇA SOFRE PARA CHEGAR A CABO E O OFICIAL CHEGA COM O MESMO TEMPO A CAPITAO. INICIE A MUDANÇA ONDE ELA DEVE SER FEITA, E NÃO PREJUDIQUE AQUELES QUE ESTÃO A FRENTE DA SUA TROPA.
PROCURE SABER SE OS PRAÇAS ESTÃO SATISFEITOS COM O TEMPO DE PROMOÇÃO, POIS O ÚNICO AUMENTO REAL É ANOSSA PROMOÇAO. NÃO ACABE COM A ÚNICA CERTEZA QUE TEMOS.

TEN NOBRE disse...

Minha continêcia, finalmente àquele que considero como meu Cmt.
A alguns anos atrás estive na DEI e conseguindo falar com o Subdiretor sobre o problema de promoções, falei com todo respeito que se o critério p/ promoção fosse o tempo de serviço, o Cmt Geral deveria ser aquele que tivesse mais tempo de serviço no último posto e o Presidente da República deveria ser o brasileiro mais idoso, isso tudo porque via como desmotivação, ver companheiros que eram cabos quando fui promovido a 3º Sgt, através de concurso, saírem Sub Ten e 1ºSgt enquanto eu amargava anos sem concurso p/ CAS. Porem jamais desisti e consegui recuperar um pouco do tempo passando na prova do QOA 2009, apesar de ter apenas 2 anos como Sub Ten vejo companheiros com 14 anos de Sub Ten só agora foram indicados p/ o curso. As promoções de plano de carreira só serviu p/ desvalorizar as graduações de CB e SGT e hoje podemos ver esses graduados tirando o mesmo serviço de sentinela juntos com SD.
Espero que o Sr.resgate o valor dessas importantes graduações como a que tinham a mais 20 anos atrás.
TEN ESTAGIÁRIO NOBRE

Anônimo disse...

Em tempos de oxigenação,de reestruturação,de reorganização de efetivo,de discussões,de reflexões,de propostas objetivas com o objetivo de otimizar a utilização do material humano que a PMERJ dispõe e principalmente em tempos de MUDANÇAS,gostaria de saber do Ilmo e MD Comandante Geral,o que leva a PMERJ a manter um Quadro com mais de 200 PPMM músicos????

Será que esses Policiais não seriam melhor aproveitados no patrulhamento das ruas?????

Será que a tradição fala mais alto que a modernização e melhor aproveitamento de pessoal em tempo de crise????

Será que esses valorosos homens são indispensáveis como músicos e descartáveis como Policiais Militares que são?????

será que esses oficiais,subtenentes e sargentos não dariam melhor contribuição à população do Estado do Rio de Janeiro atuando na atividade-fim?????

"Será só imaginação?!
Será que nada vai acontecer?!
Será que é tudo isso em vão?!
Será que vamos conseguir vencer?!"

Meus apelos e meus aplausos ao nobre Cel PM Mário Sérgio de Brito Duarte,Comandante Geral da PMERJ.

SGT MÁRIO/ 37º BPM disse...

Caro CG, acho certo a sua atitude, na minha opinião tinha que acabar a promoção por tempo de serviço, pois vejo muitos sgt's mofarem na mesma graduação, já vi o caso de um colega sair 3º enquanto outro era SD e este passar o 3º a ponto do 3ºSGT chegar a 1º e estacionar e o outro que era SD chegar a SUB. Eu cheguei a CB por tempo, mas fui a SGT por concurso (CFS I/01) e fiz o CAS I/08 também por concurso. Não adianta os colegas dizerem que não dá para estudar, pois quando prestei concurso para SGT, eu fazia segurança e trabalhava de motorista em RP, 24h e no meu horário de descanso eu arruma um tempinho para estudar.
Não desmerecendo ninguém, mas há SGT's que não deveriam ser nem SD's, pois não não tem compromisso nenhum com a graduação, pois ele não se esforçou para conquistar tal graduação.
Deixo aqui uma sugestão para escala de serviço. O Sr. poderia autorizar 24 X 72 e na primeira folga, instrução até às 12h00, para capacitar o PM em efetuar um policiamento de qualidade nas ruas. Estas instruções seriam para qualificar melhor o PM e abordariam vários assuntos, tipo, novas leis, direitos humanos, sociologia, emprego da força, auto de resistência, leis de trânsito, etc...
Minha continência.
Boa noite!

Anônimo disse...

agradeço primeiramente pela oportunidade, depois de 8 anos na pmerj ter essa possibilidade dessa reuniao de circulos.bem se descute ideias e serei breve numa que acho importante.todos sabem que a capital é o lugar mais visado e importante, mais espero que o senhor não esqueça do interior do estado tb, onde sirvo e tb moro, onde sou e faço parte da sociedade como cidadão.bem...4.000 mil homems em curso a ideia é se possivel 1000 serem distribuidos nos BPM do interior, pis na OPm que sirvo 100 ja seria um numero consideravel, espero que estude e reflita essa ideia.torço por suas ideias...

Anônimo disse...

Coronel Mario Sergio, nao quero criar polemica entao este comentario peco ate que o sr nao publique. Tentei publicar o comentario abaixo no blog Pracas da PMERJ e o mesmo foi bloqueado.
Para quem esta clamando por transparencia no minimo o bloqueio e incoerente. Segue o comentario:

Sou civil e tenho acompanhado blogs de praças, oficiais, jornalistas sobre segurança pública desde 2006. E nunca vi vcs tão divididos. Não aqui, mas em todos os blogs que leio. Blogs de praças e oficiais. Isso não existia nem na época da crise com os barbonos.

A Favor dos Barbonos: Projeto 200 anos (no início)

As reivindicações: (aumento de salário, fim da política de enfrentamento principalmente das incursões no alemão; e fim das ordens que eram dadas diretamente pela SSP para o Bope e alguns batalhões como o 16º BPM, para eles as ordens deveriam primeiramente passar pelo Estado Maior).

NÃO ME LEMBRO DE NENHUMA REIVINDICAÇÃO PARA OS PRAÇAS EM ESPECIAL, DIGO NENHUMA. PODE SER QUE EU ESTEJA ENGANADO, MAS A MELHORIA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO ERA PARA TODOS. NÃO HAVIA UMA ATENÇÃO ESPECIAL PARA OS PRAÇAS.

Contra os Barbanos: MARIUS SERGIUS

Reivindicações; aumento de salário, apoio à política de enfrentamento, protesto contra manobras midiáticas contra a PM, melhoria para os praças (ver diálogo entre caveiras no blog do Jorge Antonio Barros)

Coluna do Meio: Todos os outros.

Era melhor que ficassem com o primeiro cmt(alterado) então e exatamente como antes. Como foi postado pela MReis havia uma divisão muito clara na PMERJ em 2007. Pelo que entendi de um lado havia Oficias e de outro os Praças.

Então agora vem um Comandante que dá a voz para os praças e tudo que ele recebe em troca é desconfiança e adjetivos tenebrosos? Os comentários parecem que são os mesmos do blog 200 anos na época da crise. Um festival de adjetivos horrorosos contra o ex integrante da SSP e atual comandante.

O que aconteceu depois foi o óbvio: muitos outros blogs passaram a desconfiar das intenções dos Barbonos e o blog caiu no descrédito.

Sinceramente, eu como civil começo Tb a colocar em dúvida a intenção do blog pois somente neste blog só há críticas ao comandante geral nos últimos dois posts nos comentários de anonimos. Nos outros blogs ainda há nos comentários apoio ao comandante, mas aqui não só críticas. Será que as elogiosas estão sendo bloqueadas?

Pelo que vejo, era melhor que ficassem com o Ubiratan então e exatamente como antes.

Ora pois!

Como disse, sou civil e sou agradecido ao comandante geral por ter melhorado e muito o policiamento na Tijca. Outra é que agora quando há ataques a policiais e resposta é imediata mesmo se a mídia for contra.

Lógico que estou a favor dele. Sei que ele vai errar em alguns momentos e talvez volte atrás em algumas decisões. Mas daí essa avalanche de desconfiança e adjetivos injuriosos? Muito estranho.

Anônimo disse...

cuspir no prato que comeu, ai é facil depois de sugar todos os beneficios de sua carreira, ou seja todas as promoções que lhe cabia, tendo apenas que fazer o QUO e esperar sair cel, conseguiu ganhar o posto maximo, mas sem perder o tempo de para as suas promoções, ou seja oficial juruna, esta afrente da tropa lhe restando à frente só a reserva é facil mexer no tempo de promoção dos praças pois depois que o fizer, vai para reserva tendo desfrutado de todos os beneficios que o seu plano de carreira lhe proporcionou, e quando for vai levar consigo uma boa segurança publica, ou seja, vai colocar a sua disposição uns seis policiais para ficarem baseado com uma viatura em sua porta e fazendo escolta para aonde for,segurança gratuita.... e ainda tem que ter nivel superior para fazer o que ele esta fazendo. E ainda esta projetando uma gratificação para quem for apto blz e o ifp se sucumbira sem poder ter ascenção em sua mediucre carreira, pois o policia só ira servir se puder ir para a rua e não se ferir, pois se o fizer e conseguir ficar vivo não podera ser ifp, pois não ira ganhar essa gratificação.....
tristeza....assim o nosso pensamento hoje é o passado é melhor que o presente. ou seja, o cmt geral anterior foi melhor do que esse, e o cel Ubiratan foi melhor do que o cel Pitta e assim sucessivelmente..... em vez de melhorar piora

Anônimo disse...

Continuação.

O atual Secretário de Segurança Pública instituiu que soldados recem ingressados na PMERJ e lotados na capital devem permanecer por oito anos na mesma.

Agora chego a minha proposta que julgo ser útil para o problema de falta de efetivo:

- Seria melhorar a determinação de permanência na capital por oito anos para que nos novos editais, os candidatos tenham a opção de escolher a OPM em que deseja servir, em caso de aprovado, por oito anos, como foi feito no último concurso para mulheres, onde as mesmas já sabem que, as aprovadas, permanecerão por oito anos no BPTur.

Tal critério poderia ser utilizado para as OPMs do subúrbio, onde um concurso com 4.000 vagas o edital já viria, por exemplo, desta forma:

- 500 vagas para o 3°BPM;
- 450 vagas para o 4°BPM;
- 600 vagas para o 16° BPM;
- etc.

Tal medida já no edital do concurso e em forma de Lei evitaria o problema de decadas de favorecimento a população mais rica da cidade, já que a mesma já possuí um serviço de Segurança Pública nos níveis de países desenvolvidos. E os crimes que ainda persistem em acontecer por lá são consequências da inoperância do serviço no restante da cidade.

A médio e longo prazo, com concursos feitos assim, poderiamos resolver essa eterna falta de efetivo, que além de não atender a população como ela merece, expõe nossos companheiros ao risco iminente de morte, já que os marginais se deslocam sempre em efetivo maior e armamento melhor do que as guarnições em serviço nas áres de policaimento dos Batalhões do subúrbio. Levando a um número elevado de uso de arma de fogo por nossos companheiros, com o objetivo além de cessar injustas agressões. Mas sim de salvarem as próprias vidas, o que acarreta em balas perdidas, vítimas inocentes e vidas de companehiros desgraçadas pela Justiça.

Espero ter contribuído.

SD PM.

Anônimo disse...

Caro Comandante!

Venho aqui lhe propor uma ideia em relação ao que pode auxiliar na falta de efetivo, principalmente nas OPMs do subúrbio do Rio de Janeiro, o real problema da Segurança Pública, onde os policiais lotados lá têm que trabalhar de maneira repressiva e não preventiva como é feito na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Gerando as targédias mais que explanadas na imprensa.

Como é sabido, todo serviço público funciona como deve na zona sul, pois todos os esforços da administração das Três Esferas se empenham em atender bem o público de lá, até porquê os mandatários desses poderes residem lá. E não é diferente nas prestações de serviço da Briosa.

Então como pode uma mesma Polícia-Militar trabalhar diferente numa mesma cidade?

Começa o problema na distribuição de novos efetivos, onde a cada formatura de CFSD pelo menos a metade dos soldados são lotados no 2°BPM; 19°BPM; 23°BPM. Na minha turma foi 80% do efetivo distribuído nessas OPMs! Isso vem se repetindo a décadas.

O reflexo disso pode ser detectado nas manchas criminais elaboradas pelo próprio ISP, onde os bairros da zona sul possuem os indíces de criminalidade nos níveis norte americanos, enquanto o resto da cidade mais parece uma zona de guerra.

Sem falar que boa parte dos criminosos que atuam na zona sul vem do subúrbio, como aqueles que mataram a guarnição do 23°BPM na Lagoa Rodrigo de Freitas. Se o policiamento da área de onde os mesmos saíram fosse igual ao da zona sul, talvez os colegas estivessem vivos hoje. E outros casos como o sequestro dos chineses na Estrada das Paineiras.

Não quero aqui dizer que a culpa é de quem trabalha no subúrbio. Mas da condição de trabalho que os mesmos possuem, pois uma vez conversando com um SGT do 16°BPM, fiquei sabendo que o efetivo para patrulhar toda a área de policiamento desta OPM a noite, que se estende por oito bairros, se não me engano, é menor do que o efetivo empregado para policiar apenas a Av. Atlântica à noite, pois de dia o efetivo nesta área mais que dobra.

Tal condição da zona sul propícia o trabalho preventivo dos PMs lá, evitando que os marginais façam o que fazem no subúrbio, como exemplo essa quadrilha que atua principalmente na área do 3°BPM fechando ruas com vários vagabundos armados, roubando e matando motoristas, como foi o caso daquela enfermeira assassinada a poucos metros do Nova América.

Continua.

Anônimo disse...

Continuação.

O atual Secretário de Segurança Pública instituiu que soldados recem ingressados na PMERJ e lotados na capital devem permanecer por oito anos na mesma.

Agora chego a minha proposta que julgo ser útil para o problema de falta de efetivo:

- Seria melhorar a determinação de permanência na capital por oito anos para que nos novos editais, os candidatos tenham a opção de escolher a OPM em que deseja servir, em caso de aprovado, por oito anos, como foi feito no último concurso para mulheres, onde as mesmas já sabem que, as aprovadas, permanecerão por oito anos no BPTur.

Tal critério poderia ser utilizado para as OPMs do subúrbio, onde um concurso com 4.000 vagas o edital já viria, por exemplo, desta forma:

- 500 vagas para o 3°BPM;
- 450 vagas para o 4°BPM;
- 600 vagas para o 16° BPM;
- etc.

Tal medida já no edital do concurso e em forma de Lei evitaria o problema de decadas de favorecimento a população mais rica da cidade, já que a mesma já possuí um serviço de Segurança Pública nos níveis de países desenvolvidos. E os crimes que ainda persistem em acontecer por lá são consequências da inoperância do serviço no restante da cidade.

A médio e longo prazo, com concursos feitos assim, poderiamos resolver essa eterna falta de efetivo, que além de não atender a população como ela merece, expõe nossos companheiros ao risco iminente de morte, já que os marginais se deslocam sempre em efetivo maior e armamento melhor do que as guarnições em serviço nas áres de policaimento dos Batalhões do subúrbio. Levando a um número elevado de uso de arma de fogo por nossos companheiros, com o objetivo além de cessar injustas agressões. Mas sim de salvarem as próprias vidas, o que acarreta em balas perdidas, vítimas inocentes e vidas de companehiros desgraçadas pela Justiça.

Espero ter contribuído.

SD PM.

Anônimo disse...

Como começar???
Sr. Coronel estou com muito receio do seu comando, não sei quanto tempo estará na condição de Comandante Geral. Lembro a pouco tempo um Comandante Geral que estava disposto a tentar melhorar o salário da tropa, quando digo da tropa, me refiro do recruta que está no CFAP que está esperando seu primeiro salário até o mais alto posto da PMERJ, e deu no que deu, foi apunhalado pelas costas, colocaram ele na geladeira, e o reformaram, entrou outro Comandante Geral, fim de papo.
Agora oo senhor está pronto e cheio de boas intenções, senhor cuidado com aqueles que vem e vão, eles não estão nem ai pra nós.Portanto, sei que o senhor não tem o poder de melhorar o nosso salário e sei que se podesse já teria feito. Já que não pode melhorar o salário, deixe os praças terem opções, se querem ser arrachados ou não, se querem ter plano de saúde ou não, se querem fazer provas ou não, deixe o livre arbrítrio falar por si só, dê oportunidade aos praças de escolherem o que é melhor pra si, é o que chamaria DEMOPRACIA poder para os praças.
Fico pensando na colméia que o senhor mecheu de como deve se sentir ao tentar dormir depois de mais um dia de luta, deve ser difícil pegar no sono, ainda sim mesmo cansado. O Senhor é o Coronel da era digital bicentenário, força, ânimo, cuntinue...
Ouvi outro dia no CFAP um sgt Juruna dizendo sobre o Curso à Distância, o que me vez entender que seria mais difícil passar, porque o conteúdo seria integral, as provas seriam mais difícil, e o que seria pior, prova presencial, Meu chefe, a tropa tá pensando que curso à distância é moleza? Tomara que seja, pois, se todos reclamam que não tem tempo para estudar o senhor imagina como uma apostila do tamanho de uma bíblia Sagrada, será mais fácil passar no curso, vai dar m...
Por outro lado lá no CFAP, quando não tem aula, o intrutor no dia da avaliação só irá elaborar a prova de acordo com o que foi ministrado em sala de aula.
Caraca...
E ainda tem umas coisas estranhas que ouço dos jurunas que estão confirmando divisa atualmente no CFAP, se o aluno está de serviço, perde ponto, se está de apoio no Maraca perde ponto, se está escalado em alguma missão perde ponto. Zero Um, como pode isso acontecer? O aluno é obrigado a tirar serviço e dessa forma perde ponto.Dá uma olhadinha por aqueles que estão perdendo ponto injustamente, que estão indo pra confirmação, pra aprender a função e não pra perder seu tempo tirando guarda, adjunto do Oficial de dia,que as vezes são 4,5 ou 6. Sei que está embuido de colocar o efetivo na rua, mas dê uma olhada lá, tem como colocar uma escala na guarda do CFAP, haja visto que tem outras unidades lá com efetivo sem ser alunos.
Como comecei no início do comentário, tô pagando pra ver, seu comando será marcante, só um caveira poderia pensar assim. S.O.S (Salve Nossas almas)

Código 800

Anônimo disse...

Sr. CORONEL , COMANDANTE GERAL DA PMERJ.COMO CIDADÃO CARIOCA E MORADOR DO BAIRRO DO MEIER,VENHO POR MEIO DESTE INFORMAR A ESTE COMANDO O QUE VEM OCORRENDO E NÃO É DE HOJE O SISTEMA DE POLICIAMENTO DO MEIER QUE PERTENCE AO 3BPM.NÃO SOU ESPECILISTA EM POLICIAMENTO, MAS VOU RELATAR AO SENHOR O QUE TEMOS HOJE NA ÁREA DO 3º BPM.ACHO UM ABSURDO TODOS OS DIAS NOS MESMOS HORARIOS BLITZ NA AVENIDA AMARO CAVALCANTE E AVENIDA SUBURBANA,SEMPRE NO MESMO LCAL A REALÇIZAÇÃO DO ANTIGO """PARA PEDRO""" POR POLICIAIS DESTE BATALHÃO, QUE SOMENTE SOLICITAM AO CIDADÃO O DUT DO VEICULO E CARTEIRA DE MOTORISTA,NA MINHA INSIGNIFICANCIA ACHO QUE O RESULTADO É ZERO, POIS ALÉM DE ENGARRAFR O TRANSITO PELA MANHÃ E TARDE ACREDITO QUE OS MARGINAIS DESTA ÁREA JÁ MAIS VÃO PASSAR POR ESTES LOCAIS.OUTRO FATO É QUE O POLICIAMENTO SOMENTE É REALIZADO NA RUA DIAS DA CRUZ E MESMO ASSIM TEMOS INUMEROS ASSALTOS A TRANSEUTE E SAIDINHAS DE BANCO.NAS RUAS TRANSVERSSAIS A DIAS DA CRUZ É RARO TERMOS A PASSAGEM DE UMA PATRULHO E MUITO MENOS A PRESENÇA DE POLICIAMENTO A PÉ.NA RUA EM QUE MORO QUE É A RUA MAGALHÃES COUTO OS ASSALTOS SÃO CONSTANTES,BEM COMO NA RUA SANTOS TITARA,CURUPAITI, DOMINGOS FREI ,PAULO SILVA ARAUJO E RUA ADRIANO, A ALGUNS MESES ATRAS OS MARGINAIS ROUBARAM QUATRO VEICULOS NO SINAL DE RUA ADRIANO COM AMARO CAVALCANTE E POLICIA QUE É BOM NÃO TEMOS NO MEIER.

POR FAVOR SR CORONEL,ACHO QUE O COMANDANTE DO 3º BPM DEVE ANALISAR MELHOR ESTE POLICIAMENTO,POIS EMPREGAR QUATRO VIATURAS E EM MEDIA 08 POLICIAIS NAS BLITZ JÁ MAJADAS É UM ABSURDO.

CONTAMOS COM SUA AJUDA E SE POSSIVEL UMA RESPOSTA.

QUE O GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO O ILUMINE E PROTEJA TODOS DA PMERJ.

JOÃO TEIXEIRA

MEIER

JOSÉ SANTOS disse...

Mais uma vez venho aqui neste blog fazer mais uma observação: Nunca a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, mergulhou em um profundo oceano de esperanças, nunca se viu sargentos, cabos e soldados soltarem o seu grito de liberdade perante o seu comandante, jamais assistimos na nossa história a tropa totalmente irmanada com o seu comando, portanto Sr COMANDANTE (vale escrever em letras maiúsculas)mostre para todos nós a que veio, diga para sua tropa que ela tem um líder nato, afinado e predestinado a resolver os seus problemas; a tropa está eufórica como jamais esteve, se houvesse uma pesquisa do IBOPE, com certeza a vossa aprovação seria máxima, portanto Sr Cel Mário Sérgio, busque o máximo de conquistas para a tão sofrida categoria. Finalizando digo a PM entrou verdadeiramente no rumo certo e agora podemos comemorar os seu 200 ANOS. Bom comando e fé em Deus Todo Poderoso.

Anônimo disse...

Anônimo Anônimo disse...

Bom dia 01,minhas continências ao Sr,tenho muitas esperanças com o Sr comandando nossa briosa corporação,pois legitimamente o Sr foi nomeado Cmt.Geral pelo excelente trabalho que foi realizado pelas unidades em que o Sr passou,particularmente não conheço o Sr,mais tenho amigos no BOPE que falam muito bem do Sr,queria fazer alguns comentários a respeito da mudança no critério de promoção:Como vários policiais já postaram algo sobre o fato de ter que trabalhar na folga,nós temos pouco ou nenhum tempo pra estudar(porque se assim o tivesse talvez não estaria mais aqui)apesar de amar muito essa corporação,fica difícil pois tenho que trabalhar(bico),preferia que não fosse assim mas preciso por causa do nosso baixo salário.Acho que pelo menos enquanto não se melhorassem os salários,acho que o Sr deveria manter do jeito que está,outro ponto é com relação as escalas,por exemplo amigos do BPChq-RONAC me falaram que a escala lá ia mudar de 12x48 para 12x24/12x48 uma inconstância(visto que já foi 12x60-GETAM,12X24/12X48,12X48-RONAC)atrapalha no nosso bico, sabemos que a PMERJ é prioridade mas acho que deveria ser melhor observada essa situação pois com essa escala nós vamos mais vezes para o quartel e nem Riocard nos recebemos,porque não a escala 24x72,peço que o Sr puder ler esta postagem,por favor reveja essa situação,pois sou Cristão e creio que foi o Nosso Senhor Jesus que o colocou aí."Quando se multiplicam os justos, o povo se alegra,
quando, porém, domina o perverso, o povo suspira".Provérbios 29,2.

Anônimo disse...

Senhor Comandante, quero que o senhor saiba que sou muito a favor da ideia de aumentar o intertício e abrir provas regulares com critérios, não de qualquer jeito tipo: um ano so cabo com divisa confirmada podia fazer no outro ano soldado podia fazer tem que haver um critério definido para isso sem mudanças ano a ano fica parecendo que querem beneficiar alguém. Outra coisa so observo isso no HCPM caixa de sugestão aonde o policial nãpo precisa se identificar e colocar suas sugestões e no finaç do mês as caixas serial aberta na frente dos representantes de cada graduação, com certeza boas ideias vão aparecer. aproposito solicito que o senhor oriente os seus comandados de todos os niveis para que parem de dar atraso de CINCO, DEZ minutos nos policias eles quando tem que passar do tempo de serviço fazem isso sem problema esse último fato narrado tem direção principalmente o 26 bpm porque os recem aspirantes que la chegaram ainda estão carrregando aquele regime a Academia chegam a falar dormi aí poxxa o poicial tem familia muitas das vezes muitos problemas. por enquanto é estou levando mnuita fé na renovação.

Anônimo disse...

Bom dia Sr.Cmt., sinceramente concordo quando o Sr. diz que "Toda promoção é conseqüência de mérito", porém,o Sr. disse também que "Sistemas de controle podem ser burlados", humildemente, não acredito que esta seja a injeção de ânimo que a tropa necessita, de que adianta valorizar o estudo quando não se valoriza o profissional, suas necessidades e anseios? como o policial vai estudar se o mesmo dedica seu tempo de folga para preencher os "buracos" em sua vida familiar?, sua auto-estima não virá junto com uma divisa, com exceção de alguns companheiros que já desistiram de conquistar o respeito no mundo civil, e acreditam que o único meio de conquistá-lo é usando uma farda perante seu subalterno. Nossos próprios familiares não acreditam em nossa corporação,nos vêem como escravos de nossa própria paixão,a PMERJ, paixão esta que permite aceitarmos seus erros e desrespeitos para conosco sem sequer termos o direito de nos manifestar.

Informe de Seguraça Pública disse...

Caro comandante Geral,precisamos do senhor como um líder a frente de uma Batalha.

Anônimo disse...

Sr Comandante, sou praça 1º Sgt aquardando RR , sou concursado de CFS/98, com 25 anos e alguns meses de Policia diga-se de passagem de rua, não conheci quem gostasse mais desta corporação do que eu, fui obrigado a pedir RR, pois me encontrava sob as ordens de um garoto froxo e corrupto que me relegou ao serviço interno por não fazer MM, para dar na mão dele, conforme os recrutas que ele colocou na P2, decepcionado com o Capitão fouxo, fui obrigado a pedir reserva sei que existem muitos na minha condição, o que vai ser feito a esses oficiais deste tipo que infelizmente aumenta a cada dia.

Anônimo disse...

bom dia nobre cmt,meus respeitos!
hoje nao venho pedir aumento,escala,fim do rancho,nada disso,venho pedir do sr uma atençao para o 29 bpm,uma coisa simples:"nos nao podemos usar a capa de colete tatico nos moldes usados por toda tropa de nossa policia militar do rio de janeiro,colete usado pelo sr quando vai para o combate.
nos sentimos diferentes dos demais policiais do estado,seria de grande apreciaçao da tropa aki se o sr liberar para nos o referido colete tatico,muitos ja tem,praças e oficiais,porem estao guardados,e estamos usando os da pm,sujos e suados pois nao ha tempo habil para lava-los.
por favor nos faça esse pequeno favor,somos da mesma policia e do mesmo estado,porque so nossa unidade diferente?
praça do 29 bpm pede apoio.

Anônimo disse...

acho que esqueci de comentar que o colete tatico da cor preta usado por todos.

agradeço sua atençao nobre cmt!!

força e honra!!! lembra cmt?

"viva sua vida como a de um samurai guerreiro""" ate o seu ultimo dia!!!
praça do 29 bpm pede apoio.

helielcios disse...

Não sei se sou um espertalhão, mas sou um Sargento desta Milicia bi secular que ganhou o reconhecimento popular de PM.
Qual será o mérito merecido por alguém que, procurando uma ocupação, vê se diante de tão nobre missão que é defender direitos alheios tendo o seu desprezado e esquecido.
Seria o mérito “normal”?
Seria, por acaso, o mérito “Especial”?
Não seria mesmo “bravura” não ter quem o defenda, não o represente em ideologia e pensamento, quem o permita abrir a boca, os braços também, sem que isso seja ameaça a “ORDEM PÚBLICA”
Há tres anos sirvo no Batalhão Especial Prisional, lá descobri o quanto é descumprida a constituição dês pais com os que ousaram um dia defender a sociedade.
Há ali homens presos por fazerem se bravos, e nessa bravura ações que mereceram elogios e promoções de cargo na corporação e tornarem se referenciais para seus superiores, orgulho de seus pares, exemplo aos seus subordinados.
Não há, contudo defesa institucional.
De volta ao assunto, não vejo grande empresa que não possua um plano claro de promoção de cargos e salários que faça o “chegante” aspirar o topo da carreira mas, como disse, é um plano.
Tenho tido, e difundido, a idéia de que aos policiais deveriam ser oferecidos cursos de especialização sem os quais, não poderíamos, nem mereceríamos, as promoções e as melhorias salariais que os nossos lideres naturais e, não por isso, ideais deveriam conceder.
Acho mesmo que cada curso deveria ser remunerado, não financeiramente mas, com o reconhecimento da especialização que ele defere aos que o concluem.
Não temos muito, abrimos mão disso ao ingressarmos e aceitarmos esta tão nobre missão mas, o pouco que temos querem muitas vezes nos fazer crer que é demais, por que?
Se ganhamos uma tal de IHP é por que nos usurpam a “periculosidade” e o “risco de vida”, que nos remunerariam melhor, não temos mais salário família, não levamos indenizações ao fim da carreira, nosso PASEP é ridículo, pois se baseia no Soldo para o depósito de rendimentos e não é remunerado por ele.
Falando em Soldo, não é ele a nossa base de vencimentos???
Até quando, pergunto ao senhor, até quando veremo nos usurpados de nosso direiito?
Até quando o judiciário nos dirá “preso para a manutenção da ordem pública e a manutenção da ordem pública, por ter livre acesso às armas”?
Um grande abraço Comandante
Seu comandado amordaçado e algemado!


ps.: gostaria de enviar a Vsª. Exª. cópia do Ebook "GERUNDIANDO O SERVIR, O SORRIR, O PROTEGER E O CHORAR".
favor contato em o.sargento.ganhou.a.loteria@gmail.com
para recebe lo.

helielcios disse...

Não sei se sou um espertalhão, mas sou um Sargento desta Milicia bi secular que ganhou o reconhecimento popular de PM.
Qual será o mérito merecido por alguém que, procurando uma ocupação, vê se diante de tão nobre missão que é defender direitos alheios tendo o seu desprezado e esquecido.
Seria o mérito “normal”?
Seria, por acaso, o mérito “Especial”?
Não seria mesmo “bravura” não ter quem o defenda, não o represente em ideologia e pensamento, quem o permita abrir a boca, os braços também, sem que isso seja ameaça a “ORDEM PÚBLICA”
Há tres anos sirvo no Batalhão Especial Prisional, lá descobri o quanto é descumprida a constituição dês pais com os que ousaram um dia defender a sociedade.
Há ali homens presos por fazerem se bravos, e nessa bravura ações que mereceram elogios e promoções de cargo na corporação e tornarem se referenciais para seus superiores, orgulho de seus pares, exemplo aos seus subordinados.
Não há, contudo defesa institucional.
De volta ao assunto, não vejo grande empresa que não possua um plano claro de promoção de cargos e salários que faça o “chegante” aspirar o topo da carreira mas, como disse, é um plano.
Tenho tido, e difundido, a idéia de que aos policiais deveriam ser oferecidos cursos de especialização sem os quais, não poderíamos, nem mereceríamos, as promoções e as melhorias salariais que os nossos lideres naturais e, não por isso, ideais deveriam conceder.
Acho mesmo que cada curso deveria ser remunerado, não financeiramente mas, com o reconhecimento da especialização que ele defere aos que o concluem.
Não temos muito, abrimos mão disso ao ingressarmos e aceitarmos esta tão nobre missão mas, o pouco que temos querem muitas vezes nos fazer crer que é demais, por que?
Se ganhamos uma tal de IHP é por que nos usurpam a “periculosidade” e o “risco de vida”, que nos remunerariam melhor, não temos mais salário família, não levamos indenizações ao fim da carreira, nosso PASEP é ridículo, pois se baseia no Soldo para o depósito de rendimentos e não é remunerado por ele.
Falando em Soldo, não é ele a nossa base de vencimentos???
Até quando, pergunto ao senhor, até quando veremo nos usurpados de nosso direiito?
Até quando o judiciário nos dirá “preso para a manutenção da ordem pública e a manutenção da ordem pública, por ter livre acesso às armas”?
Um grande abraço Comandante
Seu comandado amordaçado e algemado!

Anônimo disse...

Sr Comandante, minhas continências.

Sr Cel, inicialmente gostaria de lhe falar, como praça que sou, que muitos companheiros sofrerão na pele caso venha a se concretizar o aumento do intertício por tempo de serviço proposto pelo senhor. Caro Comandante, tenho menos de cinco anos de serviço, sou recruta portanto, mais ja participei de algumas trocas de tiros, prisões etc. Em Março, por força do destino, fui atingido em ato de serviço, levei um tiro de raspão no tórax e um no braço direito que me quebrou o osso acima do cotovelo, passei por duas cirurgias, uma delas de mais de cinco horas, razão pela qual me encontro hoje na condição de IFP, não por que queira, mas porque quiz o destino que assim fosse, uma vez que fiquei com grave seqüela no braço direito. Então eu pergunto; O Sr acha certo aumentar o tempo para se conseguir uma promoção? O Sr pensou naqueles que serão impossibilitados de fazer as provas devido a casos como o meu? Pois para se fazer as provas é preciso que o PM esteja apto Sr comandante, sem falar naqueles companheiros que terão de largar o único meio honesto de complementar aquilo que o Sr governador chama de salário, para poder estudar para as provas Sr comandante.
Ainda ha tempo, o Sr goza de grande respeitabilidade no ceio da tropa Sr comandante, pare pra pensar e verá que estará cometendo injustiças.

Anônimo disse...

Ilmo Sr. Comandante

Cabe frisar que o policial já trabalha em uma escala absurda, que alem do mais, esta sujeito a serviços Extras, sem ganhar hora extra, com bicos e tudo mais, o Sr. quer tirar um direito do policial de ser promovido com 08 anos a cabo. Pessima atitude, o Sr acha que cabos e soldados tem tempo para estudar????com esta escala????
Caro comanadante, sua atitude deveria ser ao contrario, diminuir o interticio para os que conseguiram se graduar, e não condenar o soldado a ficar eternamente soldado....
Exemplo: todo soldado com curso superior reconhecido pelo MEC, com 05 anos de serviço poderá fazer o curso de sargento, ou será promovido automaticamente.Desde que tenha o famigerado diploma.
será que o senhor vai mudar a promação dos oficiais?????
Comandante não condene o policial a morrer de fome...

Alexandre Romano disse...

Boa Noite, Sr Comandante!

Sou Policial do Estado do Rio de Janeiro, PMERJ, atualmente Soldado e lotado na 1ª CIPM, participo sempre que posso em reuniões que tratam de assuntos relacionados a dignidade Policial.

Faço parte da Equipe que irá a Brasília na 1ª CONSEG nos próximos dias 27, 28, 29 e 30 de agosto de 2009, tratando de interesses positivos à Corporação, aos Integrantes e a todos os Cidadãos.

Espero e estou fazendo o possível para que muitas coisas mudem, principalmente no que diz respeito a Carga Horária e Horas Extraordinárias Trabalhadas (Art. 48, V, VI e VII do Estatuto dos PMERJ; Lei 1900/ 91; CRFB/88; Lei 1900/ 1991 e Bol 034 de 2005 página 20, salvo engano).

Desta forma não seremos utilizados/ empenhados com 3; 4; 5 ou 6 horas ou mais de antecedência em eventos como Shows, Futebol.

Estou elaborando uma Papeleta com Canhoto para o Policial que entregá-la à OPM após o Serviço visando assim, maior controle sobre as informações que estiverem transcritas nas mesmas, pois estou com problemas desse assunto em 02 (duas) OPM's, inclusive já participei e após o prazo enviei uma Solução de Parte e até agora nada, estou analisando uma forma mas branda em resolver, porém estou sendo obrigado a entrar com uma Certidão de Ato Administrativo para cada participação por mim expedida e não respondida.

Espero que o(s) modelo(s) chegue(m) a seu conhecimento.

Tenho muito a fazer e muito a escrever para buscar excelência nesta Profissão!

Grande Abraço e bom fim de semana!

Flavio disse...

Boa noite.
Comandante, espero que tenha compreendido minhas palavras, procurei ser o mais claro possível e desta forma expor todas as mazelas que afligem nossos servidores. São inúmeros problemas, mas muitos de cunho meramente administrativo. Espero que ajude na composição de um novo sistema de gestão.
Um abraço, e desde já me coloco a disposição para futuras reuniões.
Flávio Cunha – SDPM.

Anônimo disse...

Sr. Comandante Cel Mário Sérgio, com todo o respeito que lhe devo por ser policial na corporação que o senhor comanda, quero lhe dizer que me preocupa bastante sua intenção de aumentar o interstício para as promoções na PMERJ, pois nós, praças, esperávamos justamente o contrário, ou seja, já contávamos como certa a queda do tempo para a ascensão na carreira. O senhor alega que quem quiser ser promovido poderá fazer concursos e ingressar em um dos cursos que serão abertos, porém, mesmo que isso funcione por um determinado tempo, não podemos esquecer que os cursos para os praças são abertos por atos do comandante geral, e que esse cargo não será seu eternamente, coronel, por mais tempo que o senhor permaneça nele. O que faremos, então, se depois que o senhor não for mais nosso comandante (não estou dizendo que quero que isso aconteça, mas é a ordem natural das coisas) e um interstício maior já estiver estabelecido, o novo comandante da PMERJ simplesmente resolver não abrir concursos??? Ou o senhor não sabe o que aconteceu com os concursos de cabo e sargento de 2006 (isso mesmo, coronel, já há 03 ANOS que nenhum concurso é aberto na corporação!!!), quando o comandante geral simplesmente resolveu mudar as regras do jogo aos 45 minutos do 2º tempo?? Ele, não sei orientado por quem, alterou o edital depois da prova escrita já ter acontecido e resolveu que não só os 150 cabos e os 300 sargentos aprovados seriam chamados, mas sim, todos os que obtiveram média, ocasionando um excesso de aprovados (só sargentos, até agora, foram mais de 1300), maior do que o número de vagas existente, sem contar com os que até hoje estão conseguindo anulação de questões na justiça. Também não sei se o senhor tomou conhecimento do que aconteceu com as POLICIAIS FEMININAS DE RG 80.000, que queriam e querem muito ter a chance de fazer uma dessas provas, mas tiveram seu direito cerceado por uma diferença de 15 DIAS. Parece estranho, não é? Mas, como completariam 03 anos (o que era exigido no edital) no dia 10 de novembro de 2006 e, no ato da matrícula do CFS, prevista para o dia 26 de outubro de 2006, estariam com 02 anos, 11 meses e 15 dias, faltando 15 dias para completarem 03 anos de polícia, não puderam fazer a inscrição. Tentaram de todas as formas chegar ao comandante geral para que ele prorrogasse a data da matrícula, afinal, 15 dias não prejudicariam em nada o curso de formação, porém, ao contrário, a orientação foi para que os comandantes não aceitassem inscrições que não correspondessem exatamente ao que estava no edital (que ironia!). O que ele esqueceu foi que a data de praça das 80.000 poderia ter sido muito anterior ao dia 10 de novembro de 2003 se o critério de classificação no concurso para soldado tivesse sido levado em consideração, e não, simplesmente, essas policiais terem incorporado quase 02 anos depois de terem feito o concurso só porque são mulheres. Foram as últimas do concurso para soldados de 2001 a pegar o RG e incorporar. Hoje, com quase 06 anos de corporação, ainda não conseguiram fazer prova nenhuma, e, quando pensam que pelo menos poderiam ser promovidas daqui a 02 anos, podem ser novamente prejudicadas. Quando ouço o senhor dizendo que os policiais são preguiçosas, insinuando que se acomodaram, esperando o tempo passar para serem promovidos, fico triste, pois não é bem assim que as coisas acontecem na PMERJ. Desculpe postar como anônimo, mas já vi muitas injustiças nesta corporação. De qualquer forma, boa sorte!

edmarfranco disse...

Finalmente!
Passamos da China à liberdade blogueira,(ou deveria dizer Coréia do Norte?)
Vou postar identificado no blog do Cmt Geral da PMERJ , e, nem se passaram décadas , ou anos.
Uma enorme diferença entre a divulgação do Cel Ubiratan que teve uma revista Època e foi tratado por intelectual de farda (18 Set 2006 - ed 423)embora (e com muita honra digo) fôsse "apenas " formado em direito.
Ora, sabemos que o único profissional que trabalha no que gosta é o professor de filosofia.(rsrsrsrs)
Estarei na próxima reunião direcionada aos sargentos ,e já estou preparando minha pauta, embora, não creia que disporemos de tempo para apresentar todas as questões.
Em quase todas as reuniões de tropa se fala em salário e aumento.Assunto deveras cinestésico ,acho que eu tambem deveria pensar mais em comida, ou, corro o risco de estar destoante de todos, mas, só consigo ver a minha polícia achincalhada pelo noticiário global de forma direta ou subliminar.
Hoje mesmo, deu aquela notícia do menino de 12 anos que foi assassinado por um SEGURANÇA de feira na Tijuca ,mas, sempre que se tocava no assunto a imagem mostrada era da nossa viatura. O trinômio ou binômio associativo de PM - assassino é feito pela própria mídia. somos os "judas"do noticiário, que muda um pouco de enfoque na Record do Rio.
Outrossim, sempre que se anuncia a prisão de traficantes pela PM ,curiosamente, a câmera direciona a entrevista para os delegados. Há bem pouco tempo, algum abençoado mandou fazer banner escrito PMERJ , semelhante àquele onde fotografam os presos apresentados as delegacias.ninguem percebeu uma evolução ?
Antes, aqueles "mosaicos" feitos de erva e trouxinhas que descreviam : GAT, PATAMO 22º BPM,ETC...Hoje , um Banner.
Nada contra a PC, mas, porque a imagem do PM está sempre atrelada ao erro, e, quando merece um elogio , a mídia deturpa a informação para que a imagem (que vale mais que mil palavras) estimule o inconsciente coletivo de forma errônea.
Não acredito que isso seja feito de forma aleatória, repórter tem pauta e redação a quem pretsta contas,e,de quem recebe orientação.
Não quero falar de comida.A gente não quer só comida (como diz a música...)
Com uma publicação diária voltada à um público estimado em 38 mil leitores, (bem maior que a circulação de O Globo em bancas em dados publicados pelo IVC referente ao ano de 2004 - 33 mil exemplares)a 5ª parte do bol pm tem vindo vazia.
Onde antes se lia uma mensagem do evangelho, hoje, nada !
Se bem que temos hoje um comandante , ao que tudo indica, cartesiano; mas, que tal um pouco de Sartre tentando forçosamente explicar a "não" existência de Deus
“O existencialismo ateu, que eu represento, é mais coerente. Declara ele que, se Deus não existe, há pelo menos um ser no qual a existência precede a essência, um ser que existe antes de poder ser definido por qualquer conceito, e que este ser é o homem, ou como diz Heidegger, a realidade humana”. (Sartre, Jean-Paul / Vergílio Ferreira, O EXISTENCIALISMO É UM HUMANISMO, 3.ª edição, Lisboa, Editorial Presença) Não temos lido Nietzsche, ou , mais recentemente,Dawkins.
O que eu quero é uma polícia inteligente, de nível elevado, com boletim filósofico ! (não tem café filosófico ?)
Eu me recuso a falar de dinheiro e comida na reunião.

Anônimo disse...

Boa Noite, sou esposa de um praça e devido a todas essas mudanças fiquei feliz com as propostas, mas pensativa se realmente elas irão acontecer,pois não são postas em práticas, somente ditas, acabamos mas uma vez decepcionadas e frustradas.A família do policial tb sente quando seu marido, pai ou filho chega em casa desiludido, sem esperança de mudanças e até mesmo desanimado com o serviço. Muitas das vezes ocorrem mudanças as quais nenhuma são para benefícios, pelo contrário, muitos fazem seguranças, tem trabalhos extras para uma renda melhor de acordo com suas escalas de serviço e no outro dia quando chegam ao batalhão tudo mudou, a sua escala que lhe permitia fazer isso já não o permite mas, o desespero começa, pois o salário não dá para nada e também não tem mas como fazer bicos. Como fica o policial? Disiludido, desanimado. Peço ao senhor que faça valer a pena o seu comando, que não seja mais um a passar e deixar apenas promessas, pois nenhum policial aguenta mas isso, só ter promessas e nenhuma melhora.
Obrigada!
Esposa de policia!!!!!

edmarfranco disse...

Fiz um apanhado dos tópicos frasais de abertura dos comentários e destaquei alguns que sustentarão o enfoque que desejo apreciar:
"Venho por meio desta" - COMENTO- Quem manda e-mails não aplica a fórmula de abertura de missiva postal á um hipertexto , por estar a expressão em desuso, o que denota que a abertura promovida pelo blog está tirando comentaristas das gavetas.
"Boa noite Cmt. Minha continência."
"ZERO UM, não faça isso"
"Muito bem Sr Comandante,"
"SENHOR COMANDANTE;
SOU PRAÇA. NÃO USO O WORD PARA ESCREVER E " COMENTO - outro que saiu da gaveta.
"Caro Comandante,confesso que fiquei preocupado" COMENTO - repare no verbo.
"comandante não vem com a historia do mito da caverna," COMENTO - esse aí leu Platão.
O que desejo destacar é a forma messiânica que transparece nos comentàrios e mais diversos textos em tom de expectativa encontrados por aqui. (Por favor , não entenda mal, o messianismo, embora agrege um viés negativo é um fenômeno sociológico, que se vai se fazendo presente em seu comando, embora , acredite que não seja intencional,é, pelo, menos, fenomenológico.)
So houve tal ocorrência durante o comando do General Nezton Cerqueira.

PERGUNTO: Como V.Exa. cogita gerenciar essas necessidades surgidas após tando tempo de vácuo.

Anônimo disse...

Olá!
Comandante.
Gostaria de fazer algumas perguntas:
1- A PMERJ sabe o nível de seus servidores? 2-Quantos Policiais Militares possuem nível superior?
Sei que o SISPES possui registro dos Policiais que possuem graduação, mas estou falando dos Policiais que, assim como eu não possuem registro no SISPES.

Sugiro que seja realizado uma pesquisa nas unidades, com o intuito de descobrir o numero de Policiais Militares que possuem nível superior.

1-Quem possui nível superior.
2- Quem está cursando
3- Quem trancou o curso.

Também será interessante saber quais são os cursos que mais interessam aos Policiais.

Com esses números será possível pleitear junto ao MJ/SENASP, ou até mesmo junto ao Governo do Estado, a criação de um curso superior a distâcia destinado aos Polciiais Militares. A exemplo da coirmâ de Brasília.

Coronel, seria muito interessante sabermos ao certo essa número exato.

Flavio Cunha - SDPM

helielcios disse...

ainda não o elogiei mas, acho que é o momento.
muita gente tem medo de acolher idéias de outros,
alguns não dizem que as idéias são de ouros mas, essa sua idéia de reviver o Cel Carlos Magno Nazareth Cerqueira, nas representação de pares, ou seja lá a nomeação dada a isso hoje, é uma grande atitude que só os grandes sabem tomar.
pena que a história não me permita crer que, neste governo, vossa Exelencia poderá levar a efeito suas idéias!
mas quem precisa de governo para ter ideiais?
chega, tá bom por hora, logo nos falamos pessoalmente.
abraços fraternos!

seu soldado
sgt Helielcio

Anônimo disse...

Muitas coisas têsm que ser revisadas, se fala atualmente em garantir o que está previsto no artigo 5º da constituição federal, ou seja, a igualdade para todos, por isso já vemos um avanço, pois se criou o Boletim Reservado Disciplinar, para publicação das alterações de nível correicional para Ofiacais e Praças. Pasmem, que avanço. Será que vamos ter promoções iguais para todos. Vejamos, um cadete sai da academia e após cinco anos é promovido a Capitão e um praça que consegue ascender ao oficialato passando no concurso do QOA, somente chegará a Capitão após dez anos. Para essa faceta eles alegam falta de vagas, porém é só pesquisar na história que conseguimos encontrar várias transformaç~eos de vagas para promoção de Of de carreira. Espero que o nosso CG reveja esse quadro, pois é uma foram de valorização profissional.

Anônimo disse...

Sr. CMT GERAL:
ACHO QUE O POLICIAL TEM DE SER MOTIVADO A FAZER PROVA, MAS NÃO É PASSANDO DE OITO PARA DOZE ANOS COMO INTERSTÍCIO PARA CABO QUE ISSO DEVERIA OCORRER. AFINAL ESPERAR OITO ANOS JÁ É MUITO TEMPO, E QUEM ENTRA HOJE MUITAS VEZES NÃO TEM ESSA PACIÊNCIA. MAS O QUE REALMENTE DESMOTIVA O POLICIAL FAZER CONCURSO É O FATO DELE VER COLEGAS NA MESMA GRADUAÇÃO DURANTE SETE E ATÉ NOVE ANOS, COISA QUE NÃO OCORRE NO PLANO DE CARREIRA. ENTÃO SE QUER REALMENTE UMA FORMULA QUE DE RESULTADO E AGRADE A TODOS, CRIE UM INTERSTÍCIO, COMO O QUE JÁ EXISTE NO BOMBEIRO, ONDE O POLICIAL QUE ESTUDOU E FOI PROMOVIDO TENHA UM TEMPO MAXIMO PARA TER SUA OUTRA PROMOÇÃO. ISSO SIM É QUE INCENTIVO. TORNAR ALGO BOM PARA CAUSAR INTERESSE DE TODOS E NÃO O CONTRARIO, CAUSAR ALGO MUITO PIOR PARA QUE SE FORCE AS PESSOAS PROCURAREM ALGO MENOS PIOR.
QUANTO AOS PROMOVIDOS POR TEMPO, ELES TAMBÉM ESTUDAM, AFINAL O CABO NÃO CONFIRMA DIVISA? O SARGENTO NÃO CONFIRMA DIVISA? SE ACHA QUE O ENSINO ESTA FRACO, A CULPA É DO CURSO, QUE MUITAS VEZES AO INVÉS DO POLICIAL ESTAR EM SALA DE AULA ESTA TIRANDO SERVIÇO DE APOIO. ACHO QUE SE É CURSO, TEM DE SER APENAS ESTUDO.
MAS SE A IDÉIA DE PROMOVER E SÓ DEPOIS FAZER O CURSO LHE PARECER ERRADA, ENTÃO VAI MINHA SUGESTÃO:
QUE NO ANO DE SUA PROMOÇÃO OU UM POUCO ANTES, O POLICIAL SEJA INSCRITO NO CURSO CORRESPONDENTE A SUA PROMOÇÃO E SÓ APÓS A SUA CONCLUSÃO E APROVAÇÃO ELE SERÁ PROMOVIDO. NO DIA DA FORMATURA JÁ RECEBERA SUA NOVA DIVISA.
CASO NÃO PASSE NO CURSO, NÃO SERÁ PROMOVIDO, MAS SERÁ MATRICULADO NOS PRÓXIMOS CURSOS E CASO PASSE TERÁ A CONTAGEM DA SUA PROMOÇÃO RETROATIVA DA DATA EM QUE COMPLETOU TEMPO LIMITE.
DESSA FORMA SÓ SERIAM PROMOVIDOS QUEM DEMONSTRASSEM QUALIDADES PARA ISSO E NÃO SE MEXERIA NO INTERSTÍCIO, QUE JÁ É DESVANTAGIOSO QUANDO COMPARADO AO PLANO DE CARREIRA DO OFICIAL. AFINAL O OFICIAL COM QUINZE ANOS DE CARREIRA JÁ TEVE TRÊS PROMOÇÕES ENQUANTO O PRAÇA APENAS DUAS.
TAÍ MINHA SUGESTÃO. ESPERO QUE SEJA ÚTIL.

Anônimo disse...

Sr. CMT Geral, me abstenho de tecer comentários sobre a mudança nas promoções na PMERJ, pois não conheço a proposta em toda a sua essência, sendo assim, não saberia apontar os prós e contras, que porventura poderia nos atingir(praças).
Entretanto, rogo-lhe que ponha uma fiscalização sobre os representantes de círculos. Sou do 9ºBPM e lá não houve a indicação por pares, mas por "vai vc, porque eu lhe escalei".
Quem representou os CBs de maré 9, foi um cabo matriculado em PTPM, recém saído de um CD ao qual foi submetido por abandono de posto e sem a admiração e o respeito de seus pares e sem comprometimento com a causa. Esse último, dito por ele mesmo.
Como pode uma tentativa de democratização dentro da instituição ser tratada desta forma?

Como pode passarem por cima da determinação do CMT GERAL da corporação, pública em BOL PM?

Solicito que o Sr. nos dê respostas, acerca do que aqui foi relatado.

Utilizando-me da oportunidade, Sr. CMT, a tropa está sem expectativa de melhorias nas condições de trabalho.
Há dias, que o número de coletes balísticos não suprem todo o efetivo escalado.
esse é apenas um, dos vários poroblemas logísticos que enfrentamos atualmente.

Há muito o que falar, porém, irei expor-lhes por partes.

Por hora fico por aqui e estendo-lhe meu voto de confiança e apoio.

entendo que V.Sª pode ter, no futuro, a frustração de não conseguir, mas jamais carregará a vergonha de não ter tentado.

Minhas cordiais continências!

FORÇA E HONRA!

Anônimo disse...

Cel Cmt geral. pense em melhorar as condições do policial militar e não em dificultar, acabando com a promoção por tempo de serviço.

Pablo Peres Personal Trainner disse...

Coronel, primeiramente bom dia!
Volto mais uma vés com esse assunto, gostaria de saber sobre como anda o projeto de Lei que versa sobre a alteração da altura mínima para candidatos do sexo masculino para o concursos da PMERJ? Esse projeto tem autoria do Dep. Wagner Montes e encontra-se na espera na ALERJ.
Sabemos a até 1986 se não me engano altura mínima era de 1,60m e foi mudada para 1,68 sem justo motivo, sabemos também que 8cm não irião fazer policiais mais competentes ou mais aguerridos no desempenho de sua função. O uqe o Sr. poderá fazer para desfazer essa discriminação se propósito?

Atenciosamente agradeço a vossa atenção e aguardo ancioso por respostas.

pabloppsp@yahoo.com.br

Anônimo disse...

A POLÍCIA MILITAR DO RJ NECESSITA DE MUDANÇAS

É preciso acabar com o Decreto 22.169/96, que desmotiva demais os policiais militares (sargentos concursados)!

O CBMERJ, se compadecendo desse problema, foi à luta e conseguiu através do Decreto nº. 39.109/06 corrigir a injustiça nas promoções de praças (lá, os Sargentos "de curso" são promovidos em apenas quatro anos).

É justo dentro do mesmo Estado os praças concursados do CBMERJ e PMERJ terem promoções diferenciadas?
SÓ A PMERJ ESTÁ SENDO NIVELADA POR BAIXO! E isto só ocorre no Estado do Rio de Janeiro...

TEMOS QUE VALORIZAR O SER HUMANO QUE VESTE A FARDA (OS BONS PROFISSIONAIS)

Incentivo ao estudo: a sociedade precisa de uma nova PMERJ, os bons Policiais Militares tem que ser valorizados!

É um absurdo os Sargentos "de curso" (CFS) ficarem mais de 6 (seis) anos na mesma graduação, sendo ultrapassados pelos "jurunas" (PMs acomodados)!

Mônica Reis disse...

Algumas vezes temos coisas tão inequivocamente boas, porém tão inéditas, que nem nos damos conta disso. Fico me perguntando se as pessoas conseguem se dar conta do que ocorre aqui. Um espaço público onde o Cte de uma instituição como a PMERJ de 200 anos (instituição que entre erros e acertos merece todo nosso respeito) vem e responde a questionamento, críticas, dúvidas, solicitações. Isso não pode ser visto simplesmente como uma coisa "natural". Não é ! Isso é uma conquista, é um diferencial. Qtos comandantes fizeram o que está sendo feito aqui ? Qtas vezes as pessoas puderam escrever com a liberdade que se escreve agora ao Cte da instituição ?
Sobre a promoção, talvez nesse primeiro momento não seja vista como uma conquista, não seja sequer entendida, mas tenho certeza que é a construção de um novo caminho. Um caminho onde não se chega ao alto, apenas esperando o tempo passar, mas é preciso ir à luta. Isso nesse primeiro momento pode não parecer tão fácil, mas irá modificar muita coisa. Esse novo perfil de policial certamente ganhará mais confiança em si mesmo, e tb a confiança e respeito da população como um todo.

Anônimo disse...

ACABAR COM PLANO DE CARREIRA PARA OS PRAÇA, OU AUMENTAR O INTERSTÍCIO, É ALGO QUE SÓ VAI BENEFICIAR, O GOVERNADOR DO ESTADO, JÁ QUE DIMINUINDO AS PROMOÇÕES ELE IRA ECONOMIZAR UM BOM DINHEIRO.

ISSO ESTA TIRANDO A PAZ DE MUITA GENTE BOA, QUE JÁ DEU E CONTINUA DANDO MUITO PELA POLICIA MESMO GANHANDO O PIOR SALÁRIO DO BRASIL.
COMANDANTE, PENSE, VALE APENA CAUSAR MAIS ANGUSTIA AO POLICIAL?

OS QUE VIAM NO SENHOR UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL, COMEÇAM A TER MEDO E DESEJAR QUE O COMANDO NÃO TIVESSE MUDADO. O POLICIAL JÁ SOFRE DE TODOS LADOS, NÃO DE A ELE MAS ESSE TORMENTO.

OBRIGADO E QUE DEUS ILUMINE SUA MENTE E PRINCIPALMENTE SEU CORAÇÃO.

Anônimo disse...

BOA NOITE SRº CEL MARIO SÉRGIO!

GOSTARIA DE SABER O QUE O SENHOR TEM A DIZER SOBRE A PEC 300 ? HAJA VISTA QUE O SENHOR DECLAROU NA REUNIÃO DE COMISSÃO DE CÍRCULOS HIERÁRQUICOS DE CABOS E SOLDADOS, QUE NÃO PODERIA FAZER MUITO COM RELAÇÃO AO SALÁRIO, A NÃO SER EXPOR A NECESSIDADE DA TROPA, QUE É EVIDENTE.
NÃO PODERIA O SENHOR SE ENGAJAR NESTA LUTA, FAZENDO COM QUE A TROPA NUM TODO, RESTABELEÇA O ÂNIMO APENAS PELO SIMPLES FATO DE UM COMANDANTE GERAL PROMULGAR UMA INICIATIVA DE BENEFÍCIO DE TODOS, VIDE O EXEMPLO: (http://www.youtube.com/watch?v=TBE_fBT-a9c&eurl=http%3A%2F%2Fwww.depmajorfabio.com.br%2Findex.php%3Foption%3Dcom_contact%26task%3Dview%26contact_id%3D1%26Itemid%3D73%26mosmsg%3DObrigado%2Bpelo%2Bseu%2Be-mail&feature=player_embedded)

DEUS SEJA CONTIGO!

Anônimo disse...

BOA NOITE SRº CEL MARIO SÉRGIO!

GOSTARIA DE SABER O QUE O SENHOR TEM A DIZER SOBRE A PEC 300 ? HAJA VISTA QUE O SENHOR DECLAROU NA REUNIÃO DE COMISSÃO DE CÍRCULOS HIERÁRQUICOS DE CABOS E SOLDADOS, QUE NÃO PODERIA FAZER MUITO COM RELAÇÃO AO SALÁRIO, A NÃO SER EXPOR A NECESSIDADE DA TROPA, QUE É EVIDENTE.
NÃO PODERIA O SENHOR SE ENGAJAR NESTA LUTA, FAZENDO COM QUE A TROPA NUM TODO, RESTABELEÇA O ÂNIMO APENAS PELO SIMPLES FATO DE UM COMANDANTE GERAL PROMULGAR UMA INICIATIVA DE BENEFÍCIO DE TODOS, VIDE O EXEMPLO: (http://www.youtube.com/watch?v=TBE_fBT-a9c&eurl=http%3A%2F%2Fwww.depmajorfabio.com.br%2Findex.php%3Foption%3Dcom_contact%26task%3Dview%26contact_id%3D1%26Itemid%3D73%26mosmsg%3DObrigado%2Bpelo%2Bseu%2Be-mail&feature=player_embedded)

DEUS SEJA CONTIGO!

Sgt Maluco Beleza disse...

ENQUANTO O SALÁRIO NÃO VEM!!

SUGESTÕES:

1º Curso á distância.
2º Escala única na PM ( 24X72 ) OU ( 12X48 ), apenas para todo o efetivo de rua.

Anônimo disse...

SD PM RG 78.249 EUGENIO JOSÉ VERONEZE DE OLIVEIRA
Cmt apenas uma questão.
Ainda vivemos em um Estado Democrático de Direto???

entrei com meu pedido de LICENCIAMENTO A PEDIDO (demissão) dia 05/03/2009, e ainda estou sendo obrigado a trabalhar. Hoje completa 05 meses que o processo se iniciou e nada ainda. Como faço para sanar tal violação de direitos??
Afinal somos todos os primeiros guardiões da Lei.

aguardo resposta
genin76@hotmail.com

Anônimo disse...

BOA NOITE CMT
EU NÃO CONCORDO COM O SENHOR A PROMOÇÃO POR TEMPO É A UNICA FORMA DE TODOS NOS PRAÇAS A TERMOS UM AUMENTO . BOA SORTE CB MURTA GEPCPB

anderson da silva felix disse...

Sou um soldado policial com a ficha disciplinar limpa, cumprindo todos os tipos de ¨r¨ quero dos oficiais superiores, agradeço a Deus por não haver nenhuma covardia,estou prestes a ir a cabo aguardando o único real aumento da minha profissão, e agora o sr comandante geral diz que a devida promoção será relevante com os estudos, nos quais abandonei logo no recrutamento a faculdade de letras, e mau me formei como policial ocorreram erros administrativos, recebi como recruta mais alguns meses meu programa familiar desabou, logo que que comprei uma arma, comecei e fazer segurança, e até hoje não parei, meus filhos me perguntam questões colegiais, com o meu dia- dia será que lembro de raiz quadrada? acredito no meu novo comandante geral, e agora que estou quase estruturado no 12º bpm, acabo de receber a noticia que fui transferido para o bp choque! e agora? quais esperanças dessa pmerj!!!!!!! sd pm felix RG 75227

Anônimo disse...

Acho, que a promoção por tempo de serviço deve continuar, porque em qualquer empresa com o tempo voce vai adquirindo experiência e com certeza estará apato a assumir uma posição melhor, na PMERJ não pode ser diferente, 8 anos para um policial ser promovido a Cabo já ém tempo suficeiente, não tire esse benefício dos Policiais pois eles merecem, pois dão sua vida por nós.

Anônimo disse...

DD Sr CMT GERAL.......
Além de melhoria no sistema de Promoções de Praças , precisamos de uma escala digna e igualitária. Digo das praças sim, pq um Oficial sai da Academia e sem prestar concurso algum, chega no tempo certo a Patente de Capitão. Sou Praça de 1986, como SD PM passei no concurso de 1992, cursei o CFS/94, fui promovido 3º SGT em 05/01/1995, 2º SGT em 23/12/97 e 1º SGT somente em 13/05/2007. Em contrapartida, não os culpo, mas Policiais mais modernos promovidos pelo critério do Tempo de Serviço, foram promovidos na minha frente, já alcançando a graduação de Subtenente PM e muitos até entrando no QA para o QOA... De que valeram a minha dedicação de muitos companheiros que estão nas mesmas condições que eu?
Outro ponto, é preciso baixar uma normatização para quem em todos os Batalhões da PM as escalas de serviço sejam iguais. Outra forma, é indadimissível um expediente administrativo nas OPMs se iniciarem às 09 da manhã. Em algumas OPMs as escalas de Adjunto, Oficial de Dia, Graduados de Supervisão, etc.. são 24 por 72 horas... O expediente é dia sim, dia não... Cito como uma das OPMs que utilizam estas escalas o 23º BPM... Em outras OPMs os Comandantes recebem solicitações da tropa, daí "consultam" o Chefe da P/1 que argumenta que tais escalas "não existe"....
O que não existe é uma corporação com 200 anos, sendo a primeira PM do Brasil, pois a do DF saiu da nossa Carioca, ser a mais mal paga do país....

Anônimo disse...

CARO COMANDANTE, VENHA CONHECER O 29 BPM ITAPERUNA, E O SR° VERÁ OS VERDADEIROS POLICIAIS QUEEXISTEM AQUI, TODO MUNDO SE ENPENHA COM DEDICAÇAO E DESEJOS DE VER ALGO MELHORANDO,A CRIMINALIDADE NAO REINA NESSA CIDADE, POIS A PMERJ ATUA; ACREDITAMOS NUMA PMERJ MELHOR!!!!!!

Anônimo disse...

Prezado Comandante Geral, Venho por meio desta, sugerir um idéia. Já que estamos com poucos policiais nas ruas, e muitos também já estão se aposentando, porque não convocar os candidatos inaptos na redação por décimos do concurso anterior de 2008, ao invés de aguardar os aprovados do próximo concurso ainda?
No concurso do ano de 1999, diminuiram a média do exame intelectual, e porque não nesse concurso de 2008, fazer uma nova convocação desses 3500 canditados inaptos na redação?
desde já agradecido, Bruno.

policial que acredita nos seus sentimento de humanidade disse...

Cel. Mário Sergio, o Sr. é uma pessoa de qualidade humana inigualável, pois em duzentos anos de Pmerj, jamais outro Cmt geral se dispôs a ouvir os praças como o Sr. ouviu. Peço ao Sr. que não mude os critérios de promoção por tempo, promova os policiais que fazem cursos internos com mais rapidez. Um exemplo, diminua o interstício e indique por antiguidade para o curso o policial a ser promovido por tempo, só o promova-o se o mesmo atingir uma determinada média, com isso o policial promovido, vai ter qualificação e condições de exercer sua profissão com êxito. contudo, o Sr. vai matar dois coelhos com uma cajadada. Li em seu blog, que os cursos serão à distância com provas presenciais, ótima idéia, pois os policiais não ficarão longe de seu famíliares, não terão custeio e reforçarão o policiamento de seu batalhão

Anônimo disse...

Caro Cmt, minha continência, conheço pouco o Senhor, mas sei que é um homem inteligente e íntegro, como muitos oficiais que há na nossa Polícia. Alguém escreveu aqui e história da minha turma, 53 mil, porém, com um diferencial, fiz o cfs de 2004 e passei, saí sgt debtro do curso pois já estava prestes a completar 15 anos, mas até hoje não fui promovido pelo curso, e serei por força do decreto em janeiro de 2010, fico triste pois me dediquei ao cfs achando que aquilo era a melhor coisa do mundo: sair sgt de curso, decepção, sairei 2° por tempo, e do que me valeu tanto sacrifício? Afinal acordava às quatro da manhã para estudar e ia dormir uma hora da manhã, depois de cuidar da casa e dos filhos... cadê o incentivo para fazer concurso se no fim somos promovidos por tempo? Só há mais uma chance, a promoção de novembro, depois coloco meu cfs (e minhas esperanças)no lixo...

ROBELOBLOG disse...

Esse tema é dos mais importantes para a corporação, uma vez alcançar sua espinha dorsal. Havemos de avaliar que a simples promoção, embora enseje melhores ganhos financeiros, também representa novas responsabilidades. O simples fato de ostentar divisas, não garante o pleno exercício das atividades próprias do círculo. É verdade, nos dias de hoje a HIERARQUIA e a DISCIPLINA, não mais existe como outrora. Entretanto, sem ranço dos tempos idos, não se pode abrir mão desses fundamentos. A propria Física nos ensina que DOIS CORPOS NÃO OCUPAM O MESMO LUGAR! Assim, havendo DOIS, um sempre estará à frente do outro, e, como tal, compete-lhe o COMANDO.
Estou à disposição para colaborar nesse empreitada, com os meus "pitacos". Parabéns e êxito na hercúlea jornada!
Roberto

Anônimo disse...

2º sargento hà mais de 12 anos com cas e só ouvindo desculpas q as promoções não vieram por causa do decreto do cel Cerqueira; mas o próprio decreto(agora é Lei) diz q não iria ocupar as vagas dos cursados; acho q as praças ficaram a mercê de certos oficiais q só legislam em causa própria; por favor olhe por nós comandante; quando entrei na briosa um 3º sgt chegou a oficial na ativa. o que mudou? Se estou errado me corrija.

FELICIDADES

Anônimo disse...

SRºCMT BOM DIA,GOSTARIA DE SOLICITAR QUE O POLICIAL MILITAR SEJA NOMEADO.PARA PODER COMECAR A ISONOMIA.DE DIREITOS.
CASO CONSIGA ISTO,COM CERTESA SERÁ O PROXIMO GOVERNADOR.PORQUÊ!TEM BOAS IDÉIAS.SEU DEVER É LUTAR PELO DIREITO, MAS SE O DIREITO ENTRAR EM CONFLITO COM A JUSTIÇA LUTE PELA JUSTIÇA.

Anônimo disse...

SR CMT O OFICIAL TEM PLANO DE CARREIRA COMPLETO,DE ASPIRANTE A CAPITÃO SERÁ QUE ELES NÃO SÃO INCOMPETENTES AO CHEGAREM NAS OPM.
E LEVAM APENAS O TITULO DE OFICIAL.

Anônimo disse...

Quando um homem perde a Razão de viver ele cria razões para fazer algo diferente, procurando até mesmo coisas ilicitas, como corrupção, matador de aluguel, milicia e outras coisas. Eu tenho receio do que escuto por parte de muitas pessoas, pois lhe digo, a cobra PICA muito mais quando encurralada, por isso tenho medo dos policiais, e mais ainda, do que eles possam fazer com uma arma na mão, isso é perigoso até para seus comandantes, pois quem perde a razão, não vê patente nem governador. Ora, sou psicologo formado desde 2003, nunca atendi tantos policiais e familiares como tenho atendido, nunca ví tanta revolta e sede de vingança! Confesso que tenho medo.
Senhores Politicos, por favor, revejam as condições desses profissionais, isso será uma forma de mais segurança para todos nós!

Anônimo disse...

Sr. Comandante,


Bem, refletindo sobre as palavras do Sr. Cursado “2º SGT André”, da 4ª DPJM, também ratifico suas palavras quanto a valorização do Policial Militar que se dedica aos estudos.

Entretanto, afirmou o SGT ANDRÉ, que muitos “sargentos” promovidos por tempo de serviço “não estão [claramente] preparados para exercerem funções que a graduação exige”. Contudo, acredito que ainda faltam alguns outros “cursos de aprimoramento” aos “verdadeiros” sargentos de curso, principalmente, no que tange a gramática e ortografia da Língua Portuguesa.

Podemos ser tão críticos aos promovidos por tempo de serviço ? Será que um CFS distancia tanto os promovidos pelo Plano de Carreira dos de “merecimento intelectual” ? Vale lembrar, somente a alguns “cursados”, que os Planos de Cargos e Salários visão atender uma demanda do funcionalismo público nacional, e que não somente o Congresso Nacional, mas, muitos outros órgãos estatais, por exemplo, já aprovaram seu Plano de Cargos e Salários para seus funcionários. Lembrando que Planos de Cargos e Salários existem até em empresas privadas.

Saibam que, dentre os “jurunas” como eu, muitos são BACHARÉIS, ESPECIALISTAS, ou mesmo MESTRES. Então, solicito que sejam mais prudentes ao falarem de seu pares, e que alguns (minoria ) “cursados” reexaminem voSSas palavras, sobretudo, no que tange a qualidade do texto escrito. Um sargento de verdade, cursado, não pode expressar “engresaram, claramentes, goataria, Comandate, Vosa, promido, abênçoe, ...”, tudo isto, em apenas um texto!

Sargento ANDRÉ, um grande abraço.

Comandante Mário Sérgio, um grande abraço e forças para nos ajudar, pois acreditamos no senhor!

Cb Juruna

Anônimo disse...

Comandante Mário Sérgio,


Confesso que ultimamente tenho me lamentado por certas “declarações” daqueles que dizem ser “cursados”. O que me comove é a disparidade dos post’s de alguns deste cursados, de um lado aqueles que defendem a Instituição e seus integrantes; do outro, aqueles que ainda insistem no fim do “Plano de Carreira”. Que Instituição é essa ? Lamentáveis declarações. Como podemos pleitear alguma coisa com a Corporação “rachada” e “fragmentada” deste jeito ? Será que um CFS é a salvação da Polícia Militar ?

O que tenho observado é que muitos destes, sobretudo os “cursados” de verdade, não entendem, ou não enxergam as próprias palavras que escrevem. Quanto erros de gramáticas podemos observar... SOMENTE JUNTOS SEREMOS FORTES, E HOJE, POR ENQUANTO, AINDA PODEMOS CONTAR COM O CARÁTER E PERSONALIDADE DO COMANDANTE QUE TEMOS!

Coronel, abraços!

Cb Juruna

Anônimo disse...

Comandante,

Não falarei em nojo, mas a cada dia que passa tenho a certeza de que não seguirei carreira nesta corporação. Não quero acreditar que o "enxugamento" da massa administrativa é apenas um ato para agradar nosso ilustre Governador.

Já que o próprio Secretário de Segurança reconhece, e disse que não irá punir, por que então o Senhor colocou policiais com até 29 anos de serviço no POG ?

O Senhor acha justo empregar um Sub Ten no serviço de POG ? Isto é um ato justo ?

Quero acreditar que o senhor realmente está compromissado com a segurança da sociedade fluminense, mas agora, empregar indiscriminadamente antigos policiais em serviço de POG somente por que o Senhor não gosta de policiais burocratas ?

Por que este ódio ?

Se um Sub Ten pode ser empenhado em POG, por que o Senhor não "enxuga" muitos do oficiais ?

Por favor, melhore esta escala do POG, pois trabalhar de terça à sábado é uma covardia, pois o tempo que possuia trabalhava em segurança em minhas folgas. Estou prestes a perder minha casa por falta de pagamento, então, faça com que ainda acreditamos que o Senhor poderá ser nosso mártir.

Continuarei acreditando no senhor, mas, preciso de resultados...

abraços

TEN CANDIDO BPRV disse...

Sr. CMT

Primeiramente receba a minha continencia....

Bom saber que buscar por uma melhor PM, a classe hoje está muito desmerecida. Estou aqui porque amo oque faço, mais precisamos de forças para lutar. Para ter uma idea, nesse ultimo concurso de 2009 foi preciso fazer uma 2ª convocação, será porque? Muitas pessoas de fora estão desmotivamos em engressar porque se não estudar não sai da corporação um 2º TEN. Espero que o Sr. Mude essa história.

Desde já uma boa sorte e todo meu respeito

Anônimo disse...

Boa noite comandante,

Sou soldado BM,porém percebi que minha verdadeira vocação é o trabalho policial, gosto de ser militar e tenho em mim a indignação de como a sociedade vive assustada com a criminalidade, sinto que serei muito mais útil na tropa da Pm principalmente pelo comandante que hoje ela tem a frente, que é bem diferente do descomando que sofre o tão nobre corpo de bombeiros do Rio. Quero ser policial militar sob seu comando, porém já tenho 32 anos, será que com essas mudanças no edital, não poderia ser mudada também a idade limite para ingresso na PMERJ??? ou pelo menos o militar estadual que quiser mudar para a PMERJ não poderia gozar desse privilégio, uma vez que já é um militar da ativa???
Por favor peço que pense nisso , homens mais maduros podem ter ações mais coerente, aguardo resposta, e parabéns pelo excelente trabalho!!!

Anônimo disse...

CMT Geral da Pmerj, peço a Deus que lhe abênçoe,lhe dê muita paz, saúde, força para vc e sua família. Peço ao Sr. por favor, que me responda sobre a possibilidade de confirmação de divisa à distância para cabos e sargentos. Pois sou 58 milhão e em junho de 2010,serei promovido a 3° sgt e ainda não confirmei a referida divisa.

Anônimo disse...

CMT. GERAL DA PMERJ, PEÇO MAIS UMA VEZ QUE O SR. ME RESPONDA SOBRE AS CONFIRMAÇÕES DE DIVISASÀ DISTÂNCIA PARA CABOS E SARGENTOS, POIS OS POLICIAIS 58 E 60 MILHÃO ESTÃO PRESTES A SER PROMOVIDOS POR TEMPO E A MAIORIA NÃO TEM A REFERIDA CONFIRMADA. PEÇO A DEUS QUE O ILUMINE MUITO.

Anônimo disse...

Enquanto políticos (principalmente os executivos) alegam não ter dinheiro (verba) para aumentar o salário daquelas que arriscam a vida diariamente (Os policiais) para defender a população em geral e principalmente os que estão no governo, as cuécas dos corruptos escondem valores que dariam para suprir essas necessidades. Porque não usár esse dinheiro desses ladrões que a policia não pode prender devido serem imunes.
Assna- Sucata

Anônimo disse...

Boa noite Sr CMT Geral,apesar de seus esforços e vontades de melhorar a nossa PMERJ, sei que tem muita coisa que foge a sua alçada como por exemplo , aumento salarial.Porém vejo uma coisa fácil e simples que o Srº pode fazer para diminuir uma das injustiças em que eu e vários sargentos que cursaram o CFS estamos sofrendo com o tal quadro de acesso.
Tenho amigos no CORPO DE BOMBEIROS que dizem que os intertiços são respeitados por sua corporação,hora para um sargento ser promovido por tempo não existe o quesito vaga no quadro de acesso já o cursado sim , acabamos na maioria sendo promovidos no DECRETO.Não sei se teve alguma alteração no regulamento de promoções mas meu conhecimento de tal assunto é:
3º sgt para 2° sgt = 6 anos na graduação.
2° sgt para 1° sgt = 2 anos na graduação e com CAS.
1° sgt para sub ten = 2 anos na graduação.
Com tudo isso ainda poderia o Sr autorizar para os 2°sargentos possuidores do CAS a ficarem habilitados a fazerem o QOA, desculpa-me mas eu como todos de minha turma perdemos a esperança de sermos reconhecidos pelo comando,alguns colegas que foram promovidos por DECRETO costumam me dizer que fui um otário de ficar 7(sete)meses no CFAP e não ter adiantado nada em minha ascenção pois sou promovido de cinco em cinco anos igual a eles e já chego a pensar que eles tem razão.Por favor dê uma esperança para esses que tentam melhorar e ascender por merecimento intelectual,nem se quer ouço falar em tal assunto em qualquer Batalhão.Que DEUS lhe ilumine e lhe guie para poder nos comandar com mais justiça e humanidade que faltou em comandos anteriores.

Romita disse...

gostei muito do seu blog

Romita disse...

gostei muito da postagem a respeito da tropa de elite 2

Anônimo disse...

As Promoções de Praças por Tempo de Serviço, para serem justas, deveriam considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim elas beneficiariam também os PMs promovidos por bravura ou por concurso interno para o CFC ou CFS. Em todos os níveis profissionais, a acomodação é condenável. No CBMERJ, esse problema foi sanado com a criação do DECRETO Nº 39.109, DE 04 DE ABRIL DE 2006.

O Senhor Comandante Geral da PMERJ, "o 01 (zero um)", poderia sugerir ao Governador do Estado do Rio de Janeiro um DECRETO semelhante ao que foi feito em 2006 e exigir a aplicação do salário mínimo nacional (que vai para R$ 540,00 em Janeiro de 2011) ao soldo do menor grau hierárquico (Soldado). A gestão Cabral tem que corrigir essa injustiça da ex-governadora ROSINHA GAROTINHO.

Incentivar o estudo na corporação, investindo em concursos internos e valorizando os Sargentos concursados, é uma medida fundamental para melhorar o nível de conhecimento da tropa. É justo dentro do mesmo Estado os Sargentos concursados do CBMERJ e da PMERJ terem promoções diferenciadas?? O CONCURSO INTERNO TEM QUE SER VALORIZADO NA PMERJ, COMO É NO CBMERJ!

O Interstício do Sargento PM concludente do CFS deveria ser:
4 (quatro) anos de permanência na graduação de 3º Sargento PM;
3 (três) anos de permanência na graduação de 2º Sargento PM;
2 (dois) anos de permanência na graduação de 1º Sargento PM.

A função de Sargento na PM poderia ser preenchida somente através de concurso interno para a referida graduação. Seria bem melhor para a corporação. Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo. A promoção não pode ser vista apenas como uma forma de melhoria salarial, pois, como está escrito na parede da APM, "O Comando cabe ao mais digno e competente".

O SOLDO constitui o vencimento básico dos militares, que por determinação constitucional, NÃO PODE SER INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO LEGAL (artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal c/c artigo 92, inciso I, da Constituição Estadual). SOLDO SIGNIFICA SALÁRIO.

Portanto, o soldo do Soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar não pode ser inferior ao salário mínimo vigente.

PAGAR BEM O POLICIAL MILITAR NÃO É UMA DESPESA, É UM INVESTIMENTO.

"O igual aos iguais" (princípio de igualdade)

Se o BOPE recebe uma determinada gratificação, o BPChq, o BPFMA, o BPRV, o BPTur, a Cia Cães, o GAM, o GSAR e o RCECS também devem recebê-la, pois todas essas unidades são unidades de elite! Cada um é bom naquilo que se especializou.

Anônimo disse...

CAROS SENHORES,
QUEM PODERIA ME DIZER QUAIS TEM SIDO AS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA AMAE (Associação dos Militares Auxiliares e Especialistas)...?